quarta-feira, 16 de março de 2016

"Ordem e Progresso"?

Tive de voltar ao meu cantinho de desabafo: não poderia me furtar, como Brasileiro que sou, de emitir minha opinião sobre os últimos acontecimentos, que tanto ridicularizaram o Brasil lá fora. Claro que por conseguinte, os ridicularizados somos nós, os brasileiros que pagamos impostos absurdos, para vermos um governo que, também absurdamente, mete a mão no dinheiro arrecadado. Não se fala de pequenos "delitos", ou "mal feitos": são bilhões desviados dos cofres da Nação, para manter o Poder de um grupo que tem a intenção de ficar muito mais de 50 anos no comando do País, praticando toda sorte de achaque a Empreiteiras, bancos, grandes empresários, etc., com a finalidade de se locupletarem. Esse é o projeto de governo dessa facção. Alguém postou numa rede social que se o PT fosse realmente o Partido dos Trabalhadores, deveria ter acabado com os auxílios financeiros e colocar todos os dependentes do atual Bolsa Família no mercado de trabalho! E está certo! Que partido de trabalhador é esse que promove a miséria do povo brasileiro, tornando grande parte dessa gente dependente da migalha que todo mês depositam na Caixa Econômica? Qual futuro terá essa família que, não raro,  nega-se a fazer um trabalho qualquer porque "eu tenho meu Bolsa Família"? Qual o real sustento que esse benefício traz? Sempre achei que a ajuda social é necessária, mas não definitiva! Apesar de muitos não gostarem e não me importo nem um pouco, a ajuda social dada pelos Militares era de suma importância para as famílias: no Nordeste com estiagem, eram feitas Frentes de Trabalho onde o chefe da família ia trabalhar na construção de estradas, açudes, barragens, etc., até a chegada das chuvas. Daí, todos voltavam à sua lida normal, produzido o sustento seu e de sua Região!! Isso sim era AJUDA! O que ocorre hoje é ASSISTENCIALISMO!! Lembro-me de um trecho de um vídeo onde estavam numa sala o Lula, José Dirceu e outros comparsas antes da primeira eleição do Lula, e o Dirceu fazendo as contas: "São mais de 50 milhões de famílias beneficiadas (com o Bolsa Família)! É eleição na certa"! E o fato se concretizou. É assim que agem esses caras. Não importa o País: o que importa é o grupelho se dar bem, de preferência gozando as benesses do Poder por muito tempo. Por outro lado, pergunto-me: como deve se sentir um Ministro do Supremo Tribunal Federal ou um membro do Conselho Nacional de Justiça, quando aparece uma charge como a do "Charlie Hebdo", onde o Lula é mostrado apalpando a bunda da mulher que simboliza a Justiça, numa clara alusão à prostituta que ela, a Justiça, se tornou e ainda com a legenda: "Confirmado: O Supremo Brasileiro é uma Merda"! Não viram ainda? Aí está a imagem que foi capa daquele jornal:

A que ponto chegamos!!!
O que diriam os grandes Juristas do passado ao se depararem com uma situação dessas? E os grandes atuais, que sabemos são poucos, mas que certamente estão indignados com a "independência" dos Três Poderes? Como posso indicar/aprovar um juiz que, de forma acertada porque tenho maioria no Congresso Nacional, será ele a me julgar se necessário for? Como podemos acreditar numa oposição que, quando a Dilma anunciou ou apresentou o Ministro Fachin para o Supremo, o Aécio, em vez de se fazer presente para sabatiná-lo no Congresso Nacional, como líder do partido de "oposição", preferiu embarcar para Nova York para comparecer ao aniversário do FHC? Qual compromisso tem uma oposição dessas? Dou parabéns ao Delcídio por listar todos os políticos de todos os partidos que estão encrencados com a corrupção. Se houver um pingo de decência na nossa Justiça, que se apure tudo. Sinceramente, não quero concordar com o jornal francês e ter de escrever "Je suis Charlie Hebdo" daqui a algum tempo!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário