sábado, 27 de setembro de 2014

A Eleição dos Canalhas!!!

É duro minha gente!! É duro ver os rumos que o País está tomando. Eu já havia dito que o Brasil está feio. Retiro o que disse antes. O Brasil está horrível, podre. Eu sabia que todos os políticos fazem algumas "artes" para se elegerem. Se for uma "arte" lícita, tudo bem. Mas não: no País dos ladrões, os políticos que concorrem nessas eleições chamaram, abertamente, os brasileiros de imbecis, idiotas, analfabetos e outras escrotices mais. Vejam essa matéria publicada no site da Folha de São Paulo e me digam se esses bandidos merecem seu voto. Reparem que todos e de todos os partidos e coligações, jogam na cara dos brasileiros que nem para fazer parte das suas campanhas nós prestamos. Na verdade, só prestamos para ser explorados e roubados por eles, depois de eleitos. Aí somos bacanas..., ou babacas! Sabem de onde vem as caras (afro descendentes) sorridentes? E o casal de (afro descendentes) no aparelho de ultrassonografia? E as criancinhas (afro descendentes!! Ufa!!!) que aparecem na campanha de um candidato ao Senado pela Bahia? Pois é: vejam a matéria e fiquem putos da vida, como eu!! Vou dar uma banana (verde e dura!!) bem grande a esses canalhas!!! Tá puxado!!

terça-feira, 16 de setembro de 2014

...E a gente achando que já sabia de tudo!!!

Sobre a nossa querida e outrora pujante Petrobrás, veja o que um Auditor escreveu:
QUANTA INCOMPETÊNCIA e EMBROMAÇÃO!!!  POBRE BRASIL!!!

A VERDADE sobre a FALÊNCIA da PETROBRAS
Uma visão Contábil-Econômica e sobre o seu futuro. Publicado em "Opinião".

Dedinho de Prosa 1

Você lembra, há sete anos, nosso então presidente afirmando que, pela 1ª vez na história deste país, o Brasil alcançou a autosuficiência na produção de petróleo ?

Eu lembro !!!

E qual é a verdade passados 7 anos ?

A VERDADE é que a Petrobras tem produzido cada vez menos, mesmo encontrando cada vez mais jazidas.
Só em 2012 o Brasil importou R$ 15 bilhões em derivados de petróleo.
Nesses 7 anos a balança comercial do petróleo e derivados apresentou um déficit superior a R$ 57 bilhões. Para se ter uma ideia, isso supera os R$ 50 bilhões que o governo pretende investir este ano em Infraestrutura.
Em 2012 a produção da Petrobras caiu 2%.
Começamos 2013 pior ainda: A produção de janeiro caiu 3,3% e fevereiro recuou 2,25%. A Petrobras está “crescendo” que nem rabo de cavalo: pra baixo.

Dedinho de Prosa 2
Você lembra que a 1ª coisa que o Presidente Lula fez (depois de tomar um Romanée Conti) foi cancelar as compras das plataformas para a Petrobras que o FHC tinha feito, pois era um absurdo comprar coisas do estrangeiro sendo que nossa indústria naval esta sendo sucateada?
Eu lembro !!!
E qual a verdade passados 10 anos?
A verdade é terrível e passa pelo que este governo aprendeu a fazer (não sei como): Maquiagem de balanço.
Este atual governo levou a Petrobras ao limite máximo (perigoso) de endividamento, ou seja, quase 3 vezes a sua geração de resultados.
Assim, decidiram não mais endividá-la, contabilmente, e, como cada plataforma custa R$ 3 bilhões, cancelaram as compras nacionais, levando o Sindicato Naval a denunciar a perda constante de postos de trabalho.
E como estão fazendo?
Simples! Em vez de comprar, alugam. Assim, a contabilização é em despesa e não em passivo a pagar.
Mas quanto fica esse aluguel? Mais barato que comprar?
Em 2011 a Petrobras gastou R$ 4 bilhões em locação. Em 2012, R$ 6 bilhões.
Mas pelo menos contratou empresas brasileiras?
Todas as locações de plataformas são de empresas estrangeiras.
Na realidade não sei se isso é maquiagem do balanço ou maquiagem do destino final do dinheiro.

Dedinho de Prosa 3
Você lembra que o PT, para ganhar as eleições, dizia o tempo todo que é contrário às privatizações? E que exemplo de gestão pública é o caso da Petrobras?
Eu lembro !!!
E qual é a verdade?
A resposta já seria fácil só pela simples leitura do acima. Mas deixem-me prosear mais um causo.
Em 2006 uma empresa belga comprou uma falida refinaria no Texas por US$ 42 milhões. Poucos meses depois essa empresa vendeu essa refinaria por US$ 1,2 bilhão. Adivinha quem foi o felizardo comprador?
Isso mesmo, a "nossa" Petrobras.
Passado pouco tempo, acredite, a Petrobras verificou que tinha feito um mau negócio e resolveu vender a tal refinaria. Mandou avaliar. Foi avaliada por menos de US$ 100 milhões. Colocou à venda. O Tribunal de
Contas da União resolveu investigar essas "negociações" que gerariam um prejuízo de mais de US$ 1 bilhão.
A Petrobras suspendeu imediatamente a venda. Só no balanço do ano passado constam mais de R$ 450 milhões de despesas com essa "estupenda" refinaria.
Mas isso são negócios no exterior. Como são os negócios da Petrobras no Brasil? São rentáveis?
O antecessor da Dilma, aquele aposentado por invalidez (por não ter um dedo), selou um acordo com outro ex-presidente, grande estadista, o Chávez (que já morreu), para construção da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. Os 2 calcularam, na ponta do lápis, o desembolso da Petrobras nessa Parceria: R$ 5 bilhões.
Qual a realidade atual?
O último relatório da Petrobras aponta um custo até hoje de R$ 35 bilhões. Mais ou menos !!!

Mais duas prosinhas:
Nas vésperas de eleições o nosso nordestino presidente lançou a construção de 2 Refinarias Premiums. Onde? Uma no Maranhão e outra no Ceará.
E como estão? Projetos suspensos.
Por quê? Agora constatou-se que não há certeza da rentabilidade na operação dessas refinarias.
Vendo tudo isso, me rebelo: Deus foi injusto em levar o Chávez.

Dedinho de Prosa 4
Você lembra da cena daqueles 4 dedinhos sujos de petróleo? Nosso ex-presidente em cima de uma plataforma sujando a mão no óleo (acho que foi a única vez na vida) para convencer os trabalhadores a retirarem o dinheiro do FGTS e investirem na Petrobrás?
Eu lembro !!!
E o que aconteceu?
Os trabalhadores perderam 50% do patrimônio que retiraram do FGTS.
Mas como isso aconteceu?
O Mercado Financeiro, que não é controlado ou subornado por ninguém, começou a perceber como é de fato administrada a Petrobrás e sua avaliação não para de cair.
O Mercado, e os investidores, perceberam que a empresa está sendo manipulada para fins políticos, ou como “cabide de empregos” ou para mascarar a inflação, não reajustando seus preços a parâmetros internacionais.
Pior ainda. A Petrobras ajuda nossa vizinha Argentina a aprimorar essa prática de mascarar a inflação.
Como assim?
Simples: na Argentina a gasolina é vendida nos postos a, aproximadamente, o equivalente a R$ 0,98 o litro (aqui você sabe que pagamos em média R$ 2,80).
Como consegue isso?
A Petrobras exportou, durante anos, para a Argentina gasolina a R$ 0,65 (gasolina sem mistura com álcool).
É por essas, e outras, que a Petrobras é uma amostra do que acontece na administração total do nosso país, inclusive levando o Brasil a registrar um déficit na balança comercial, no 1º trimestre de 2013, de US$ 5,1 bi, algo que não acontecia há 12 anos.
Neste ano a Petrobras completa 60 anos. Seu slogan mais forte é:
O PETRÓLEO É NOSSO.
A pergunta atual é: E o dinheiro vai pra quem?


Dedinho de Prosa 5

Pérai – estará dizendo o meu infortunado leitor – o título preconiza 4
dedinhos de prosa e você chegou no 5 ?

Pois é. Eu tenho 5 dedos em cada mão, trabalho honestamente e não
estou aposentado. E não poderia deixar de relatar minha visão sobre o
futuro da Petrobras, sua atual direção e o pré-sal.

Atualmente a Petrobras é presidida por Graça Foster. Nasceu no
Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, começou a trabalhar com 21 anos como estagiária na Petrobras, formou-se em engenharia na Universidade Fluminense, foi promovida para engenheira de perfuração e hoje é Presidente da Petrobras. Ah, quase esqueci o mais importante, de 2003 a 2005 acumulou também a função de secretária da Dilma.

Com essa vasta experiência acadêmica, profissional, internacional e de
gestão, a Graça fechou o balanço da Petrobras de 2012 apresentando um Passivo a Pagar de R$ 332,3 bilhões, tendo apenas como Ativo
Realizável R$ 118,1 bilhões. Ou seja, a Petrobras deve 3 vezes o que
tem em caixa. Apresentou também em 2012 o menor lucro dos últimos 8
anos, R$ 20,9 bilhões, embora a receita bruta cresça em torno de 20%
ao ano. Diante desse cenário, a Graça resolveu “gerar” dinheiro, pois
serão necessários para o pré-sal R$ 237 bilhões até 2016.

Tanto investimento no pré-sal, mas ele dará retorno?

Ninguém sabe.

Veja, de 1980 a 2004, o barril de petróleo era negociado a US$ 40.

De 2004 a 2009 a US$ 70 e hoje na casa do US$ 90.

Mas essa cotação está caindo pois as reservas mundiais de petróleo
estão abarrotadas. Os EUA estão com o dobro da capacidade estocada.

A tendência é de queda. Cada vez mais se descobrem, e são adotadas,
novas alternativas energéticas.

Ai que mora o problema.

O petróleo do pré-sal custa em torno de US$ 50 a 70 para ser extraído.
Se o preço internacional cair abaixo disso? Gastaremos mais para vender por menos? E as novas alternativas energéticas?

Mas a Graça tem que dar continuidade ao projeto, tem que gerar dinheiro.
Mas como? Vendendo os ativos da Petrobras, atitude essa como qualquer empresa em fase pré-falimentar faria.
Ah, vendendo ativos não operacionais e defasados?

Não! Vendendo tudo que gera energia renovável, como parques eólicos,
centrais hidrelétricas e termelétricas.

Mas isso tem lógica? Ela decide tudo isso sozinha?

Não! Ela recebe ordens do Presidente do Conselho de Administração da
Petrobras: Sr.Guido Mantega.

E o Mantega responde a quem?

Bem, o chefe continua em plena atividade. Nos últimos meses, de jatinho particular, ele está “ajudando” o amigo Eike Batista e seu
diretor Pires Neto (afastado em 2013 do Ministério dos Transportes por escândalos ligados a mensaleiros) a vender sondas petroleiras que a OGX comprou no exterior e que não têm utilidade.

E o “coitado” do Eike pediu auxilio ao companheiro, pois as ações da
OGX já caíram 90% neste ano.

Adivinhe como vão ajudá-lo? Adivinhe para quem eles estão tramando a
venda dessas inúteis sondas?

Para a Petrobras!!!

O Chefe deu mais ordens: Em agosto de 2012 a Dilma lançou o “pacote
ferroviário” de R$ 91 bilhões. Principal meta: escoar o petróleo do pré-sal.

Advinha o principal beneficiado com as primeiras estradas de ferro?

Eike Batista.

Pior. Além de utilizarem dinheiro publico para atender uma empresa
privada, fizerem um acordo chamado Modelo Ferroviário.

Sabe como funciona?

Simples: Por esse Modelo o Eike não precisará colocar nenhum centavo para o transporte. O governo pagará tudo.
Funcionará assim: Uma empresa constrói as ferrovias; o governo compra toda a capacidade de transporte e repassa para as empresas interessadas em usar os trilhos. Se não houver demanda, ou se for parcial, o governo paga totalmente a conta.

Não é um excelente negócio?

Não para a Petrobras. Não para o Pais. É bom para …

Depois de relatar tudo isso, se você ainda estiver lendo, e eu puder
dar um conselho antes das próximas eleições, aí vai: Nunca compre
ações da Petrobras, enquanto o governo for do PT !!!

Marco Antonio Pinto de Faria
Bacharel em Ciências Contábeis, Administrador de Empresas, Auditor, Presidente e Fundador do Grupo SKILL composto por empresas atuantes no mercado há 34 anos, oferecendo serviços de Consultoria Tributária, Contabilidade e Tecnologia da Informação. Integrante do IBRACON – Instituto dos Auditores Independentes do Brasil.

O Brasil que constrange!!

 Nunca foi tão vergonhosa a situaçāo política vivida hoje no Brasil! Há muito tempo que os Presidentes são alvos de piadas sarcásticas, por vezes mostrando o lado cômico desses governantes. Nos tempos atuais o que era pra ser gozação  passou a ser escrache, falta de respeito mesmo. Agora, de quem é a culpa? Será que o povo pisado, desrespeitado o tempo todo, deve ter algum respeito por quem o ignora e não lhe considera? Quando vejo publicações estrangeiras onde nossos atuais governantes aparecem como motivo de chacota, fico realmente triste. Por outro lado vejo a falta de pudor, decência, caráter e respeito com adversários do PT. Lançam infâmias desmedidas contra seus concorrentes, se esses lhes ameaçam perder as benesses do poder. É o que está fazendo a coordenação de campanha da presidente Dilma, com o seu aval. Segundo Dilma, Marina vai entregar o Banco Central aos banqueiros e vai abandonar o Pré-sal! Na propaganda do PT, a comida sumirá dos pratos das famílias e as letras sumirão dos livros das crianças, numa alusão a possíveis cortes de verba para a educação, com o abandono da área do Pré-sal, como afirma a difamação petista. Eu só perguntaria à Presidente Dilma uma coisa: Por quê, após doze anos, o Brasil continua em penúltimo lugar no ranking da OCDE, numa pesquisa envolvendo 45 países (fonte Veja, edição 2391) ficando à frente apenas da Indonésia? Será Marina o "desastre" do Brasil?

domingo, 7 de setembro de 2014

Banco do Brasil dificulta atendimento!

Estou fazendo esta postagem para, além de reclamar do atendimento ao cliente em fins de semana e feriados no Banco do Brasil, também para me servir como documento, em caso de problemas futuros. Aproveitando que desci do ônibus ontem, 06 de setembro de 2014 em frente a uma agência BB, fiz um saque e solicitei 12 (doze) folhas de cheques. Feito todo o procedimento a impressão teve início com a mensagem na tela do caixa eletrônico "Imprimindo folha 1 de 3 ". Lembrando que cada folha impressa contém 4 (quatro) cheques. Assim que retirei a folha nª 1 a transação foi encerrada. Olhei no compartimento por onde saem as impressões e estava tudo em ordem. Achei que houve falha e refiz a operação, solicitando mais 8 (oito) cheques. A impressão começou e a folha que deveria sair, retornou para o interior da máquina, encerrando a operação. Liguei imediatamente para a Central de Atendimento do BB e fui orientado a desbloquear a senha de 4 quatro dígitos. Voltei ao terminal de auto atendimento, fiz o procedimento e a senha nem só não foi desbloqueada, como apareceu a mensagem  "comparecer à sua agência"! Bom, não existe um canal de atendimento pela internet onde o cliente possa registrar essas ocorrências imediatamente. O Banco tem uma Caixa Postal absolutamente segura que você acessa de dentro da sua conta. Quando foi criada, era possível você enviar mensagem para o banco para tratar de vários assuntos. Não sei o motivo da retirada dessa opção mas agora apenas o banco pode lhe enviar mensagem. E normalmente o faz oferecendo algum produto seu ou de parceiros. Um verdadeiro atraso, a meu ver. Outro detalhe importante: se o cliente fica algum tempo sem utilizar a Central de Auto Atendimento a sua senha de 4 dígitos expira ou é bloqueada, levando você a procurar uma agência. Nos dias corridos de hoje, vou ter tempo de ir a Mairi, onde mantenho conta, já que moro em Salvador!! Por essas e outras é que o Banco do Brasil vem acumulando antipatia gratuita dos seus clientes  afastando-os das suas agências. Só para registro, as quatro folhas de cheques que foram impressas, têm a seguinte numeração:
xxxx85, xxxx86, xxxx87 e xxxx88.

sábado, 6 de setembro de 2014

"...Só se vê no Brasil"!!

Existem coisas tão fascinantemente absurdas que só são encontradas no Brasil: Ministro do Supremo, formado em Direito por uma faculdade meia bôca, que entrou no Tribunal de Justiça do seu Estado pela porta da escada de incêndio, aproveitando um descuido dos que saiam e que virou, finalmente, ministro da mais alta Corte por indicação de um antigo patrão. Outro, que também virou ministro dessa mais alta Corte, nunca foi aprovado num concurso para Juiz, mas por servir a esse mesmo patrão também ganhou sua cadeira nessa mais alta Corte. Começo a acreditar que essa tal "mais alta Corte", com raríssimas exceções, está se transformando ou já se transformou, num depósito de "Sanchos Panças", que servem a um Quixote caolho e mal intencionado. E se mais uma luz se acender (e Deus queira que não) no "poste", teremos no mínimo mais cinco "Sanchos" a servirem ao seu "Dom"! Aí vai tudo pro brejo, de "mala e cuia"! Vejam mais esse artigo do Augusto Nunes, de Veja:

10/12/2009
às 1:01 \ Direto ao Ponto

Radiografia de uma fraude (4): o país em que Dilma vive tem até trem-bala

Num dos incontáveis comícios promovidos para celebrar o bom ritmo de obras que nunca ficam prontas, o presidente Lula informou que o trem-bala prometido para aquele ano teria de esperar um pouco mais. ”É uma coisa muito grande, mas está tudo mais ou menos encaminhado e a licitação vai ser feita em outubro”, avisou em 26 de abril de 2008.
De onde viriam os R$ 9 bilhões que serão engolidos pela maravilha ferroviária ligando o Rio a São Paulo e Campinas? Lula replicou com um sorriso superior e outra bazófia:  “Neste momento, a companheira Dilma está no Japão e na Coreia mostrando o projeto para países mais ricos e empresas que têm tecnologia, a fim de participarem junto do consórcio de empresas brasileiras”. Era esperar pela viagem de volta e correr para o abraço.
A licitação prometida para outubro, que permitiria ouvir o apito na curva até o fim de 2012, já completou dois anos de inexistência. Como não se constrange por tão pouco, Dilma se orgulha do monumento à modernidade ainda no papel. Neste dia 4, baixou em Berlim para prosseguir a missão iniciada no Japão e na Coreia. Pronta para embarcar num trem-bala alemão, transferiu a viagem inaugural do similar brasileiro para 2014.  “Antes da Copa do Mundo do Brasil”, animou-se.
A coisa demorou, mas em compensação ficou maior, soube o país na continuação da discurseira:  ”A gente exige transferência de tecnologia, porque esse é o primeiro trem. Você tem outras possibilidades de construção de trens de alta velocidade no país”. Em seguida, Dilma presenteou com trens-balas também os eleitores de Curitiba, Brasília e Belo Horizonte. Por enquanto.
O Brasil real não conhece nenhuma obra notável concluida pela ministra. O Brasil em que Dilma caça votos inaugura um deslumbramento por mês. Lá a vida é uma beleza. Lá se vive como rei. Lá a pobreza é uma lembrança tão longinqua, tão remota que os pobres já nem se lembram dos tempos em que faltava dinheiro para comprar passagens de avião. Lá há aeroportos de sobra, e só São Paulo tem três.
O terceiro começou a tomar forma em 20 de julho de 2007, quando Dilma  descobriu como acabar com apagões e desastres.  “Determinamos a construção de um novo aeroporto e os estudos ficarão prontos em 90 dias”, pisou fundo já na largada da entrevista coletiva, caprichando no plural majestático. ”Estamos determinando que a vocação de Congonhas seja de voos diretos, ponto a ponto”.
Como conexões e voos internacionais seriam banidos de Congonhas ”em 60 dias”, não havia tempo a perder. Nenhum detalhe escapara à astúcia da Mãe do PAC.  ”Tivemos de tomar precauções sobre a área de segurança ao redor do aeroporto”, exemplificou. Onde seria construído o mais confortável e mais seguro aeroporto do planeta?, excitaram-se os jornalistas. “Não sabemos onde será e, se soubéssemos, não diríamos”, ensinou a superexecutiva a serviço da pátria. ”Jamais iríamos dizer isso para não sermos fontes de especulação imobiliária”.
Passados dois anos e meio, Congonhas e Cumbica continuam onde estavam:  à beira do colapso. A tia do terceiro aeroporto mudou de rosto e de status: é a sucessora que Lula escolheu. O que continua é a farsa que se arrasta há mais de 30 anos. O Brasil que pensa já sabe que lida com um Pacheco de terninho. Falta rasgar o que resta da fantasia.
Sem saber atirar, Dilma Rousseff virou modelo de guerrilheira. Sem ter sido vereadora, virou secretária municipal. Sem passar pela Assembleia Legislativa, virou secretária de Estado. Sem estagiar no Congresso, virou ministra. Sem ter inaugurado nada de relevante, faz pose de gerente de país. Sem saber juntar sujeito e predicado, virou estrela de palanque. Sem ter tido um só voto na vida, virou candidata à Presidência.
O Brasil anda muito estranho. Tão estranho quanto Dilma Rousseff.

A melhor definição de Marina!!

"Pescado" da coluna do Augusto Nunes, de Veja, artigo do Reynaldo-BH, definindo exatamente o que é e como será a Marina Silva. Prá variar, nossas opiniões se confundem no quesito desfaçatez!

01/09/2014
às 17:07 \ Opinião

Reynaldo-BH: ‘Sabemos o que é Dilma e o que Aécio é. Marina Silva é o quê?’

O que é Marina Silva? Sabemos o que é Dilma Rousseff, o poste búlgaro. E Aécio, o hesitante que se esqueceu das montanhas de Minas. Mas e Marina? Quem é?
Uma política profissional que nasceu no partido que aproveitou o discurso da falsa ética para ser pior que qualquer outro.

Foi vereadora, deputada, senadora e ministra do PT. O mesmo PT dos ladrões presos, do líder ignorante e da presidente que não consegue ser inteligível.
Confortavelmente instalada nas salas do poder, usufruindo das benesses, deixando-se ser usada pelo desastre sociológico com nome de molusco, Marina cresceu e se transformou em uma sólida alternativa de poder nestas eleições em que até recentemente estava relegada ao segundo plano.
Se tínhamos Dilma a “muié do homi”, hoje temos a “viúva do outro”.
Agora sabemos que, após ser senadora e surpresa da últimas eleições, usou este capital político para faturar como palestrante mais de R$ 1,6 milhão de reais (média de R$ 41 mil/mês). Há algo de errado nisto? Não. Paga quem quer ouvir.
O que é profundamente hipócrita é Marina se apresentar como símbolo do “novo”, como detentora dos direitos autorais de uma “nova política” sem sequer indenizar Fernando Collor, inventor dessa derivação que parece prescindir de partidos ou da própria democracia.
Desonestidade intelectual e esperteza política indecente. Embora ainda longe do banditismo do PT, indica uma tendência preocupante.
A falsificação do que é diminui – e muito – o que Marina poderia ser. Mas nunca foi ou será.
Marina é somente uma cópia de Lula sem a mitomania e a menos valia do senhor dos postes apagados e fios desencapados.
Marina é uma Dilma que consegue não falar nada, mas alguma lógica, sem espancar a língua pátria ou defender bandido de peito aberto.
Marina preferiu o caminho mais fácil: copiar tudo que o PT prometia e jamais cumpriu. Em nome do mesmo messianismo que o filho do barril encarnou. Até porque estudou e parece não ter azia ao ler jornal, Marina serve para demonstrar quão insignificante Lula foi e Dilma é.
Para ser presidente e recuperar este país é preciso mais. Muito mais.
Adhemar de Barros tinha orgulho em ser identificado com o “rouba mas faz”!.
Marina parece confortável com “ o não rouba e não faz”.  Não roubar é obedecer à lei e evitar a cadeia! Não é privilégio de ninguém. E fazer algo que prometeu, o mínimo que se espera de quem prometeu.
A questão central é que Marina promete nuvens. E estas mudam com os ventos. E a culpa sempre será do vento. Nunca do piloto.
E assim somos impedidos de ao menos cobrar o que Marina prometeu e se comprometeu.
Até aqui ela não se comprometeu com nada. O nada é incobrável.

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Incêndio no CAB!

Começou por volta das 9:00 hs um incêndio na Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, no Centro Administrativo da Bahia. O prédio que acomoda também a Secretaria de Saúde do Estado está parcialmente destruído pelo fogo. A área destinada à SJDH ficou totalmente queimada. Os bombeiros estão no local tentando debelar as chamas e preservar a área que serve à SESAB. Os materiais utilizados na criação de salas e outros espaços é de fácil combustão, o que ajuda o fogo a se propagar rapidamente. Veja abaixo as fotos e vídeos