sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Aula de violão para iniciante - vídeo 2 - Afine seu instrumento





Aí está sua segunda vídeo-aula do Curso de Violão. Bons estudos!


Qualidade 0 x 10 quantidade!!

Estava assistindo ao The Voice Brasil ontem e, sem entrar no mérito da questão em termos de Crítica Musical - não tenho conhecimento para formar opinião abalizada -, ficou confirmado que essa galera dos New Sertanejo não está nem aí para a qualidade de suas vozes! O que pude perceber ontem é que cada um desses apertadíssimos rapazes concorrem entre si, para ver quem consegue tirar a nota mais aguda de forma natural, sem falsete. Adorei a desclassificação do tal Renan Ribeiro, me parece ser esse o nome, quando ele próprio confirmou que havia tirado a música um tom acima da gravação original, feita pela dupla "sei lá quem"! Então, a intenção não é mostrar quão melodiosa e afinada é a sua voz, mas sim quão aguda e incômoda e sem perfeita afinação eles podem fazer! Um exemplo de que o que vale é a sonoridade macia e elegante, é que o Montarroio foi direto pra final!! Muito justo!
Outra sacanagem, e aí eu acho que tem cartas marcadas, foi a desclassificação daquela cantora negra do time do Brown, ficando o Júnior Lord, que ontem só fez caras e bocas, enquanto a moça, a meu ver, fez a sua melhor performance desde os programas que assisti. Foi um espetáculo mas, pelo visto, isso não importou muito. Jamais compraria um disco do Junior Lord. Voltando ao "sertanejo", reparem que no time do Teló, dos quatro últimos candidatos, o Renato saiu eliminando um a um, com sua voz extremamente bem colocada e empostada, macia e melodiosa. Quebrou a moda da "gritaria" com dor de corno, com clássicos como "Oh! Darling", na semana passada e ontem, mais uma vez, com uma musica em inglês e com uma interpretação perfeita. Taí: parece que o povo tá acordando. Enquanto alguns insistem nessa coisa incômoda e repetitiva que é esse tal "Sertanejo Universitário", outros vão mostrando que, no final, CANTAR mesmo é o que vale e fica! Ah! Um amigo me deu a exata definição para esses arremedos de ritmos sob o apelido de "universitário": "É tudo ruim porque as aulas são à distância, com presença uma vez por mês"!! Tá explicado porque são tão ruins!! kkkkkk. Boa sexta a todos! 
Lembrete: procure dar uma goleada sempre em nome da Qualidade. Não tenha medo de andar na contra-mão dos medíocres!!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

"Um povo acolhedor"!

Estava vendo Tv e a chamada do Globo Repórter de sexta-feira, nos leva às maravilhas (indiscutíveis) de Portugal! Num dado momento o apresentador reconhece que os portugueses "são um povo acolhedor..."!! Aí me vem a pergunta: o que leva a gente a considerar um povo "acolhedor" em tão pouco tempo de convivência? Bom; me parece óbvio que se eu vou a um País com muito dinheiro para gastar num período de férias, esse povo tem a obrigação, pelo menos comercial, de ser "acolhedor"! O contrário seria burrice. Outra forma de parecermos "acolhedores", é quando recebemos uma equipe de televisão, que vai fazer um programa cheio de elogios à nossa Terra e à nossa gente. Como o ser humano é por demais interesseiro, sempre que nos acenam com alguma forma de lucro, passamos a ser imediatamente "acolhedores"! Não duvido que nossos irmãos portugueses sejam gente boa e que recebem bem. Mas gostaria de deixar uma pergunta: será que no momento atual, existe um povo mais necessitado de acolhimento do que os irmãos que fogem da Síria e de tantas regiões massacradas por bandidos sanguinários? Quantos desses necessitados foram "acolhidos" por Portugal? Na França, o partido que ganhou as eleições parlamentares fala em barrar a entrada de qualquer muçulmano, como se todos os muçulmanos fossem bandidos! Aliás, basta ser de orígem árabe para deixar de ser bem acolhido! Portanto, hipocrisia ainda é o sentimento que domina a Humanidade. Só somos generosos se vislumbramos altos retornos. Esse é o ponto e ponto!



sábado, 12 de dezembro de 2015

Aprenda a tocar violão ou guitarra grátis - aula de violão e guitarra on...





Prá você que quer aprender a tocar Violão e Guitarra, aí vai a primeira aula, feita pelo Professor Evaldo Devellis.

As minhas (grandes) decepções!!

Prometo que essa postagem não terá momentos raivosos ou xingamentos. Quero, com toda serenidade, desabafar e tentar mostrar o tamanho da minha decepção com o nosso Brasil Político. Hoje, sou totalmente contrário à permanência do PT e seus aliados à frente do País. Isso é público e notório! Ora, se um cara da estirpe do Dr. Hélio Bicudo, fundador e agora ex partidário do PT se decepcionou com a legenda, imaginem uma Zé da Silva como eu. Tinha muita esperança nas mudanças que eu achava que seriam necessárias! Coisa de jovem influenciado por belos discursos e tantas propostas "sensacionais" para "libertar" o País! Num determinado momento da minha juventude, eu e Robinho de Agostinho chegamos a arquitetar a fundação do PT aqui em Mairi. Éramos, como disse, jovens com toda garra e energia que os "revolucionários" souberam tão bem canalizar para serem ajudados no seu propósito nefasto de futuramente achacar o País e subjugar a Nação. Infelizmente conseguiram bem mais que isso: eu diria que até a dignidade do brasileiro está sendo roubada. Já falei aqui do quanto acreditei no Lula e em toda alta cúpula do partido. Meu Deus: "aqueles eram os homens perfeitos para governarem o meu País", repeti muitas vezes esse mantra pra mim mesmo, em pensamento. Veio a posse de Lula e a apoteose por mim vivida! Chorei muito nesse dia: felicidade, orgulho e até mesmo vingança, eram os sentimentos que me vinham no momento do desfile em carro aberto, que felizmente quebrou dando um aviso a todos nós, mas que, embevecidos que estávamos, não nos demos conta. Como Funcionário Público Estadual, estava sob o chicote de Paulo Souto, recebendo   como salário base menos que um salário mínimo há um ano e meio. Portanto, IN-CONS-TI-TU-CIO-NAL!! Veio então a campanha política e, apesar dos quase trinta pontos percentuais de vantagem sobre o Jacques Wagner, o Paulo Souto sofreu, ainda no Primeiro Turno, a mais humilhante das derrotas. E meu voto contribui para essa surra. Vibrei com a vitória do petista só até sua posse em janeiro. Aí passei mais um ano e meio recebendo menos que um salário mínimo de salário base. Ou seja, troquei seis por bilhões de dúzias, visto que a partir daí a hegemonia petista tomou conta do País. Fico triste quando confirmo outra previsão minha, antes dos escândalos envolvendo o PT, que foi a tão alardeada transposição do São Francisco, projeto de comecinho do governo Lula. Cheguei a comentar que essa pressa em transpor as águas do Velho Chico, sem uma total revitalização das suas matas ciliares e de seus afluentes, o famoso e poético rio corria o risco de morrer. Sem a necessária revitalização e o afastamento da agricultura familiar de suas margens, o cenário seria de rio cada vez mais raso pelo assoreamento (areia e terra levadas pelas enxurradas para o seu leito) e, portanto, fadado à morte. Para se fazer essa transposição, seria necessário um trabalho de recuperação desde a sua nascente até sua foz, num período de no mínimo 50 anos (projeções feitas por especialistas!). Qual nada!! Isso era muito tempo para quem tinha pressa de se perpetuar no Poder. Começaram os trabalhos e agora estamos vendo que antes das águas escorrerem pelos canais, as verbas da obra escorreram primeiro pelos vários ralos da roubalheira que se institucionalizou no Brasil. E volto a lembrar quando falei que era castigo demais o Nordeste morrer de sede, justamente pela gana de Poder de um nordestino que entende, ou entendia, tudo de seca e fome!! Pois sem água, não só de sede poderemos morrer! É isso: esse desabafo é porque o sentimento de brasilidade está quase recebendo a extrema unção, quando vejo, por exemplo, Magistrados que poderiam se unir ao Juiz Sérgio Moro e o Ministério Público Federal para fazerem um cerco intransponível e aprisionar os delituosos para investigação e punição, advogando em defesa de corruptos devidamente culpados pelas provas incontestes apresentadas! Então, se a Justiça sabota a Justiça, como serão os dias que hão de vir?

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

"Uma Visão Germânica sobre o Islã"!

Recebi de um amigo, um e-mail com a mensagem abaixo que, apesar de escrito por um inglês, cabe perfeitamente a nós brasileiros, visto que, como aconteceu na Rússia, China, Japão, Somália, etc., também estamos, enquanto povo, permitindo nos tornar irrelevantes, frente a uma minoria fanática e com a sanha dominadora que fez e faz história no mundo. Veja o texto:


Uma Visão Germânica sobre o Islã
 
 
Esta é, de longe, a melhor explicação para a situação terrorista muçulmana que eu já li. Suas referências ao passado histórico são precisas e claras. Não é longa, fácil de entender, e vale a pena ler. O autor deste e-mail é o Dr. Emanuel Tanya, um psiquiatra conhecido e muito respeitado.
Um homem, cuja família era da aristocracia alemã antes da II Guerra Mundial, era dono de um grande número de indústrias e propriedades. Quando questionado sobre quantos alemães eram nazistas verdadeiros, a resposta que ele deu pode orientar a nossa atitude em relação ao fanatismo.
"Muito poucas pessoas eram nazistas verdadeiros", disse ele, "mas muitos apreciavam o retorno do orgulho alemão, e muitos mais estavam ocupados demais para se importar. Eu era um daqueles que só pensava que os nazistas eram um bando de tolos. Assim, a maioria apenas sentou-se e deixou tudo acontecer. Então, antes que soubessemos, pertenciamos a eles, nós tínhamos perdido o controle, e o fim do mundo havia chegado. Minha família perdeu tudo. Eu terminei em um campo de concentração e os aliados destruíram minhas fábricas".
Somos repetidamente informados por "especialistas" e "cabeças falantes" que o Islã é a religião de paz e que a grande maioria dos muçulmanos só quer viver em paz. Embora esta afirmação não qualificada possa ser verdadeira,ela é totalmente irrelevante. É sem sentido, tem a intenção de nos fazer sentir melhor, e destina-se a diminuir de alguma forma, o espectro de fanáticos furiosos em todo o mundo em nome do Islã.
O fato é que os fanáticos governam o Islã neste momento da história. São os fanáticos que marcham. São os fanáticos que travam qualquer uma das 50 guerras de tiro em todo o mundo. São os fanáticos que sistematicamente abatem grupos cristãos ou tribais por toda a África e estão tomando gradualmente todo o continente em uma onda islâmica. São os fanáticos que bombardeiam, degolam, assassinam, ou matam em nome da honra. São os fanáticos que assumem mesquita após mesquita. São os fanáticos que zelosamente espalham o apedrejamento e enforcamento de vítimas de estupro e homossexuais. São os fanáticos que ensinam seus filhos a matarem e a se tornarem homens-bomba.
O fato duro e quantificável é que a maioria pacífica, a "maioria silenciosa", é e está intimidada e alheia. A Rússia comunista foi composta por russos que só queriam viver em paz, mas os comunistas russos foram responsáveis pelo assassinato de cerca de 20 milhões de pessoas. A maioria pacífica era irrelevante. A enorme população da China também foi pacífica, mas comunistas chineses conseguiram matar estonteantes 70 milhões de pessoas.

O indivíduo médio japonês antes da II Guerra Mundial não era um belicista sadista... No entanto, o Japão assassinou e chacinou em seu caminho por todo o Sudeste Asiático em uma orgia de morte, que incluiu o assassinato sistemático de 12 milhões de civis chineses,mortos pela espada, pá, e baioneta. E quem pode esquecer Ruanda, que desabou em carnificina. Não poderia ser dito que a maioria dos ruandeses eram "amante da paz"?
 
As lições da História são muitas vezes incrivelmente simples e contundentes, ainda que para todos os nossos poderes da razão, muitas vezes falte o mais básico e simples dos pontos: os muçulmanos pacíficos se tornaram irrelevantes pelo seu silêncio. Muçulmanos amantes da paz se tornarão nossos inimigos se não falarem, porque como o meu amigo da Alemanha, vão despertar um dia e descobrir que são propriedade dos fanático, e que o final de seu mundo terá começado.

Amantes da paz alemães, japoneses, chineses, russos, ruandeses, sérvios, afegãos, iraquianos, palestinos, somalis, nigerianos, argelinos, e muitos outros morreram porque a maioria pacífica não falou até que fosse tarde demais.
 
Agora, orações islâmicas foram introduzidas em Toronto e outras escolas públicas em Ontário, e, sim, em Ottawa também,enquanto a oração do Senhor foi removida (devido a ser tão ofensiva?). A maneira islâmica pode ser pacífica no momento em nosso país, até os fanáticos se mudarem para cá.

Na Austrália, e de fato, em muitos países ao redor do mundo, muitos dos alimentos mais comumente consumidos têm o emblema halal sobre eles. Basta olhar para a parte de trás de algumas das barras de chocolate mais populares, e em outros alimentos em seu supermercado local. Alimentos em aeronaves tem o emblema halal, apenas para apaziguar uma minoria privilegiada, que agora está se expandindo rapidamente dentro das margens da nação.
 
No Reino Unido, as comunidades muçulmanas se recusam a integrar-se e agora há dezenas de zonas "no-go" dentro de grandes cidades de todo o país em que a força policial não ousa se intrometer. A Lei Sharia prevalece lá, porque a comunidade muçulmana naquelas áreas se recusa a reconhecer a lei britânica.

Quanto a nós que assistimos a tudo se desdobrar, devemos prestar atenção para o único grupo que conta - os fanáticos que ameaçam o nosso modo de vida.

Por fim, qualquer um que duvide que o problema é grave e apenas exclua este e-mail sem enviá-lo adiante, estará contribuindo para a passividade que permite que os problemas se expandam. Então, envie esta mensagem adiante! Vamos esperar que milhares de pessoas, em todo o mundo, leiam e pensem sobre isso e também repassem esta mensagem – antes que seja tarde demais.
Acrescento aqui: a maioria do povo brasileiro é pacifica, não anda armada nem quer ser comunista, porém a minoria fanática está se armando, e transformando o nosso país em ditadura corrupta, comunista e agressiva. É HORA DE NOS MOBILIZARMOS ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS.

domingo, 29 de novembro de 2015

O convite que me honrou!

Ontem, sábado, foi celebrada uma missa na Igreja do Bonfim, em memória de Gides Ribeiro de Souza, nosso querido "Baiano da Ambulância" e de sua mãe, D. Celcidina. "Baiano" completava um ano de falecimento e D. Celcidina, um mês. Como a missa era também uma homenagem a essas duas pessoas maravilhosas, a família veio se reunir com os amigos para o evento. E eu fui convidado pelo seu irmão e Músico Siro Leal, para tocarmos juntos na Missa. O Siro levou o violão e eu levei a velha e querida viola. Ensaiamos Ave Maria e lá fomos nós. Reencontrei quase todos os irmãos, faltou o Fred, mas matei a saudade da minha querida Professora de Português, Dinah Leal! Puxa!! Pareci um colegial na hora que a vi! Trocamos um abraço e me emocionei mesmo. Ela que sempre me incentivou a escrever porque descobriu, quando estávamos no Ginásio, que eu conseguia me expressar melhor através da escrita. Foi muito bacana rever em fração de segundos aquele filme de tantos anos na sala de aula. Perfeito! Como perfeita ela está. Certamente que ainda vai levar muita Sabedoria a muitas pessoas, se não como Professora, deve ter-se aposentado merecidamente, talvez como Revisora de textos ou outra atividade afim. Que Deus continue iluminando-a por todo o Sempre! Recebi abraços de Lia, minha querida e contemporânea amiga, da Célia que, por ser a caçulinha, não participou das nossas muitas folias nas Praças da Bandeira e J. J. Seabra, sempre com o velho e bom violão. Pude abraçar meu outro amigo de infância Stênio, parceiro de um bocado de "mal feitos" nos nossos tempos bons de Mairi. Muita saudade mesmo. A Professora Iraci Pacheco fez uma homenagem muito linda a "Baiano", descrevendo seu altruísmo e a sua imensa capacidade de conseguir vagas nos hospitais para os pacientes que por ele eram transportados. Vezes e vezes abria mão do sono para voltar urgente para Salvador ou Feira de Santana, com mais um necessitado de socorro. Falou também da sua importância como músico na banda Os Ingênuos, que tanto alegrou a turma da época da Jovem Guarda, juntamente com Gilson, Luis de "Sêo" Nem, Israelito, Zé Pinto e outros. Falou também da mãe de D. Celcidina que além de outras qualidades, ainda tocava acordeom. Foi uma missa festiva, guardadas as lembranças saudosas. Eu, como "irmão de Baiano" - todo undo me perguntava isso e passei a responder "sim"-, participei dessa homenagem linda. Senti-me muitíssimo honrado não só pelos convites mas pelo fato de ter, efetivamente, participado de momento tão íntimo. Peço a Deus permissão para que os Irmãos de Luz os encaminhem em direção à Luz Divina e que possam, com suas bondades e dedicação, inspirar-nos a todos aqui na Terra para que trilhemos o caminho da tolerância e benevolência, tão bem trilhados pelos queridos "Baiano da Ambulância" e sua mãe, D. Celcidina. Como ponto alto das homenagens, destaco um pedido da Professora Iraci Pacheco para que, ao final da sua fala, tocássemos "Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones"! Tocamos e foi lindo! Beijo a todos.

Um "Altas Horas" que valeu!!!

Resultado de imagem para fotos de fábio júnior

O "Velhinho" continua um show!



Resultado de imagem para Fotos de Laura Pausini
A Bela e bem humorada Pausini!
Finalmente, posso dizer que não perdi minha noite de sábado, no que se refere à televisão aberta! Por pura falta de opção e de sono, assisti ao Altas Horas. Pela primeira vez o programa do chato Serginho Groisman esteve perfeito: os convidados musicais Fábio Júnior e Laura Pausini deram um show!
Primeiro, a Laura se mostrou absolutamente descontraída e brincou muito com o público e o Serginho. Falaram da sua primeira aparição na Tv brasileira, no programa da Hebe Camargo e o Altas Horas mostrou um sem número de clips das muitas vezes que a cantora italiana veio ao programa. Cada vez foi um divertimento só! Numa dessas vezes, também foi a estréia da Sexóloga Laura "não sei das quantas" (kkkk), até hoje no programa e também estava a "doida" da Ivete Sangalo. Já dá pra ter ideia do que saiu! Foi muito legal! Na platéia de ontem, havia um rapaz que fora abandonado, quando criança, num orfanato. Quando o Serginho o chamou, apareceu um rapaz negro, de porte elegante e voz marcante, exatamente como o Emílio Santiago. Contou que uma família americana, no Brasil, trouxe ao orfanato uma coleção de mais de trinta LPs desde Milton Nascimento e Caetano Veloso a outros grandes nomes da música americana. Ele disse que ouvia e ouvia essa coletânea, por pura falta de outra atividade na casa de acolhimento. Partiu daí o gosto pela música. Aos 17 anos virou "lanterninha" de um cinema mas, por causa da sua voz extremamente grave, foi convidado para fazer a propaganda da "pipoca", vendida na entrada. Foi sucesso. Disse ter se tornado cantor e mandou, com a banda do programa, Palco, de Gilberto Gil, de forma brilhante. Enquanto o rapaz contava sua história, as câmeras mostravam em flashes a Laura Pausini chorando. No final, o rapaz recebeu um abraço demorado da cantora. O Fábio Júnior, convidado especial do programa, deu um show, como sempre: excelente banda e o repertório escolhido com esmero. Ao ser pedido pra cantar Pai, seu primeiro grande sucesso, no final de sua apresentação ele atendeu ao pedido insistente do Groisman e, antes de cantar, contou o motivo que o fez escrever aquela música, Foi uma barra o que ele enfrentou quando jovem, por causa da má convivência dos seus pais. Ele contou que era uma barra pesada mesmo. E isso o fez sair de casa e morar sozinho. Chorou, claro, porque essas histórias sempre mexem muito com quem as vive. A Laura Pausini cantou com o Fábio Júnior "Alma Gêmea", ponto máximo para sua capacidade de improvisar, visto que ela não sabia a letra, justamente pelo seu vocabulário reduzido do nosso idioma. No final, perguntando o que era "laranja" (a música fala da "metade da laranja..."), depois que ela entendeu, riu e disse que colocaria o nome da fruta numa  próxima canção sua, como homenagem ao Fábio. Quando dei fé, acabou o programa. Foi muito bom, realmente! 

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

A "viuvez" política de Mairi!!

Estava vendo o blog do companheiro Agmar Rios e vi uma postagem do Vereador Alan, enumerando um rosário de problemas enfrentados pelo município, por culpa pura e simples do "plagiador de gestões", Raimundo Dentista. Que bom que o nobre vereador está atento e é bom de cobrança. É assim que tem de ser: está errado? Cobrança! Mas parece que o vereador Alan acredita que brasileiro é estúpido demais, que não tem memória, esquece tudo muito rápido, etc. Não é bem assim. Só pra lembrar ao vereador que no post falou que falta remédio nos postos, ele deve saber que o partido dele, que para apoiar Dilma nas pedaladas e segurar o processo de Impeachment, agiu como uma estonteante prostituta, vendendo-se por 5 (cinco) Ministérios, inclusive o da Saúde, responsável pelos repasses aos estados e municípios para aplicarem na nessa área. A própria presidente foi quem cortou alguns bilhões da Saúde e Educação. O vereador, por acreditar que em Mairi ele pode fazer como faz em Aroeira, tratando-nos como um "curral", acha que não buscamos informações ou que aceitamos a pieguice praticada na Câmara de Vereadores, pra mim, se vereador fosse, um motivo de vergonha! Nada se produz naquela Casa a não ser alguns discursos inflamados de alguns vereadores, não raro xingando uns aos outros, inclusive com vergonhosas palavras. Nossa Câmara de Vereadores, Sr. Alan, chamada de "Casa do Povo", não tem a dignidade de uma choupana ao pé da serra! Seria bom se todos os Gestores fossem auditados ao final de cada ano financeiro. Certamente, "malfeitos" como os que fizeram o ex gestor ficar inelegível não aconteceriam tão amiúde. Ser investigado não é ser condenado, como presume o seu post. Aguarde o desfecho pelo menos. Jogar o cidadão que lhe deu um voto contra outros é perverso e desonesto. Certamente que o Senhor, pela índole que tem, não faz parte do grupo dos desonestos. Mas comentários com insinuações de evidências não comprovadas, soam como tal. A Avenida ACM está toda esburacada. Também acho uma vergonha que aquele problema não tenha sido solucionado! Mas V. Excia. se esquece que aquela erosão junto à sede do Mairi Junior's aconteceu na gestão do Sr. Antonio Capeta. Talvez o senhor não se lembre, claro, é uma pessoa muito ocupada, mas foi Capeta quem pediu ajuda a Geddel quando aqui esteve, e a resposta, segundo alguns dos seus próprios correligionários que estiveram com o Ministro naquele dia, foi uma piadinha  do próprio Geddel, batizando a erosão como sendo "o buraco de Capeta", ao que todos, bajuladamente, sorriram e aplaudiram. Essa conversa não foi no palanque. Foi em "off"! Enquanto vocês, hoje oposição, não tiverem um diálogo sério e sem o sentimento de viuvez que parece ter tomado conta dos peemedebistas de Mairi, não cresceremos, não nos desenvolveremos. Pegue como exemplo, Baixa Grande, hoje com um posto do INSS, que poderia estar em Mairi! Alás, seu partido é tão progressista que Waldir Pires ofereceu o posto do INSS que hoje está em Mundo Novo, a 17ª Diretoria Regional de Saúde - Dires, também em Mundo Novo, o Batalhão da Polícia Militar que hoje está em Itaberaba, e os caciques do PMDB de Mairi, capitaneados pelo Sr. Eufrázio Brás dos Santos e Deraldo Cedraz, dispensaram as ofertas, sob a alegação de que Mairi não precisava de nada disso não! O senhor tem conhecimento disso? Tenha as suas pretensões políticas, faça valer suas ideias, mostre sobretudo COMO FAZER, mas não fique do conforto da sua poltrona cobrando uma coisa que você não conseguiu e não está conseguindo pagar. Volto a repetir: ou vocês deixam de lado essa fórmula rançosa de administrar, dizendo agora que Raimundo Dentista utiliza a fórmula carlista, numa postura de eternos viúvos porque o cara saiu do PMDB ou seus bisnetos crescerão vendo essa mesma ladainha ordinária de toda sexta-feira na Câmara de Vereadores de Mairi, pra mim, uma casa de espetáculos de péssimo gosto. Pense nisso.
Um abraço.

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Golpistas em Mairi!

Não faltava mais nada!! Agora, até as cidades pequenas como Mairi viraram alvo dos bandidos para aplicarem os mais variados golpes. Hoje, segundo relatos, os Professores da rede municipal foram os principais alvos da bandidagem. O golpe consistia no seguinte: uma mulher teria ligado para a Secretaria Municipal de Educação e, passando-se por funcionária do MEC, conseguiu os telefones dos Professores. Aí cabe uma pergunta: se aconteceu realmente assim, a Secretaria Municipal de Educação precisa, no mínimo ficar mais esperta. Sem sequer confirmar a veracidade da ligação, passou os telefones celulares, de USO PARTICULAR, portanto, para estranhos. A informação que nos chegou é que todos os Professores passaram a receber a ligação do "MEC", dando conta de que seriam obrigados(??) a fazer um curso e que o Governo Federal pagaria o equivalente a 60% do mesmo, sendo os 40% restantes, pagos imediatamente pelos Professores. A tal funcionária do MEC tinha até uma conta onde os depósitos dos 40% que cabiam aos Professores (R$179,00) deveriam ser feitos de imediato. O número do telefone que aparecia nos aparelhos dos nossos profissionais da educação, era o mesmo, com código de área 18. Segundo informações, alguns sugeriram chamar a polícia mas outros acharam melhor não acionar a força policial porque "chamaria muito a atenção"! Uma pergunta: se centenas de funcionários públicos de uma cidade estão sendo vítimas de um golpe aplicado por bandidos, por que não acionar imediatamente a polícia? Qual o problema de a viatura chegar na Secretaria para orientar as possíveis vítimas que já entravam, algumas, em desespero? Se assim foi, não entendi. Outro detalhe tolo mas de suma importância: será que nenhum Professor ou Secretário sabe que a sede do MEC é em Brasília e que o código de área é 61? Se não sabem, é imperioso que voltem à Secretaria e estudem o organograma do Ministério da Educação e Cultura. Por dedução, o DDD 18 é por certo, interior de São Paulo! Francamente!!

domingo, 8 de novembro de 2015

Meu Time teve mais um desfalque!!




Resultado de imagem para figura de luto
Estamos todos de luto!


"Meu Deus!! Como farei pra enfrentar o time adversário se sofri vários desfalques? Quem substituirá esses grandes jogadores para as próximas partidas"? Assim deve se perguntar um técnico de futebol, quando um ou mais jogadores estão machucados, impossibilitados de jogar. Assim também é como me sinto, frente às baixas que meu querido "time" de 1972 vem sofrendo: esse não foi um simples time; foi O TIME!! Em 1972, o time da 4ª Série Ginasial (hoje 8ª Série), era uma verdadeira seleção: todos tinham o mesmo pensamento, em relação ao grupo. Poderíamos ser chamados de Mosqueteiros, porque era um por todos e todos por um. E não adiantava minha querida e saudosa Professora Arlete mandar um grupo escrever 300 vezes "não devo sair sem consentimento do professor", porque o restante também sacrificaria o almoço pra ficar com os "rebeldes" e também escrever a tal frase. Éramos por demais unidos. Quase sempre rolava uma seresta e a folia era grande. "Bullying" naquela época? qual nada! Isso é coisa do ensino desqualificado, omisso e ordinário exigido hoje pelos governantes que precisam que a população seja doutrinada ou, mais exatamente, amestrada, escondendo seus  (dos governantes) interesses escusos no amparo legal do famigerado Estatuto da Criança e do Adolescente. Já vimos o "grande" resultado da pseudo proteção às crianças e adolescentes, quando uma criança de nove ou dez anos destrói por completo uma escola, como aquele caso do moleque do Rio de Janeiro. Os professores e a Direção daquela escola agiram corretamente: deixaram a criança à vontade porque se a seguram, seriam acusados de "maus tratos a indefeso"! Aí o tal Conselho Tutelar apareceria de peito estufado e, certamente, tomaria as dores da criança. No tempo do meu time não! D Iracy mandava e a gente obedecia imediatamente. E foi assim por todo o Curso Primário e o Ginásio. Éramos meio encapetados mas desrespeito a um Professor, Diretor ou servidor da escola? Nunca!! Éramos às vezes punidos porque éramos, afinal, adolescentes. Rebeldes por natureza. Cada um tinha um apelido: eu era "Bode Russo", Judson era "Dui Lasquinha", Lului era "Perna de Beca", Regivaldo Trindade era "Rege Cavalo", e assim por diante. Ademário Carvalho, hoje blogueiro Dedé Mairi era Dedé "Cabeleira". Ninguém ficou traumatizado com os apelidos, até porque a gente aproveitava para fazer folia dentro da sala com os alcuhas. Ninguém quebrou escola, ninguém jogou cadeira no rosto de professor, ninguém ficou traumatizado; portanto, essa história de "bullying" só veio piorar a vida da molecada. Na nossa época, se alguém nos colocava um apelido sacana e a gente reclamava com nossos pais, a orientação era simples: "quando você ver ele, chame ele pelo seu apelido várias vezes. Ou então faça de conta que não é com você. Eles logo logo vão esquecer"! E funcionava: quando me chamaram de "Bode russo" pela primeira vez, fiquei uma arara. Depois minha mãe me disse: "Deixa de ser besta! Chame todos eles de bode russo também, ora"!! E o apelido não ia pra frente. Custo a acreditar que meu time perdeu craques como Maria dos Anjos, Luiz de Alício e agora Renivaldo! É triste porque Lului e Gildeci sempre falam de fazermos um encontro da turma de 72. Pelo visto, é bom que adiantemos o passo. Nosso "time" precisa fazer outros belos gols, mas estamos sofrendo constantes baixas. Daqui a pouco não teremos mais titulares! Dá medo. Quanto a meu amigo Renivaldo, que Deus permita que os Irmãos de Luz o conduzam em direção à sagrada Luz Divina e que também dê alento aos seus familiares.

sábado, 31 de outubro de 2015

Mães tão cadelas...!! E cadelas tão Mães!!

Estamos nos acostumando com fatos e relatos que dão conta do quão Humanos estão se tornando os chamados animais irracionais. Há algum tempo atrás uma Cadela (maiúsculo quando me refiro à fêmea do cão) vira lata salvou uma criança do ataque de um pit bull. Semana passada vi um vídeo no facebook, onde os pais estavam no gramado da casa (americanos), o carro estacionado e um bebê sentado ao lado do veículo, brincado. Um segundo que a mãe saiu de perto, apareceu do nada um cachorro, deu a volta no carro e, ao avistar a criança, partiu pra cima ferozmente, mordendo-a violentamente no braço. Quem imediatamente partiu pra cima do cão? O gato da casa. Parece que estava zelando pela segurança pela criança. Literalmente pulou em cima do cachorro mordendo-o e unhando-o. Não teve outra alternativa senão fugir. Ainda bem! Felizmente foram só ferimentos leves.
É...!!! O Mundo Animal está se revelando muito mais humanizado do que nós, os pensantes! As fotos a seguir me dão a certeza definitiva dessa afirmação. À primeira vista, é só um cachorro faminto que vai ter um jantar suculento. Não! Não é! Essa é uma Senhora Cadela que, após a mãe humana(??) ter "descartado" seu bebê humano recém nascido, ainda com o cordão umbilical, apanha-o com a boca e o leva até a casa mais próxima. O bebê é levado ao hospital e, graças a Deus, que sabe muito bem usar os seres para cumprir seus propósitos e à Senhora Cadela, o bebê, ao contrário de todas as expectativas negativas, passa bem. Enquanto cada vez mais o ser humano se animaliza, mais e mais vezes vemos animais se humanizando! Graças a Deus! Aí está mais uma Vira lata provando que tem mais sentimentos que os humanos.


Parece que o inevitável vai acontecer!!

Dá pra perceber o cuidado que ela tem. Se fosse pra comer, o sangue estaria jorrando.








sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Estou com medo. Muito medo!!!

Os últimos acontecimentos estão deixando a gente com muita preocupação. Quando criança, vivi o chamado "golpe de Estado" em 64. Por falta de informação, só tínhamos o rádio, eram disseminadas leviandades a torto e a direito, dando conta que comunista era o diabo e que os militares eram os salvadores da pátria. A bocas pequenas, diziam que o anticristo eram os militares, etc. Éramos bombardeados com informações nem sempre confiáveis. E o medo imperava. Hoje, em pleno século XXI, volto a sentir medo. Não pela falta de informação de 64, mas pelo excesso de informação disponível em tempo real. Mira só: em 64, os Militares combatiam esses "revolucionários" que estão hoje no poder. Com a acensão dos vermelhos ao poder, parece que a coisa se inverteu: hoje, são os Militares que parecem subjugados por uma facção criminosa que, além de arrebentar o País em todos os sentidos, também dominou, a meu ver, as Forças Armadas. Comecei a acreditar nisso quando o Jacques Wagner se tornou Ministro da Defesa. Fiquei a imaginar se haveria humilhação maior que ter de "bater continência" para um sujeito que outrora fora caçado juntamente com seus companheiros, e agora, do alto da sua renomada incompetência, virou o "chefe" das Três Armas! O fechamento desse ciclo está trazendo desesperança e angústia a todos os brasileiros. O meu medo tem fundamento sim, porque com a saída de Jacques Wagner quem assumiu foi um "comunista" dito original. O Aldo Rebelo, do PCdoB! É sinistro. E o esquerdopata já chegou achando que pode intimidar ou anular o poder das Forças Armadas. E começou exonerando o Comandante Militar do Sul, pelo simples fato de o Militar ter feito críticas verdadeiras, é bem verdade, ao PT. Vejam um trecho do artigo da Folha Centro Sul, escrito pelo jornalista Joahnes Silvério: (para ler a matéria completa, acesse www.folhacentrosul.com.br).

Ministro Comunista de Dilma, Aldo Rebelo, 'expulsa' comandante do Sul por criticar o governo

De: Joahnes Silvério>>>
O Sul não vai tolerar isso por muito tempo, o Sul vai se levantar e varrer da face da Terra esse vírus vermelhopata.
'Exonerar', mudar de posto, é o mesmo que calar, e expurgar. E de fato, 'expulsaram' o Comandante do posto determinando que 'feche a boca' em outra cadeira humilhante e insignificante'.
Além de ser uma baita humilhação para as Forças Armadas, ter um comunista como Ministro da Defesa, o Comandante Militar do Sul, Antônio Mourão, foi exonerado do cargo por falar a verdade, ao dizer que os políticos do governo parecem não ter cérebro, e que são grandes vendedores de ilusões, que deveriam ser banidos etc'.
O resultado disso? O Comunista Aldo Rebelo, um sujeito que sequer trabalhou na vida, um político profissional, um ser que se jogar uma Carteira de Trabalho é capaz de sair correndo, assim como a maioria dos bêbados, nóias e demais militantes da CUT, MST e PQP, exonerou o comandante.
Acontece que o comuna Rebelo mexeu com as pessoas de fibra do Sul que apoiam o Comandante e a todos que estão na luta por um Brasil melhor.
Agora, é questão de tempo até o pau comer.

sábado, 17 de outubro de 2015

Líder do PCB pede o fuzilamento de opositores!!

Assim como o Guevara, Fidel, Chavez e tantos outros sanguinários da História Mundial não queriam Democracia nem nada de Socialismo, no Brasil estamos confirmando o que vários jornalistas vêm denunciando, a exemplo de Olavo de Carvalho, que faz uma comparação num dos seus artigos, entre os mortos produzidos pelos "revolucionários" e os produzidos pela "Ditadura". Não lemos, não estudamos, não buscamos uma opinião contrária para análise, etc, somos levados, e assim permitimos, a acreditar na propaganda dos governos que gastam nosso dinheiro na auto promoção e para se locupletarem, transformando os Países em verdadeiras Cleptocracias, como bem disse o Ministro Gilmar Mendes! Os "vermelhos" que aí estão nunca pensaram em defender os reais interesses do povo, por que, aliás, a Ditadura tão condenada pelos moleques que aderiram ao Lula e a tantos outros, nunca deixou o brasileiro desamparado. Na Cultura tinha-se música, espetáculos e outras manifestações com altíssima qualidade, porque a Família era respeitada. Não se via duas mulheres aos beijos nem dois homens, idem! Sempre existiu a homossexualidade mas os verdadeiros homossexuais, além de se respeitarem, o eram entre quatro paredes! Não vejo nada de anormal em homossexuais! Conheço e admiro vários, justamente por serem absolutamente íntegros. Não precisamos de autorização da Presidente Dilma para erotizarmos nossas crianças. Compartilhei um post no Face, aonde um Procurador da República, em entrevista a um jornalista, disse ser esse o caminho aberto para a pedofilia. Segundo ele, que citou vários autores onde você pode buscar mais informações, a criança erotizada vai ser vítima além da pedofilia, do baixo rendimento escolar, moral e ético! Isso é sério! Irá aprender a fazer sexo com qualquer coisa que lhe proponham, inclusive será levada a fazer sexo com animais, praticando a Zoofilia ou, para alguns religiosos, o Bestialismo! Vejam no vídeo que o "vermelho" é contundente como o foram os ditadores sanguinários que conhecemos. Não querem nem lutaram por nenhuma Democracia. Querem o que estão praticando diuturnamente no Brasil. Não acredito mais nas Forças Armadas. Já disse em posts anteriores  que não esperava que "batessem continência" para um salafrário do tamanho de Jaques Wagner! E o aceitaram! Sabemos que qualquer recruta entende mais de Estratégia que aquele senhor! Esse é o link do vídeo.


https://youtu.be/q88uiTm_RUY

...E o luto continua, infelizmente!

Dessa vez foi mais doído por tratar-se de um membro de uma família que me adotou. Adilson, meu sobrinho "emprestado", no início da manhã pôs fim à própria vida por enforcamento. O segundo, de quinta-feira pra cá. Ocorreu no começo da manhã deste sábado e os comentários na Feira Livre eram intensos: as pessoas ainda não estavam refeitas da tragédia com a Professora Val e já de manhã recebiam essa triste notícia. O quê dizer? Não sei..., mas me valho do que disse Voltaire, quando seu fiel escudeiro lhe questionou sobre o fato dele ter chorado muito no velório do filho de um amigo e não ter derramado uma lágrima quando do enterro do seu próprio! E o pensador lhe respondeu: "Para o filho do meu amigo eu tinha uma forma de externar meu sofrimento, que era pelas lágrimas. Pela dor da perda do meu filho não encontro formas para demostrar"! Que Deus perdoe os seus pecados e o receba como seu filho e que a bondade Divina reconforte toda a família e amigos. Espero que a Senhora da Foice se distancie de Mairi por alguns anos, porque precisamos nos recompor dos últimos baques que sofremos. Forte abraço a todos e que Deus nos ilumine sempre!


                                                       Resultado de imagem para imagem de luto

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Uma Cidade de Luto!!

Nem parecia sexta-feira, dia em que todos os baladeiros e trabalhadores de um modo geral,  ficam em quase transe, face às possibilidades que podem acontecer já no primeiro dia do esperado fim de semana! Mas hoje não tem alegria, euforia. O que nos resta a nós, mairienses, é amargar duas perdas irreparáveis: a primeira, foi o falecimento de uma Professora, no desabrochar da sua vida, de forma trágica e traumática para todos; a Pró Val, como era carinhosamente chamada, deixou um enorme vazio na vida de muitas pessoas, principalmente sua família e seus colegas de Secretaria. E muitas pessoas não é força de expressão: bastava ver a quantidade de gente que acompanhou o cortejo. Alguns cartazes foram confeccionados por Professores colegas seus e alunos. Muito emocionante. O outro luto veio do falecimento de uma senhora que também fez história em nossa cidade, através da sua vida dedicada à família pondo no mundo, juntamente com seu grande amor o "Mestre Raé", como era conhecido seu esposo, um verdadeiro mestre na confecção de móveis primorosos e de artistas! Sim, porque do amor de "Mestre Raé" e Dona Arlinda, que nos deixou hoje, nasceram três filhos maravilhosos, com o talento do pai e o coração da mãe, os Músicos e Artistas Plásticos "Raé Hippie" e Ivonildo "Malagá" e a moça Cleivonete! Tive a honra de compartilhar raros momento de pura arte em vários lugares. Foi com os dois que toquei "pelos bailes da vida", levando o nome de Mairi até outros lugares longínquos. Foi "Raé Hippie" que, sem dúvida, colocou o nome de Mairi num pedestal bem alto, quando fez vários discos com o Trio Elétrico Tapajós, levando seu "swing" para os estúdios de gravação onde mostrava toda a sua perícia com a "caixinha de repique", indispensável nos frevos eletrizados. Hoje não é dia 13 mas, se esse número tem um quê de azar, deve ser uma ressaca dessa dezena, justamente numa sexta-feira onde a alegria deveria imperar. Mas tudo bem: a Professora Val certamente cumprirá outras obrigações no outro Plano, como também D. Arlinda, após merecido descanso, inspirará outras pessoas a "produzirem" grandes Artistas como "Raé Hippie" e meu outro amigo Ivonildo "Malagá"! Que Deus ilumine os caminhos das duas senhoras e, na sua imensa bondade, lhes perdoe algum pecado que porventura tenham cometido. Que as famílias encontrem a paz na Luz Divina.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

"Chão de Fábrica"!

Fazia muito tempo que não via uma coisa interessante na Tv aberta num domingo. Ontem à noite, assistindo ao Fantástico, tive uma maravilhosa surpresa, com o quadro "O Chefe Secreto"! Consistia em colocar, literalmente, dentro da fábrica, junto com os operários, um alto Diretor para que, além de "bisbilhotar" o funcionamento da empresa como um todo, também serviria como avaliação quanto ao real conhecimento desse Diretor, em relação aos possíveis problemas da empresa. A Empresa de ontem foi a Stemac, fabricante de grupos geradores com sede no Rio Grande do Sul e filiais em quase todos os estados do Brasil. O escolhido como "novato" foi o Diretor Administrativo-Financeiro. Passou por várias filiais, trabalhou na montagem de um gerador (o excelente mecânico "Cigano" deu uma sacaneada no "novato"), passou pelo pátio de carga onde ajudou a carregar e enlonar um caminhão, para depois descobrir que havia um problema com as Notas Fiscais e que teria de desfazer todo o trabalho de uma manhã. Felizmente o problema foi resolvido sem precisar descarregar o caminhão. Nesse momento, um dos avaliados era o motorista, pernambucano e extremamente zeloso com os interesses  da Empresa. O "novato" vai mentalmente anotando tudo, ao mesmo tempo em que puxava conversa, sempre perguntando sobre os sonhos de cada um. Em São Paulo, no Almoxarifado, encontrou um funcionário que dormia apenas quatro horas por noite e que lhe ensinou a usar o leitor de códigos de barra para despachar o material. Descobriram aí uma falha no sistema. O "novato" também descobriu que o Almoxarife estava pagando uma faculdade para crescer profissionalmente dentro da empresa. Numa outra filial, conheceu um peruano de uns trinta anos e que, na hora do almoço, além de generosamente pagar o almoço do "novato", ainda disse que "a melhor coisa que me aconteceu foi vir para o Brasil. Vocês não sabem o País que têm"!! E quanto aos seus sonhos, queria levar o filho para conhecer a Disney. Muito bem: depois dessa experiência, o Executivo volta para a matriz no Rio Grande do Sul com tudo devidamente anotado em relatório que fora produzido para colocar sob apreciação dos outros Diretores. Todos os problemas encontrados foram postos sob avaliação com a intenção, claro, de eliminá-los, tornando assim a empresa mais produtiva e os funcionários com menos atividades improdutivas, como carregar e descarregar um caminhão, pelo simples fato de as Notas Fiscais chegarem de forma errada. Eu vi a trabalheira que foi carregar e amarrar a lona no caminhão. Realmente, muito cansativo. Imagine fazer isso pelo menos duas vezes por dia em todas as filiais!!! O ponto alto da emoção foi quando o Diretor Financeiro convocou todos os funcionários que trabalharam diretamente com o "novato", para comparecerem à sede, no Rio Grande do Sul. Não precisa dizer as caras apreensivas dos funcionários. O "novato", que fora caracterizado com dentadura postiça, sobrancelhas diferentes, óculos feioso, ficou irreconhecível. Na sede e na sala do Executivo, cada um foi sendo chamado. O Diretor se apresentou formalmente e o funcionário ficava literalmente "voando", até a clássica pergunta: "Você não se lembra de mim"? Como a resposta era invariavelmente "não", ele então falava que era o "novato" fulano de tal. Aí as caras mais engraçadas do mundo: uns pareciam sair de uma pegadinha, outros pareciam não acreditar, mas o melhor foi o mecânico "Cigano" que zoara com o Chefe: tomou um baita susto e depois de ser veementemente elogiado, desabou no choro. Em resumo, ficou assim:
O mecânico "Cigano" voltou a estudar por conta da Empresa, porque o Diretor lhe dissera que não "queria perder o profissional tão capaz e caprichoso no que fazia"!
O Motorista, que estava pagando um tratamento oftalmológico da sua filha a um custo de aproximadamente R$1.000,00 (Hum mil reais) por mês, além da Empresa assumir o tratamento da moça, ainda deu uma viagem de uma semana para Vitória do Santo Antão para que ele pudesse rever os 14 irmãos e outros familiares, já que fazia um bom tempo que essa visita era adiada.
O Almoxarife recebeu um aumento salarial de 35% e a Stemac assumiu a Faculdade do funcionário até a formatura.
O Peruano, recebeu, além dos cumprimentos pelo seu zelo com a Empresa, uma viagem à Disney para que seu sonho fosse realizado. Gente, confesso que não apenas os funcionários da Stemac choraram: do lado de cá da tela, também eu. E foi muito bom ouvir o Executivo confessar que não tinha ideia do que os funcionários passavam dentro da empresa. Às vezes, trabalhos extenuantes poderiam ser evitados, como a história das Notas Fiscais, por exemplo. Mas que ele havia observado que mesmo com os erros de comunicação do Sistema, eles vestiam a camisa da empresa. Disse também que aprendeu muito com aqueles funcionários. E certamente aprendeu. Quero deixar aqui o meu abraço para a STEMAC por ter aceito o desafio de colocar um dos seus Executivos no "chão da fábrica" para avaliar e se auto avaliar. O resultado foi, na minha opinião, maravilhoso, como maravilhosa foi a iniciativa da Empresa em retribuir a dedicação dos seus funcionários com a ajuda na realização dos seus sonhos! Ah! E o Executivo ainda toca violão! Perfeito!

terça-feira, 25 de agosto de 2015

"Véi", Mairi é única mesmo!!

Pode parecer uma postagem pra contar mais uma piada sobre minha cidade, mas  NÃO É PIADA!! É a mais pura verdade e aconteceu semana passada. Negócio seguinte: um certo aprendiz de meliante andou subtraindo alguns produtos de um supermercado, tipo assim, "vítima de uma sociedade malvada, de um sistema perverso, onde "azelite" burguesa e golpista" tiram tudo do pobre, entende? Pois é: mas, pra confirmar o estado de "vítima", o cara foi denunciado, juntamente com outra "vítima"! Aí, rapidinho a "cana dura" segurou o comparsa do sujeito, que abriu o bico onde o outro se encontrava. O maior barato de tudo isso foi a diligência realizada para capturar o sujeito, que até então, só se sabia que era um ladrãozinho comum. Pois bem: quando a cana chegou à sua casa, carente de uns retoques para evitar a indiscrição dos transeuntes quanto aos acontecimentos do seu interior, por um dos inúmeros buracos o sujeito viu a viatura. Sentindo-se descoberto, preparou uma recepção à altura dos maiores 171 do mundo:
- Ô de casa... - Chama o policial. "Toc toc toc..." Ô de casa...! Abra, é a polícia!! Algum tempo depois, a pergunta:
- Quem ousa perturbar o sossego de um cidadão direito e cumpridor do seu dever? - Acreditam nisso?
Pois é: foi assim que o sujeito recebeu "os home"! Contam os vizinhos que o policial antes mesmo de chutar a porta essa já se abria, tal a precariedade.
- Você está preso! Vamos...! - Botaram o par de pulseiras e lá vai o petulante para a delegacia, de onde não sairá tão cedo. Podem acreditar num episódio desses? Pois é: parece que aquela máxima de um ex Governador baiano de que "pensou num absurdo, acontece na Bahia", também se confirma em Mairi: "pense numa figura folclórica, você certamente a encontrará em Mairi"! É a mais pura verdade, podem crer!!

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

"Som de Paredões, Pais no Paredão"!!!

Parece que os pais de hoje, na sua grande maioria, continuam criando seus filhos com a total inversão e valores, preparando-os não para serem cidadãos conscientes dos seus direitos e deveres, mas para serem sujeitos amorais e que não serão preparados para viverem em comunidade! Essa constatação se faz já a algum tempo: basta ver as atitudes de alguns pais e mães quando seus filhos "bem educados" são repreendidos nas Escola ou na rua. Todos consideram uma ofensa à sua criação! "Meus filhos eu sei como criar"! Essa, via de regra, tem sido a resposta mais ouvida. Isso quando não chegam na Escola pra tirar algum tipo de satisfação com os Professores, não raro, com agressões verbais e até físicas! Se não olharmos para dentro de nós urgentemente, deixaremos o fantasma do modismo ou de outro aleijão social qualquer, nos dominar por inteiro e aí amargaremos o isolamento dos tempos medievais, onde cada um cuidava do que era seu, sem o sentimento de comunidade. Aconteceu uma festa fechada ontem, em Mairi, e que está gerando muita discussão sobre quem pode ou não frequentar eventos do tipo. Por mim, acho a maior estupidez reunir mais de uma dezena de carros cada um com um som mais potente que o outro, todos simultaneamente ligados e a galera "curtindo"!! Curtindo o quê? Ah!!! Aí é que você se engana: tem sempre uma mulher semi nua e que às vezes fica literalmente nua, pra deleite dos marmanjos. Normal e normal! Afinal, só vai ver mulher gostosa(??) pelada quem não é "casco fino", como bem qualifica meu amigo Al Cícero de Jacobina. Homem, no mais puro sentido medieval da palavra, gosta de mulher, com tudo que uma fêmea da espécie tem de ter! O que é condenável são os "pais" e "mães" levarem seus filhos menores (tinha uma mãe com um filho de 7 dizendo que não viu nada demais!!) para essas festas de adultos. Amigos meus que lá estiveram, relataram que, quando a tal "Mulher Mamão" se empolgou em determinado momento, tirou a calcinha e escancarou!! É esse o ambiente para você levar uma criança? Imaginem o caldeirão que não estava: sons alucinantes e variados, bebida  a rodo, mulherão se exibindo...! Aí já viu. Esses amigos também me contaram que no burbirinho para ver a "polpa do Melão", alguns mais exaltados e excitados, aproveitando o aperto, masturbavam-se "de boa"!! Aí você leva seu filho menor, sua filha menor para presenciarem tudo isso e se amanhã acontecerem os desvios de conduta, a quem creditar a culpa? A Deus? Sim porque é comum ouvirmos "dei tudo a meu filho, fiz tudo..., por que meu Deus"? Não é verdade? O quê realmente você deu ou dá aos seus filhos? Já se fez essa pergunta? Gostei da explicação do Conselho Tutelar nos Blogs locais. As pessoas parece que querem se eximir das suas responsabilidades enquanto pais ou responsáveis e acham que o Conselho Tutelar "pode tudo"! Não é bem assim. Eu até acho que se esse Conselho tivesse poder absoluto, a primeira atitude correta seria encarcerar pais e mães que expõem seus filhos menores a situações de certo modo degradantes e de alto risco para sua formação de cidadãos. Acho que canja de galinha e um pouco de vergonha na cara não fazem mal a ninguém!! Vejam abaixo uma foto do Blog Agmar Rios Notícias:


Olhem que espetáculo de péssimo gosto!! Muitas crianças para verem uma "coisa" em forma de bunda deformada!!

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Parabéns Mairi FM!!!

Surpresa!! Surpresa muito boa, ontem, ouvindo a Rádio Mairi FM na transmissão do Campeonato de Futebol a partir do campo do Coqueiro! Muito boa a qualidade da transmissão e a maravilhosa surpresa: a capacidade da equipe. Não tinha ouvido antes uma transmissão e ontem fiquei feliz. Temos um excelente narrador, acho que o nome é João, não o conheço, mas está absolutamente no caminho certo. E confesso que é bem melhor que muito narrador de grandes rádios. Os comentários estavam a cargo do meu amigo Kaytano que deu um show à parte: centrado e coeso, seus comentários foram muito bem colocados. Não conhecia esse lado do Kaytano. Sabia que ele era um apaixonado pelo futebol mas não sabia que havia nele um bom comentarista. De parabéns portanto, a equipe esportiva da Mairi FM! Show de bola mesmo. Espero que o sucesso seja reconhecido e que as pessoas invistam cada vez mais nas pratas da casa, como forma de estimular e descobrir novos talentos. Muito bom.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Esperteza não tem idade!!

De 1980 a 84 morei no Paraná, em duas cidades. A última foi Guarapuava, às margens da BR 277, tendo como destino final Foz do Iguaçu. Todos sabem que é por Foz que se entra no Paraguay, pela famosa Ponte da Amizade. Todos sabem também que lá a fiscalização é meio rigorosa. Pois bem: um belo dia, aponta do lado paraguaio uma velhinha com uma reluzente lambreta vermelha e um emorme saco na garupa. Os policiais e os agentes da Receita param a distinta senhora.  Ela, atendendo à solicitação do "guarda", mostra seus documentos e os da lambreta.  "E esse saco"? Pergunta o "cara" da Receita.  "É capim"! "Abra por favor"! A senhora derrama o conteúdo do saco e confirmam: capim!! "Tudo bem, pode ir  e boa viagem"! Na outra semana, olha a velhinha de novo, com a lambreta vermelha e o enorme saco! Parada pela fiscalização, mostrou todos os documentos e provou ser capim, o conteúdo do saco. Na terceira semana,  parou e os policiais mandaram-na seguir em frente. Foi assim por 2 ou 3 meses. Um dia os agentes pararam a velhinha e convidaram-na para um chá nas dependências da guarita. O da Receita pergunta: sabemos que a senhora passa com contrabando. Prometemos deixar a senhora passar por mais três meses se nos disser o quê é. Sabemos que a história do "capim que só dá do lado paraguayo" é mentira. Então"? A velhinha calmamente responde: "Da terceira semana em diante eu contrabandeei lambretas! Eram sempre da mesma cor que a minha que passei duas vezes. Mas os senhores só enxergavam o enorme volume na garupa..."!! Bom, essa história rolava pela região como verdadeira. E deve ter sido verdade. A lição que fica é que o óbvio na maioria das vezes não é desprezado. Olhem ela aí!!!

A velhinha esperta! 



segunda-feira, 20 de julho de 2015

O Chaveiro da Rua 32!!

Hoje é um dia especial! Não por ser o Dia do Amigo, mas por ser mais um dia em que estou vivo, sob a graça de Deus. Se nós bem soubéssemos, a todo dia, a todo instante, lembraríamos de agradecer a Deus pelos nossos dias. A gente vê tantas situações inacreditáveis em que pessoas perdem a vida e outras em que, inacreditavelmente, escapam com vida, de situações consideradas impossíveis de haver sobreviventes. Pois é: a graça de Deus é infinita. Mas hoje, também por ser o Dia do Amigo, quero fazer um agradecimento especial aos amigos que fiz durante toda minha vida. Começo pelos amigos que fiz na minha cidade, quando vim da roça aos 7 anos, depois, aos colegas de colégio e ginásio, aos amigos que fiz na agência do Banco do Brasil de Mairi onde comecei minha carreira de bancário, depois, aos amigos do BB de Paranacity, no Paraná, aos amigos da agência centro de Salvador, aos que me deram suas amizades na agência de Guarapuava  - Paraná, aos amigos da EBAL, empresa que administra o Programa Cesta do Povo e, finalmente, aos mais recentes, quando tomei posse na Secretaria de Saúde do Estado, como Motorista. E estou até hoje. Na verdade, como estou em processo de aposentadoria, meu último local de trabalho foi a Diretoria de Vigilância Sanitária e Ambiental - Divisa. Pude, ali, comprovar o que é realmente uma amizade! Pude desfrutar da companhia de algumas das pessoas mais incríveis que conheci. Vou fazer uma comparação meio esdrúxula entre mim e um Chaveiro.
É comum a gente desenvolver uma atividade paralela àquela que nos dedicamos no dia a dia. Pois é: comigo não foi diferente. Além de Motorista Oficial da SESAB, também me dedico à música com o estudo da Viola Caipira, recentemente incorporando a Guitarra nesses estudos e, por fim, resolvi aprender o ofício de "chaveiro"! É: Cha-vei-ro! No meu caso, uso a poesia para comparar minha habilidade ou falta dela em amealhar amizades. Por isso, considero-me um "chaveiro". E como todo profissional, o começo é sempre difícil, sempre cercado de incertezas, cercado de dúvidas quanto ao sucesso na escolha, etc. Por isso eu me considero um "chaveiro" iniciante. As primeiras chaves certamente não abrirão as "portas" ou, se abrirem, sempre haverá um incômodo devido à imperfeição na confecção da "chave". Quero agradecer imensamente a todos os amigos que permitiram ser minhas cobaias no experimento das minhas "chaves" de abrir corações. Confesso que alguns, por obra do destino ou acaso, foi muito fácil fazer a "chave" girar na "fechadura". Parecia que a "porta" já estava aberta. Outros, precisei de um pouco mais de tempo para aparar algumas arestas na "chave" para que pudesse girar facilmente. Peço perdão com imensa tristeza às pessoas que passaram na minha vida na escola, no ginásio, no Banco do Brasil, na EBAL, na SESAB, nos lares e bares, pela minha incapacidade de moldar a "chave" certa para abrir seus corações. Creiam: a culpa é absolutamente minha pois tenho ciência das minhas limitações na confecção de "chaves". Até agora tenho sido um "chaveiro" sofrível. É pouco. Quero e posso ser muito melhor. Portanto, aproveitando hoje, Dia do Amigo, quero novamente agradecer àqueles cujos corações foram "moleza" para abrir e entrar, como quero pedir àqueles que compartilharam comigo de tantas oportunidades de ouro para abrirmos os corações e não o fizemos, desculpas. Reconheço que preciso me reciclar e até já fiz matrícula no SEBRAE no curso de "Chaveiro"! Segundo os "instrutores", vou ser capacitado em abertura de cofres, troca de segredos, chaves codificadas, etc. Em resumo, ficarei craque na confecção de chaves para abrir qualquer coisa que precise de uma. Mas eu só quero aprender a fazer "chaves" que abram corações!! A grande dúvida é: depois de super qualificado, ainda encontrarei os corações que passaram pela minha vida? Depois de tanto tempo, será que ainda aceitariam uma tentativa de "abertura"? Por essas e outras, é que peço a vocês: tentem fazer suas "chaves" com o maior capricho e carinho possíveis. Às vezes, não precisamos fazer cursos para nos aprimorar em alguma coisa. Basta que, como "chaveiros", consigamos fazer a chave especial que primeiro abra nosso coração. Se assim for, veremos que todos os outros corações não estarão "trancados".
Feliz dia do Amigo e felizes novas amizades a todos. Meus votos sinceros!!

domingo, 19 de julho de 2015

Que tal uma visitinha?

Resultado de imagem para fotos do amanhecer
Um bom da!


Resultado de imagem para fotos do amanhecer
Bom Domingo!
Bela manhã de domingo, sol brilhando e vez em quando, uma pontinha de frio. Nada que incomode. Apenas para nos lembrar que estamos no inverno. Que tal aproveitar bem esse dia? Nós sempre dizemos que não temos tempo pra nada, que a vida é um corre-corre, que o dia deveria ter 30 horas, como na propaganda daquele banco, etc. Quantos amigos a gente tem tão pertinho e sequer ligamos pra dar um alô? Agora, depois das redes sociais, trancamo-nos em nossos quartos ou "castelos" e, cômoda e friamente, enviamo-lhes, quando muito,  uma mensagem. Até esquecemos que o aparelho que temos nas mãos é, também, um telefone! Ficamos tão ávidos por acessar a Internet que gastamos muito mais com os provedores desse serviço, e não nos damos conta de que uma ligação poderia sair infinitamente mais barato. Até porque todas as operadoras tem planos com ligações ilimitadas. Aí vem a notícia que aquele seu amigo, doente há vários dias, faleceu! "Nossa...! Que chato"! Você pensa. Na verdade bate o remorso, aquele sentimento de culpa por não lhe ter feito uma visitinha sequer, limitando-se, através das redes sociais, a mandar-lhe votos de pronto restabelecimento. Fácil, prático e rápido..., e frio! Tudo isso sem sair de casa. Ah! E numa dessas mensagens você fala que "qualquer dia passo aí para um papo. Deixa só arranjar um tempo"! Já repararam que quando nossos entes queridos morrem a gente sempre ENCONTRA tempo para ir ao enterro? Até quem mora em outro Estado encontra dinheiro pro avião e tempo para a despedida. Não teria sido melhor encontrar um tempinho para uma tarde antes que esse ente morresse? Certamente que uma visita em vida teria muito mais importância do que sua presença no enterro. Seu amigo não lhe poderá sorrir, mostrando quão feliz ficou com sua simples visita de dez mutos. Pense nisso! Eu peço aos meus amigos: se quiserem me dar um presente, será uma visita EM VIDA! Depois de morto infelizmente não poderei agradecer a ninguém com um sorriso. apenas com a expressão sombria dos que ali não mais estão! Grande abraço a todos e, como hoje é domingo, que tal a gente visitar um amigo?