domingo, 19 de março de 2017

Corrupção está no nosso DNA!!

Não tem jeito: até conseguirmos "limpar" a nossa raça ainda vai levar muito tempo! Relembremos um detalhe: de quem somos descendentes? Os argentinos são descendentes de espanhóis, os chilenos, bolivianos e venezuelanos, misturados com nativos e espanhóis! Somos o único País que abriu mão da colonização espanhola para nos tornar o que somos: a mais ordinária das miscigenações! A escória portuguesa, índios e escravos! Queriam que o Brasil se transformasse no quê? Uruguai e Paraguai também tiveram um "toque" espanhol. Mas nós precisávamos ser ordinários. Os degredados portugueses seriam as raízes da nossa apodrecida "Árvore Genealógica"! Estava assistindo ao Jornal Nacional ontem e me concentrei numa matéria sobre "as rezadeiras" do Nordeste. Em Pernambuco, procissões levando São José, andavam e rezavam por caminhos pedregosos e secos, pedindo ao santo que intercedesse junto ao Senhor para que no dia 19 de março, hoje portanto, chovesse. Esse dia, dedicado ao santo é um balizador para os nordestinos: se chover no dia de São José, a fartura está confirmada. Agora eu pergunto: com a ganância desenfreada, com a forma de administrar pedaços de terra, com o descaso pela Natureza, como manter as chuvas nas datas que outrora não falhavam? Como encher o saco de São José para fazer chover se, ao olhar ao redor,  o santo não vê um pé de árvore que justifique a formação de nuvens de chuva? Tudo desmatado com a intenção de criar gado gordo e fazer pasto. Aí, o santo, por ser santo e ter poderes, tem de fazer uma "picaretagem celestial" pra atender aos pedidos e rezas de quem esculhambou o mundo? As rezadeiras, por desconhecerem detalhes importantes sobre o clima, continuam na sua fé e, de joelhos no chão, imploram para que São José seja corrompido. Aliás, nesse País, é capaz de neguinho pedir a Deus pra mandar São José fazer chover apenas e tão somente na sua propriedade! Estou fazendo essa postagem no dia de São José, às 22:23 horas. Sinceramente espero que chova até a meia noite. Mas, se não acontecer, não poderemos achar que o santo nos virou as costas. Primeiro, viramos as costas para os ensinamentos de Deus e não respeitamos a Natureza. As consequências são dolorosas mas nós e somente nós as provocamos. Portanto, em tempos de Lava Jato, deixemos São José fora das nossas falcatruas. Afinal, nem todo mundo é corruptível! Muito menos um santo. Ou será que estou enganado? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário