terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Banco do Brasil: Bom pra quem?

Quem, como eu, teve a honra de trabalhar no Banco do Brasil dos anos 80 para trás, fica muito triste com os destinos que as autoridades dão ou tentam dar à instituição que, por muitos anos foi o orgulho do Pais. Muito antes da Petrobras, portanto! Ocorre que de uns tempos para cá, a agência de Mairi parece querer acabar com todos os clientes ou pelo menos expulsar sua clientela da agência. Antes, quando tinha dinheiro nos caixas eletrônicos, sempre havia um preposto do banco para ajudar as pessoas nas suas transações. E convenhamos, não é tão simples operar os terminais para determinadas operações. É um suplício para os menos esclarecidos que precisam pegar uma senha para o atendimento interno no caixa da agência. Ou então, espertalhões ficam oferecendo ajuda, em troca de algum dinheiro. Sem contar o risco que essas pessoas correm por revelarem suas senhas de acesso. Tudo isso se deve à política do Banco de "enxugar a máquina", posta em prática pelo mais novo gerente da agência. Por outro lado, a população se cala, aceita tudo com uma resignação de ovelha. Não raro, nos fins e começo de mês, não há dinheiro nos caixas eletrônicos. Não tinha ontem e não tem hoje. O interior da agência mais parece um formigueiro. Também, nossos políticos não pressionam a gerência por soluções rápidas e eficazes. Para nossas  "Excelências" basta o dinheiro estar disponível em suas contas. Com talões de cheques e cartões de crédito, sacam em Feira de Santana, Salvador e outras cidades. Já o coitado aposentado da roça...!! É muita sacanagem: os Correios que são correspondentes do Banco do Brasil, invariavelmente não dispõem de dinheiro para saques. Na lotérica, também não! Por fim, lembro que a Administração municipal se encerra na segunda-feira após as eleições. Só continua até 31 de dezembro se reeleito for! É uma vergonha que os três últimos meses do ano sejam desperdiçados totalmente. A cidade está literalmente parada. A reforma do Mercado Municipal se arrasta há anos! A Creche, que tanto ajudaria às mães que precisam trabalhar, vai completar 3 gestões de abandono; serve para ponto de consumo e venda de drogas, além de prostituição. Vivemos uma vergonha. No apagar das luzes começam a construção de uma tal "Praça da Juventude", obra absolutamente desnecessária, até porque não saiu do alicerce. Mais um elefante branco (no caso da tal praça, vermelho, pela cor do terreno!) pra enfear a cidade. De resto, é esperar que algum milagre aconteça ou que o Banco do Brasil nos faça um real favor: feche sua agência na cidade. Não vejo serventia nenhuma. A propaganda oficial diz que o Banco do Brasil é "Bomparatodos", tudo junto mesmo! Chego a pensar se não estão falando dos contraventores do jogo do bicho que, em Salvador, tem o nome de "Loteria Popular Paratodos"! Só se for!

Nenhum comentário:

Postar um comentário