terça-feira, 10 de novembro de 2015

Golpistas em Mairi!

Não faltava mais nada!! Agora, até as cidades pequenas como Mairi viraram alvo dos bandidos para aplicarem os mais variados golpes. Hoje, segundo relatos, os Professores da rede municipal foram os principais alvos da bandidagem. O golpe consistia no seguinte: uma mulher teria ligado para a Secretaria Municipal de Educação e, passando-se por funcionária do MEC, conseguiu os telefones dos Professores. Aí cabe uma pergunta: se aconteceu realmente assim, a Secretaria Municipal de Educação precisa, no mínimo ficar mais esperta. Sem sequer confirmar a veracidade da ligação, passou os telefones celulares, de USO PARTICULAR, portanto, para estranhos. A informação que nos chegou é que todos os Professores passaram a receber a ligação do "MEC", dando conta de que seriam obrigados(??) a fazer um curso e que o Governo Federal pagaria o equivalente a 60% do mesmo, sendo os 40% restantes, pagos imediatamente pelos Professores. A tal funcionária do MEC tinha até uma conta onde os depósitos dos 40% que cabiam aos Professores (R$179,00) deveriam ser feitos de imediato. O número do telefone que aparecia nos aparelhos dos nossos profissionais da educação, era o mesmo, com código de área 18. Segundo informações, alguns sugeriram chamar a polícia mas outros acharam melhor não acionar a força policial porque "chamaria muito a atenção"! Uma pergunta: se centenas de funcionários públicos de uma cidade estão sendo vítimas de um golpe aplicado por bandidos, por que não acionar imediatamente a polícia? Qual o problema de a viatura chegar na Secretaria para orientar as possíveis vítimas que já entravam, algumas, em desespero? Se assim foi, não entendi. Outro detalhe tolo mas de suma importância: será que nenhum Professor ou Secretário sabe que a sede do MEC é em Brasília e que o código de área é 61? Se não sabem, é imperioso que voltem à Secretaria e estudem o organograma do Ministério da Educação e Cultura. Por dedução, o DDD 18 é por certo, interior de São Paulo! Francamente!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário