sexta-feira, 28 de março de 2014

Itapetinga!! Quem diria!!

Trabalhei essa semana em Itapetinga, cidade que aprendi a gostar e admirar. Foi lá que vi pela segunda vez, a classe de mototaxista regulamentada, inclusive com coletes interessantes, onde têm duas alças para o passageiro segurar. Foi lá também que encontrei meu amigo e Maestro Toinho DiMairi e fizemos um sonzinho básico com a viola e seu impecável violão!! Fiz um post aqui mesmo no blog parabenizando a cidade e seus administradores. Dessa vez fiquei triste. Ouvindo o programa Resenha da Cidade, na rádio Cidade, algumas informações que foram divulgadas me deixaram triste. Justamente na cidade que tem um cartão postal lindo, o Parque da Lagoa, lugar de rara beleza e ponto de encontro para uma caminhada cercada de muita natureza, que tem a Reserva da Matinha, o Zoo da cidade, hoje, segundo os apresdentadores do Resenha da Cidade, abandonado e que não pode passar pelo que está passando. Itapetinga, referência nacional quando se fala da cotação da arroba do boi gordo, merece realmente destaque positivo. Infelizmente essa semana foi apurado, através de denúncia, que um servidor do Zoológico da Matinha, amigo do Prefeito e nomeado para o cargo, trocou um ovo de avestruz por alguns goles de bebida num bar do bairro Urbis!! Imaginem a situação: a Reserva está fechada para reforma já faz algum tempo, não se vê homens trabalhando, os vereadores de oposição NÃO podem entrar no Zoológico que, como sabemos, não é do Prefeito, mas da população, houve a denúncia da morte de um macaco-prego, houve esse furto comprovado do ovo do avestruz por preposto da Prefeitura que deveria coibir exatamente esse tipo de atitude!! Essa denúncia foi divulgada pelo blog do Diga Diga e causou repercussão nacional. Foi notícia no G1.com o que mostra o tamanho da indignação das pessoas. Outro detalhe divulgado pelo blog dá conta de que estudantes da rede municipal estão, a exemplo de Vitoria da Conquista, REVESANDO-SE nas salas de aula por falta de cadeiras para todos os alunos!! Bom, Conquista não foi o "exemplo" de administração Petista, quando teve à frente da Secretaria de Saúde do Município e Dr. Jorge Solla, posteriormente convidado a trabalhar no Ministério da Saúde? Se temos "Arenas padrão FIFA" e outros engodos mais, por que não temos Educação, Saúde, Transporte, Habitação e Segurança com o mesmo padrão? Gastamos bilhões para nos deleitarmos com obras efêmeras que durarão, no máximo, trinta dias. Depois, quase todas as Arenas serão demolidas ou readaptadas para receberem eventos "menores". Se o PT não cuida da administração de cidades importantes para a divulgação positiva da legenda, se também não se importa com uma cidade que é referência nacional quando se trata de gado bovino de corte e leite, então, vão se importar com o quê mesmo? Não!! Não me dêem a resposta. Outra denúncia do blog do Diga Diga é de que os vereadores da oposição também não entram nos Postos de Saúde da Família!! Dá pra entender o que o PT vociferava aos quatro ventos contra o FHC, por exemplo? O engraçado é que pegaram um Programa Social criado por D. Ruth Cardoso, acrescentaram mais uns trocados que pagaremos no futuro e se consideram "os pais dos pobres"!! O pior é que tem pobre tão pobre, que sai repetindo isso aos quatro cantos! Brigaram e bradaram contra a Censura, nos Governos Militares. Vejam essa matéria publicada no blog do Diego Rodrigues, (www.blogdodigadiga.com.br) e me digam onde está a intolerância. Antes, quero parabenizar a equipe da Rádio Cidade pelo programa Resenha da Cidade onde pude ver que a população faz as reclamações que precisam ser feitas, até porque entendo que os prefeitos não podem ver tudo que acontece nas suas cidades. Por isso mesmo têm seus Secretários para ajudá-los. Agora, querer tapar o sol com a peneira e tentar passar a imagem de que está tudo bem, sem de fato estar, é um pouco demais. Vejam a matéria:

Ameaça do “CAPANGA” do prefeito José Carlos a Blogueiro repercute em todo Estado

Prefeito José Carlos Moura ao lado de seu "CAPANGA"
Prefeito José Carlos Moura ao lado de seu “CAPANGA”
A tentativa de homicídio sofrida por este editor (Diego Rodrigues, do Blog do Diga Diga), na última quinta-feira (14), onde o “capanga”  do prefeito do Município de Itapetinga José Carlos Moura (PT),  conhecido vulgarmente como “Pedro Bala” tentou contra a vida do Blogueiro ganhou repercussão em todo Estado da Bahia, com destaque para as publicações no Site do “Bocão News”, “Voz da Bahia”, “Políticos do Sul da Bahia” e outros que são fáceis de encontrar em uma pesquisa no Google, em Itapetinga, os únicos blogs que não teve repercussão da matéria foram os ligados ao Prefeito.
O editor e diretor do Blog do Diga Diga já recebeu convites para participar de alguns programas de televisão onde estará relatando o caso para os espectadores. Após o registro na Polícia Civil do fato, um processo criminal será aberto, e o indivíduo será julgado criminalmente pelos atos, além de responder por outro processo civil por danos Morais e Materiais.
02
Em sua página o “CAPANGA” faz ironias
Em sua página o “capanga” comemora sua suposta fama, digladiando o Poder da Justiça. Na defesa do meliante está o advogado da Prefeitura Municipal de Itapetinga, Fábio Jules que é um dos maiores prestadores de serviços da PMI, fato este que está sendo questionado pela imprensa.

sexta-feira, 21 de março de 2014

"Arre Égua"!!!!!!!!

Vejam a capacidade oratória que tem a nossa Presidente!! O Augusto Nunes, de Veja, nos presenteia com trechos do discurso publicado no próprio Blog do Planalto:

 
 

 
Lamentável palavrório de uma “estadista”. Puxou ao ‘pai’:
 
 
 
 Neste 15 de março, depois de sobrevoar as áreas castigadas pela grande cheia do Rio Madeira, Dilma Rousseff concedeu em Rio Branco uma das piores entrevistas coletivas concedidas por um governante desde o Descobrimento. Num trecho do palavrório transcrito sem retoques nem correções pelo Blog do Planalto, a presidente caprichou na pose de detetive e identificou a responsável pela catástrofe: é a Bolívia. Desta vez, deixou Nelson Rodrigues em paz. Sobrou para Esopo, autor da fábula reescrita pela torturadora de textos alheios para transformar Evo Morales em lobo e garantir que o Brasil não é cordeiro. Seguem-se quatro dos piores momentos do palavrório em dilmês amazônico:
1. Se a gente não souber direitinho porque o desastre ocorreu, a gente não sabe enfrentar. Então, eu quero dizer para vocês que, do ponto de visto do governo federal e das informações que nós temos, que integram todo o combate, enfrentamento e monitoramento de desastres naturais no Brasil, integra o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o INPE. O INPE monitora o clima no Brasil, o INPE, nos melhores padrões internacionais, com contatos com todos os órgãos internacionais. A avaliação nossa é que houve, de dezembro a fevereiro, um fenômeno em cima da Bolívia, entre a parte sul, se eu não me engano, centro e a parte norte ou sul – a centro eu tenho certeza, a sul eu esqueci, se é sul ou se é norte. Bom, mas o que ocorreu ali? Ocorreu uma imensa concentração de chuvas. Nós temos dados de 30 anos, de 30 anos. Nesses 30 anos, não houve nenhum momento, nenhuma situação tão grave quanto essa, em termos de precipitação pluviométrica num só lugar. Portanto, é um absurdo atribuir às duas hidrelétricas do Madeira a quantidade de água que veio pelo rio.
 
2. E aí eu até disse aqui uma fábula, que vocês conhecem a fábula do lobo e do cordeiro. O lobo, na parte de cima do rio, olhou para o cordeiro e disse: “Você está sujando a minha água”. O cordeiro respondeu: “Não estou, não, eu estou abaixo de você, no rio”. A mesma coisa é a Bolívia em relação ao Brasil. A Bolívia está acima do Brasil, em relação à água. Nós não temos essa quantidade de água devido a nós, mas devido ao fato que os rios que formam o Madeira se formam nos Andes, ou em regiões altas, se eu não me engano, o Madre de Dios e o Beni, em regiões… em região eu acho que de altiplano um pouco mais baixo, o Mamoré. Então, não é possível que seja devido à Usina de Santo Antônio e a de Jirau a quantidade de água que tem no rio. A não ser que nós nos tomemos por cordeiro e nós não somos cordeiros. Ou seja, ninguém pode dizer para nós, que estamos embaixo, que a culpa da quantidade de água que está embaixo não é de quem está em cima, onde a água passa primeiro. É isso que eu estou dizendo.
 
