terça-feira, 1 de julho de 2014

Às vezes, ganhar é perder!

O bom de sermos humanos é a certeza de não sermos iguais, nem aos nossos irmãos gêmeos. E isso é absolutamente salutar porque temos o direito de ter opiniões diferentes para as mesmas coisas. Com a Copa do Mundo 2014 não poderia ser diferente: uns palpitam que a Holanda vai à final, outros que a Colômbia baterá o Brasil na próxima sexta, etc., etc. O bom disso tudo é que são opiniões pessoais e, portanto, merecem respeito mesmo que delas discordemos. Outro ponto que quero esclarecer às pessoas com quem converso é que, infelizmente, eu desejo que o Brasil não seja campeão nessa Copa. As pessoas têm quase que me crucificado achando que não sou patriota, que sou idiota e outros adjetivos menos "complacentes", por assim dizer. Estamos contagiados pelo clima verde e amarelo que tomou conta do País e isso mostra que, se realmente quisermos, podemos nos unir para salvar o País. Quem conseguiu que a Copa 2014 fosse realizada no Brasil? O então Presidente Lula e sua turma!! A situação do Brasil, na sua opinião, está confortável em relação ao crescimento de um modo geral? Como estão os serviços que, obrigatoriamente, têm de ser oferecidos pelo Estado? Você tem coragem de tomar um ônibus à noite em qualquer capital ou cidade de grande porte? Será que se você passar mal terá um pronto atendimento em hospitais da rede pública? Como está a escola do seu filho, ou melhor, como está o nível de ensino da escola do seu filho? Por essas e outras é que não torço para a Seleção perder simplesmente: para o bem do Brasil, a Seleção precisaria ficar sem esse título. Qual será o legado deixado por Dilma Roussef e sobre o qual faria sua propaganda de campanha com a certeza de ganhar o pleito? Certamente que o título de Campeã da nossa Seleção. Aí eu pergunto: se a Seleção ganhar, o Brasil ganha? Claro que não!! A Dilma está ávida para dar o "circo" ao povo brasileiro. Já dá o pão através dos "Bolsas-tudo"! E o título da Seleção seria perfeito: festas pelos quatro cantos do País, enquanto seus incansáveis patrulheiros iriam, na surdina, reajustando preços, criando decretos nocivos à Nação como um que está para ser assinado ("Sovietes" - espécie de conselhos de representação da sociedade civil), que levará o Brasil a ser uma Rússia dos velhos tempos! Por isso eu afirmo: às vezes, ganhar é perder. Com o título temos muito mais a perder. Esse é o meu ponto de vista. Aliás, não é coincidência que o nome do Blog seja igual! Pensem nisso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário