segunda-feira, 18 de maio de 2015

Despedir-se de um carro?

Pois é: por mais surreal ou maluco que possa parecer, foi exatamente o que fiz! Pois hoje pela manhã,  ao devolver as chaves da minha querida caminhonete S10 que me acompanhou por vários ano, não contive a emocao: pedi ap colega e parceiro Leônidas para fazer uns registros fotográficos com a companheira. Nesse tempo todo que estivemos juntos nunca me deixou na mão,  nunca me colocou em risco de vida e estava sempre pronta a cortar os estradões desse meu Estado da Bahia! Viajei a trabalho de 03 a 16/05/2015 com ela, numa última viagem como Motorista da Divisa, porque a partir de hoje, 18/05, estou oficialmente de Licença-Prêmio mais férias e, consequentemente,  em ritmo de aposentadoria. Engracado como nos afeiçoamos a uma máquina!! Uns certamente dirão "...mas é só uma caminhonete,  um carro"! Engano!Há muito mais de cumplicidade entre um motorista e sua máquina que lhe transporta e também a outros servidores! Essa relação é muito estreita. Bom, a menos que o cara seja daqueles que não gostam de manter sua máquina com zelo, sem exigir-lhe esforcos extremos. Hoje, o que mais me chamou a atenção de manhã foi a quantidade de agua que estava no piso do carro, nos dois lados. Sabemos que tem chovido muito em Salvador. Não importa: para mim foram lágrimas de despedida, visto que antes nunca havia entrado água! Só espero que o colega que a conduzir de hoje em diante dê-lhe o mesmo carinho que eu. Ademais, tô meio aperreado sem saber mesmo o que é Aposentadoria! Também nunca tive uma! Kkkkkk. Você passa a vida toda toecendo por esse dia e quando ele chega você se amedronta e gasta todo estoque de Adrenalina jogando na barriga! Mas é assim mesmo: vamos em frente, que venham movos desafios! Estarei sempre pronto para a luta! Abração.
Salvador, 18 de maio de 2015.

Um comentário: