quinta-feira, 2 de junho de 2016

Caramba!!! Fui estuprado!

Eu queria escrever sobre a moça que teoricamente foi estuprada por vários homens. Aliás, homens não: criminosos! Mesmo que o estupro não tenha sido exatamente um estupro, conforme apontam os laudos. Bom; mas isso não vem ao caso! Como, então, escrever sobre um assunto que você não domina? Tive uma idéia: terça-feira, à noite, chamei minha esposa e fomos até um cabeleireiro. A idéia era cortar o cabelo tipo "moicano", muito na moda ultimamente. Ela não sabia!! Chegamos no rapaz, pedi o corte e, pra minha surpresa, a minha própria esposa foi a primeira pessoa a "jogar pedra" e mim. Era noite e pensei: "amanhã, quando eu sair na rua, as pessoas vão aceitar"!! Qual nada! Todas as pessoas, por mais amigas de infância  que fossem, só porque eu cortei o cabelo como "moicano", ninguém aceitou! Consegui provar a mim mesmo que o homem ou a mulher só vale o que tem, de preferência, muita grana!! Como  se sentiu a moça estuprada? Aliás, no Piauí uma moca foi realmente estuprada e morreu! Não vi ninguém dos "direitos humanos" fazendo passeata em sua defesa! Será que é preciso 40 homens comerem uma  mulher pra gerar comoção? Porra, parece que sim!! Eu só cortei o cabelo moicano  e  fui violentado no meu direito de escolher, por exemplo, o corte do meu cabelo! Como será que se sentem as pessoas que se mostram diferentes? O pior é você descobrir que o preconceito está mais perto o que você imagina! Depois vou postar fotos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário