terça-feira, 25 de agosto de 2015

"Véi", Mairi é única mesmo!!

Pode parecer uma postagem pra contar mais uma piada sobre minha cidade, mas  NÃO É PIADA!! É a mais pura verdade e aconteceu semana passada. Negócio seguinte: um certo aprendiz de meliante andou subtraindo alguns produtos de um supermercado, tipo assim, "vítima de uma sociedade malvada, de um sistema perverso, onde "azelite" burguesa e golpista" tiram tudo do pobre, entende? Pois é: mas, pra confirmar o estado de "vítima", o cara foi denunciado, juntamente com outra "vítima"! Aí, rapidinho a "cana dura" segurou o comparsa do sujeito, que abriu o bico onde o outro se encontrava. O maior barato de tudo isso foi a diligência realizada para capturar o sujeito, que até então, só se sabia que era um ladrãozinho comum. Pois bem: quando a cana chegou à sua casa, carente de uns retoques para evitar a indiscrição dos transeuntes quanto aos acontecimentos do seu interior, por um dos inúmeros buracos o sujeito viu a viatura. Sentindo-se descoberto, preparou uma recepção à altura dos maiores 171 do mundo:
- Ô de casa... - Chama o policial. "Toc toc toc..." Ô de casa...! Abra, é a polícia!! Algum tempo depois, a pergunta:
- Quem ousa perturbar o sossego de um cidadão direito e cumpridor do seu dever? - Acreditam nisso?
Pois é: foi assim que o sujeito recebeu "os home"! Contam os vizinhos que o policial antes mesmo de chutar a porta essa já se abria, tal a precariedade.
- Você está preso! Vamos...! - Botaram o par de pulseiras e lá vai o petulante para a delegacia, de onde não sairá tão cedo. Podem acreditar num episódio desses? Pois é: parece que aquela máxima de um ex Governador baiano de que "pensou num absurdo, acontece na Bahia", também se confirma em Mairi: "pense numa figura folclórica, você certamente a encontrará em Mairi"! É a mais pura verdade, podem crer!!

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

"Som de Paredões, Pais no Paredão"!!!

Parece que os pais de hoje, na sua grande maioria, continuam criando seus filhos com a total inversão e valores, preparando-os não para serem cidadãos conscientes dos seus direitos e deveres, mas para serem sujeitos amorais e que não serão preparados para viverem em comunidade! Essa constatação se faz já a algum tempo: basta ver as atitudes de alguns pais e mães quando seus filhos "bem educados" são repreendidos nas Escola ou na rua. Todos consideram uma ofensa à sua criação! "Meus filhos eu sei como criar"! Essa, via de regra, tem sido a resposta mais ouvida. Isso quando não chegam na Escola pra tirar algum tipo de satisfação com os Professores, não raro, com agressões verbais e até físicas! Se não olharmos para dentro de nós urgentemente, deixaremos o fantasma do modismo ou de outro aleijão social qualquer, nos dominar por inteiro e aí amargaremos o isolamento dos tempos medievais, onde cada um cuidava do que era seu, sem o sentimento de comunidade. Aconteceu uma festa fechada ontem, em Mairi, e que está gerando muita discussão sobre quem pode ou não frequentar eventos do tipo. Por mim, acho a maior estupidez reunir mais de uma dezena de carros cada um com um som mais potente que o outro, todos simultaneamente ligados e a galera "curtindo"!! Curtindo o quê? Ah!!! Aí é que você se engana: tem sempre uma mulher semi nua e que às vezes fica literalmente nua, pra deleite dos marmanjos. Normal e normal! Afinal, só vai ver mulher gostosa(??) pelada quem não é "casco fino", como bem qualifica meu amigo Al Cícero de Jacobina. Homem, no mais puro sentido medieval da palavra, gosta de mulher, com tudo que uma fêmea da espécie tem de ter! O que é condenável são os "pais" e "mães" levarem seus filhos menores (tinha uma mãe com um filho de 7 dizendo que não viu nada demais!!) para essas festas de adultos. Amigos meus que lá estiveram, relataram que, quando a tal "Mulher Mamão" se empolgou em determinado momento, tirou a calcinha e escancarou!! É esse o ambiente para você levar uma criança? Imaginem o caldeirão que não estava: sons alucinantes e variados, bebida  a rodo, mulherão se exibindo...! Aí já viu. Esses amigos também me contaram que no burbirinho para ver a "polpa do Melão", alguns mais exaltados e excitados, aproveitando o aperto, masturbavam-se "de boa"!! Aí você leva seu filho menor, sua filha menor para presenciarem tudo isso e se amanhã acontecerem os desvios de conduta, a quem creditar a culpa? A Deus? Sim porque é comum ouvirmos "dei tudo a meu filho, fiz tudo..., por que meu Deus"? Não é verdade? O quê realmente você deu ou dá aos seus filhos? Já se fez essa pergunta? Gostei da explicação do Conselho Tutelar nos Blogs locais. As pessoas parece que querem se eximir das suas responsabilidades enquanto pais ou responsáveis e acham que o Conselho Tutelar "pode tudo"! Não é bem assim. Eu até acho que se esse Conselho tivesse poder absoluto, a primeira atitude correta seria encarcerar pais e mães que expõem seus filhos menores a situações de certo modo degradantes e de alto risco para sua formação de cidadãos. Acho que canja de galinha e um pouco de vergonha na cara não fazem mal a ninguém!! Vejam abaixo uma foto do Blog Agmar Rios Notícias:


Olhem que espetáculo de péssimo gosto!! Muitas crianças para verem uma "coisa" em forma de bunda deformada!!

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Parabéns Mairi FM!!!

Surpresa!! Surpresa muito boa, ontem, ouvindo a Rádio Mairi FM na transmissão do Campeonato de Futebol a partir do campo do Coqueiro! Muito boa a qualidade da transmissão e a maravilhosa surpresa: a capacidade da equipe. Não tinha ouvido antes uma transmissão e ontem fiquei feliz. Temos um excelente narrador, acho que o nome é João, não o conheço, mas está absolutamente no caminho certo. E confesso que é bem melhor que muito narrador de grandes rádios. Os comentários estavam a cargo do meu amigo Kaytano que deu um show à parte: centrado e coeso, seus comentários foram muito bem colocados. Não conhecia esse lado do Kaytano. Sabia que ele era um apaixonado pelo futebol mas não sabia que havia nele um bom comentarista. De parabéns portanto, a equipe esportiva da Mairi FM! Show de bola mesmo. Espero que o sucesso seja reconhecido e que as pessoas invistam cada vez mais nas pratas da casa, como forma de estimular e descobrir novos talentos. Muito bom.