sexta-feira, 8 de julho de 2016

"Mãos ao alto: acenda os faróis"!!

Somos, certamente, o País mais filho da puta do Planeta Terra! Aqui, o assalariado é sempre penalizado! O Motorista Profissional paga R$712,00 APENAS para renovar a habilitação, quando o salário mínimo é de R$-880,00! Tem mais: pra você se incluir no mercado de trabalho como Motorista Profissional, você não gasta menos de R$-5.000,00 e tem de aguardar, no mínimo, 3 anos para tentar se tornar um "piloto" das estradas. No primeiro momento você gasta em torno de R$-2.000,00 para conseguir a "Habilitação Provisória" ou, como conhecemos popularmente, a "autorização para dirigir"! Se, em um ano, você não cometer nenhuma infração de trânsito, será feita a troca pela habilitação definitiva, Classe B. Até você chegar à Classe D serão necessários mais dois anos de espera e terá de pagar tudo de novo: Auto Escola, novas provas, exame de rua e, se tudo correr bem, lá se vão no mínimo mais três mil reais! Agora, além do Psicoteste, quem vai renovar a habilitação Classe D (meu caso) ou Classe E, tem de pagar R$300,00 para fazer o tal Exame Toxicológico, mais uma forma de roubar o já saqueado trabalhador. O exame é válido sim. A forma como ele é aplicado é que eu questiono: se eu uso droga e minha CNH está para vencer, o que faço? Claro! Fico alguns dias ou meses "limpo", pago trezentos contos e pronto! Saio de habilitação renovada e direto para a boléia para fumar um baseado ou "cafungar" um punhado de pó! Daí, só vão me encher o saco daqui a 5 anos, com a próxima renovação! Esse teste seria muito válido se fosse feito em blitz ou nas guaritas das Polícias Rodoviárias Federal e Estadual! Aí eu bateria palmas! Mas preferem o roubo combinado entre diretores dos órgãos de trânsito e donos de laboratórios. Fiz contato com um laboratório para ver quanto pagaria e, com toda eficiência do mundo, um funcionário me assediou, literalmente, pressionando-me e oferecendo um dos tais kits para o procedimento. Nunca vi tamanha eficiência e zêlo! A partir de hoje, faróis baixos acesos. Lembram do cinto de segurança? Quantos milhões de multas foram aplicadas por falta de uso do equipamento? Salva vidas? Claro!! O problema é você chegar ao ponto da "automação", quando, ao entrar no carro, antes de qualquer coisa, você já puxa o cinto de segurança. Isso leva tempo até sua mente se condicionar! No caso dos faróis será a mesma coisa! Só que, em vez de pressionar as montadoras a prepararem seus veículos para quando entrarem em funcionamento os faróis acenderem, é mais fácil, de novo, penalizar o contribuinte. Algumas motos já vêm com esse recurso: basta pô-la em funcionamento e o farol baixo se acende imediatamente! Roubo: essa é a palavra mais posta em prática pelos Governos dessa República de filhos da puta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário