sexta-feira, 22 de maio de 2015

Nota de esclarecimento..., ou de falecimento!

Todos que analisam politica de forma coerente sabem que as paixões sempre vão existir. E é justamente aí aonde mora o perigo da manipulação. A minha cidade sofre desse mal e parece que é crônico,  infelizmente. Há muitos anos não vemos um debate salutar, esclarecedor, somador, onde o crescimento do município seja a pauta principal! Não!! O que vemos, e isso tem se tornado frequente perigosamente,  é um grupo que simplesmente ataca a situação e outro que se limita somente a rebater as criricas recebidas.  E isso é histórico,  infelizmente.  Todos os municipios evoluem juntos com seu povo. Mairi parece fazer questão de se mostrar velho e rançoso, como a maioria dos seus políticos atuais. À margem de discussões salutares estamos presenciando verdadeiras sessões de baixarias com troca de "gentilezas" do tipo "Vossa Excelência é um corno" ou "Vossa Excelência é um viado"!! Acreditem: essa tem sido a "pauta" escolhida por alguns vereadores ultimamente. E olhem que tais sessões ainda são transmitidas pelas rádios de Mairi e Várzea da Roça!  Realize aí! A idiotice política de Mairi é tão grande que quando Antonio Capeta foi candidato pela primeira vez, e foi eleito, eu OUVI um comentário de um amigo meu, dizendo: "Vou votar nesse cachorro pra não votar contra o MEU partido"!! Ou seja, se o candidato fosso um ladrão, por exemplo, receberia esse voto! Meus amigos, assim pensa a maioria das cabeças de Mairi! Estão sempre olhando pra trás e esquecendo de preparar o presente para o futuro.  Qualquer pessoa que conheceu Mairi há 50 anos perceberá facilmente que o município está estagnado e refém de dois grupos políticos,  liderados por "estrangeiros" que literalmente tomaram as rédeas da cidade por falta de Homens, filhos da terra, que impedissem tal fato. Portanto, não concordo de jeito nenhum com a fórmula rançosa de se fazer politica em Mairi. Como não concordo com as críticas puras e simples daqueles que cruzam os braços e esperam ver o circo pegar fogo. Circo já temos: basta assistir a uma sessão da Câmara de Vereadores.  Falta apenas o doido com o fósforo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário