sábado, 17 de outubro de 2015

...E o luto continua, infelizmente!

Dessa vez foi mais doído por tratar-se de um membro de uma família que me adotou. Adilson, meu sobrinho "emprestado", no início da manhã pôs fim à própria vida por enforcamento. O segundo, de quinta-feira pra cá. Ocorreu no começo da manhã deste sábado e os comentários na Feira Livre eram intensos: as pessoas ainda não estavam refeitas da tragédia com a Professora Val e já de manhã recebiam essa triste notícia. O quê dizer? Não sei..., mas me valho do que disse Voltaire, quando seu fiel escudeiro lhe questionou sobre o fato dele ter chorado muito no velório do filho de um amigo e não ter derramado uma lágrima quando do enterro do seu próprio! E o pensador lhe respondeu: "Para o filho do meu amigo eu tinha uma forma de externar meu sofrimento, que era pelas lágrimas. Pela dor da perda do meu filho não encontro formas para demostrar"! Que Deus perdoe os seus pecados e o receba como seu filho e que a bondade Divina reconforte toda a família e amigos. Espero que a Senhora da Foice se distancie de Mairi por alguns anos, porque precisamos nos recompor dos últimos baques que sofremos. Forte abraço a todos e que Deus nos ilumine sempre!


                                                       Resultado de imagem para imagem de luto

Nenhum comentário:

Postar um comentário