segunda-feira, 20 de julho de 2015

O Chaveiro da Rua 32!!

Hoje é um dia especial! Não por ser o Dia do Amigo, mas por ser mais um dia em que estou vivo, sob a graça de Deus. Se nós bem soubéssemos, a todo dia, a todo instante, lembraríamos de agradecer a Deus pelos nossos dias. A gente vê tantas situações inacreditáveis em que pessoas perdem a vida e outras em que, inacreditavelmente, escapam com vida, de situações consideradas impossíveis de haver sobreviventes. Pois é: a graça de Deus é infinita. Mas hoje, também por ser o Dia do Amigo, quero fazer um agradecimento especial aos amigos que fiz durante toda minha vida. Começo pelos amigos que fiz na minha cidade, quando vim da roça aos 7 anos, depois, aos colegas de colégio e ginásio, aos amigos que fiz na agência do Banco do Brasil de Mairi onde comecei minha carreira de bancário, depois, aos amigos do BB de Paranacity, no Paraná, aos amigos da agência centro de Salvador, aos que me deram suas amizades na agência de Guarapuava  - Paraná, aos amigos da EBAL, empresa que administra o Programa Cesta do Povo e, finalmente, aos mais recentes, quando tomei posse na Secretaria de Saúde do Estado, como Motorista. E estou até hoje. Na verdade, como estou em processo de aposentadoria, meu último local de trabalho foi a Diretoria de Vigilância Sanitária e Ambiental - Divisa. Pude, ali, comprovar o que é realmente uma amizade! Pude desfrutar da companhia de algumas das pessoas mais incríveis que conheci. Vou fazer uma comparação meio esdrúxula entre mim e um Chaveiro.
É comum a gente desenvolver uma atividade paralela àquela que nos dedicamos no dia a dia. Pois é: comigo não foi diferente. Além de Motorista Oficial da SESAB, também me dedico à música com o estudo da Viola Caipira, recentemente incorporando a Guitarra nesses estudos e, por fim, resolvi aprender o ofício de "chaveiro"! É: Cha-vei-ro! No meu caso, uso a poesia para comparar minha habilidade ou falta dela em amealhar amizades. Por isso, considero-me um "chaveiro". E como todo profissional, o começo é sempre difícil, sempre cercado de incertezas, cercado de dúvidas quanto ao sucesso na escolha, etc. Por isso eu me considero um "chaveiro" iniciante. As primeiras chaves certamente não abrirão as "portas" ou, se abrirem, sempre haverá um incômodo devido à imperfeição na confecção da "chave". Quero agradecer imensamente a todos os amigos que permitiram ser minhas cobaias no experimento das minhas "chaves" de abrir corações. Confesso que alguns, por obra do destino ou acaso, foi muito fácil fazer a "chave" girar na "fechadura". Parecia que a "porta" já estava aberta. Outros, precisei de um pouco mais de tempo para aparar algumas arestas na "chave" para que pudesse girar facilmente. Peço perdão com imensa tristeza às pessoas que passaram na minha vida na escola, no ginásio, no Banco do Brasil, na EBAL, na SESAB, nos lares e bares, pela minha incapacidade de moldar a "chave" certa para abrir seus corações. Creiam: a culpa é absolutamente minha pois tenho ciência das minhas limitações na confecção de "chaves". Até agora tenho sido um "chaveiro" sofrível. É pouco. Quero e posso ser muito melhor. Portanto, aproveitando hoje, Dia do Amigo, quero novamente agradecer àqueles cujos corações foram "moleza" para abrir e entrar, como quero pedir àqueles que compartilharam comigo de tantas oportunidades de ouro para abrirmos os corações e não o fizemos, desculpas. Reconheço que preciso me reciclar e até já fiz matrícula no SEBRAE no curso de "Chaveiro"! Segundo os "instrutores", vou ser capacitado em abertura de cofres, troca de segredos, chaves codificadas, etc. Em resumo, ficarei craque na confecção de chaves para abrir qualquer coisa que precise de uma. Mas eu só quero aprender a fazer "chaves" que abram corações!! A grande dúvida é: depois de super qualificado, ainda encontrarei os corações que passaram pela minha vida? Depois de tanto tempo, será que ainda aceitariam uma tentativa de "abertura"? Por essas e outras, é que peço a vocês: tentem fazer suas "chaves" com o maior capricho e carinho possíveis. Às vezes, não precisamos fazer cursos para nos aprimorar em alguma coisa. Basta que, como "chaveiros", consigamos fazer a chave especial que primeiro abra nosso coração. Se assim for, veremos que todos os outros corações não estarão "trancados".
Feliz dia do Amigo e felizes novas amizades a todos. Meus votos sinceros!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário