sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Hoje é Dia do Folclore!!



Olha só que moleque simpático!!!
 
Lembrei-me que hoje o Brasil comemora o Dia do Folclore! E olhem que nosso folclore é riquíssimo de personagens, histórias e lendas, daquelas que botam as crianças pra dormirem mais tarde e morrendo de medo! Lembro-me perfeitamente das noites de lua no avarandado da Fazenda Licurisal, meu pai, minha mãe, algumas irmãs e um ou dois convidados a contarem "causos", invariavelmente sobre "bicho mal assombrado" que depois de grande identifiquei-os como sendo parte do nosso rico Folclore: "Mula Sem Cabeça", "Labisone", como sempre pronunciava Neco Carreiro, "Bicho da Meia Noite", que até hoje não sei e nem conseguiram explicar o que era mesmo, vindo eu a imaginar, depois de crescido, de que bem poderia ser o "Coisa Ruim", porque todos sempre arranjavam um apelido "Práquele que num se diz o nome", o Diabo!! Ave Maria!! Minha mãe fazia mil "arrodeios" quando se referia ao "Sujeitim do pé redondo"! Se pelava de medo. Ouvia casos e mais casos sempre deitado no colo de alguém: ora no de minha mãe, ora no do meu pai. Era de extasiar! A minha imaginação de "homem de 5 anos" viajava na velocidade daquela estrela que "se mudava" de noite! Bons tempos...! Já crescido e frequentando escola em Mairi, aprendi que os "bichos" que me assombravam a infância nada mais eram que nossos simpáticos personagens folclóricos. Simpáticos agora!! Queria ver achar simpatia era naquele tempo no avarandado!!! O que me levou a fazer essa postagem hoje, além de tentar homenagear a Cultura brasileira, foi passar o dia ouvindo que hoje era O Dia do Folclore, e me lembrei de um "causo" verídico que se sucedeu numa escola municipal perto da minha casa. Seguinte: uma Professora chega pra Diretora, minha amiga, e pergunta "como será a comemoração da Festa de Halloween da escola"? A Diretora com a calma de Jó, desafiou: "Querida - disse puxando-a em direção à lousa -, tome: escreva Halloween!! Se você escrever certo a gente faz a festa"!! Aí a Professora meio que amarelou e "...Mas...". A diretora falou: "Tá vendo, você não sabe sequer escrever o nome da festa que  quer comemorar. Além do mais, você é alienada e está querendo que as crianças cresçam comemorando o folclore dos outros? Será que os americanos fazem festas e trabalhos onde constem os personagens do nosso folclore? Eles conhecem o Saci Pererê, a Cuca, o Bicho-Papão, a Mula Sem Cabeça, etc., etc.? Qual nada! Trate de fazer atividade voltada para a nossa Cultura em vez de alienar-se e querer levar junto as crianças"!! Mas não tá certo? Quantas crianças hoje tem a companhia dos pais na fabricação dos seus próprios brinquedos e com os materiais disponíveis sem ter de comprar nada? Quantos pais hoje brincam de carrinho de rolemã com os filhos? Qual a tônica de hoje? O pai vai no shopping "guay" da vida e, por R$2,99 compra um brinquedo "made in Taiwan" e o moleque tem de se dar por satisfeito! E os que tem posses? Vão ao shopping ou pela internet compram i-Pad's da Apple e presenteiam seus filhos. Será que os pais de hoje não estão sendo tão alienados e alienadores quanto aquela Professora que queria festejar o Halloween? Claro que estão! E o pior é a gente constatar isso de pais que efetivamente tiveram infância e construiram, àquela época, os seus próprios brinquedos e se divertiram muito com essas atividades criativas. Era comum vermos crianças passarem dias com o brinquedo inventado  sem perder o entusiasmo! Hoje, um brinquedo eletrônico sofisticado e caro não dura dois dias. E se apresenta outro problema: o consumismo!! A criança passa a viver o consumo desenfreado porque as empresas de tecnologia, sabedoras da gana de consumir das pessoas, lançam produtos novos numa velocidade estonteante. Aí, o adolescente, para não "pagar mico" frente aos colegas, tem de conseguir comprar dois ou três i-pads ou i-phones por mês! Ah: se não tiver "rede social", esqueça!! Então, parabéns aos Professores que valorizam a Cultura do Brasil porque dessa forma estão também se valorizando. Que consigamos o perfeito equilíbrio do Saci Pererê e provocar nos invejosos o medo do Bicho Papão! Feliz Dia do Folclore para todos!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário