quinta-feira, 12 de junho de 2014

...E o "juizão" é brasileiro!!!

Esperava-se toda sorte de manifestação pró e contra a Fifa World Cup Brazil 2014, no momento da abertura do evento, na Arena Corínthians. Até as vaias à Presidente Dilma eram esperadas. Como eram esperadas as manifestações de carinho para com a seleção brasileira nos quatro cantos do Brasil. Afinal, apesar das "sombras financeiras" que envolveram essa copa do mundo desde a eleição do Brasil para sediá-la até a construção das famigeradas arenas, denunciadas em verso e prosa por fazerem as contas bancárias de alguns corruptos ficarem mais recheadas, ela está se realizando. Mas uma coisa são as manifestações de apoio ou não à realização desse evento grandioso, outra é a percepção, na estréia da nossa seleção, de que o Árbitro, apesar de ter os "olhinhos puxados", é brasileiro da gema!! Sim, porque não há outra explicação para a atuação do mediador japonês(??), totalmente favorável à nossa esquadra. Quem viu o jogo também viu, claramente, o quanto o juiz foi tendencioso na hora de marcar o pênalti inexistente no Fred, e uma falta no goleiro Julio Cesar, também absolutamente inexistente, que resultou no segundo gol croata, anulado. Temos sim jogadores extremamente talentosos e comprometidos e não necessitamos de "ajuda" para ganhar um jogo. Um exemplo de jogador determinado foi o Oscar que, após receber a bola, se livra dos dois zagueiros e, sem chances reais de realizar um bom chute, humildemente dá uma "bicuda" na bola, surpreendendo assim o goleirão que certamente não acreditava que um jogador da seleção brasileira fosse utilizar-se de recurso tão feio, aos olhos dos firuleiros ao redor do mundo. Não!! O gol de bico tem o mesmo peso do gol de bicicleta ou voleio! A diferença é que os firuleiros, quando acham moleza na marcação, humilham os adversários. O gol do Oscar foi um gol pensado no seu time, a Seleção Brasileira. De parabéns, portanto, o Oscar pelo belo gol. Foi um gol limpo, sem precisar da ajuda criminosa de um juiz que, se não for brasileiro, certamente é do PT. Né não?

Nenhum comentário:

Postar um comentário