3. Este país é um imenso país, não é? Vocês vejam só, eu fiquei olhando o rio Madeira, fiquei olhando… estive lá no Nordeste, o Nordeste está também na pior seca, tem gente que diz que é dos últimos 50, e tem lugares que dizem que é dos últimos 100 anos. Nós temos tido fenômenos naturais bem sérios no Brasil. O fenômeno natural, a gente tem sempre de lembrar, é possível conviver com ele, não é combater ele, nós não queremos combater chuva, nós queremos conviver com a chuva. Então, vamos discutir, sim, porque além disso aqui, nos reservatórios aqui, do Madeira, é tudo a fio d’água. O que significa a fio d’água? Significa que a água passa, a água passa, ela não armazena. Todos os reservatórios do Brasil que não são a fio d’água, que eram os grandes reservatórios do Brasil, onde está a chamada “caixa d’água” do Brasil, são grandes reservatórios de água, grandes, imensos, como é o reservatório de Itaipu, o de Furnas, o de Sobradinho, o de Três Marias, enfim, nesses reservatórios, você regulariza duas coisas. É a tecnologia que nós adotamos para a hidrelétrica, é a seguinte: a gente reserva a água, quando você reserva a água, você está reservando energia.
 
4. Como aqui é rio de planície, aqui, nessa região, é rio de planície, o rio de planície tem pouco desnível, e você só gera muita energia em reservatório quando tem desnível. Nada impede que em algum lugar ou outro, em rio de planície, você faça um reservatório. Mas você só consegue fazer gerar energia em rio que tem desnível. Estava me dizendo o Ministro da Integração, para a gente ter uma ideia: rio São Francisco, de Sobradinho até o mar, vocês sabem quantos metros tem? Tem 300 metros de desnível. Do rio Madeira – eles fizeram um cálculo, foi um cálculo… é aproximado, viu, gente? Depois ninguém vai me perguntar assim: “Presidente, é trezentos e tanto?” Por favor, é aproximado, em torno de 300 metros. E do Madeira, daqui de Porto Velho, até o mar, o mar, é 60 metros. É essa a diferença. Então, eu quero explicar o seguinte: não é possível olhar para essas duas usinas e acharem que elas são responsáveis pela quantidade de água que entra no Madeira, a não ser a que a gente acredite na fábula, na história do lobo e na fábula do lobo e do cordeiro.” (sic!).
Grogues, os jornalistas tentavam decifrar pelo menos cinco ou seis linhas quando Dilma encerrou o furioso ataque contra a língua portuguesa, a lógica e o bom senso:
Muito obrigada a todos vocês e um beijo.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Que País (de merda) é esse?

Meu Deus do céu!! Aonde vamos parar? A Marta Suplicy, parecendo revoltada com a possibilidade de ser "filha da outra" e, por vingança pura e simples, resolve transformar todas as mulheres do Brasil em "putas" em potencial e todos os homens em "cornos", irremediavelmente!! Como pode alguém aceitar uma votação de projeto que literalmente acaba com a Família? O tal projeto orienta a retirar as denominações de "pai" e "mãe" dos documentos dos filhos! Como os futuros filhos serão indagados, já que não se perguntará "quem é seu pai?" ou "quem é sua mãe?"!! Imaginem o constrangimento a que as pessoas serão expostas, por puro capricho de uma pessoa mal amada, mal comida e mal resolvida!! Ela não deu certo (cruzes!!) como filha, como esposa, como mãe, como política e nem como sexóloga, profissão que exerceu apenas na Globo, assim mesmo por um curto espaço de tempo. O quê mais essa "moçada" que manda e desmanda no País vai inventar? Querem distribuir "Cartilha" ensinando a molecada a ser viado ou sapatona, como se isso fosse de grande relevância para a formação da personalidade e caráter das pessoas!! Será que nada ou ninguém vai barrar esses "assassinos" da dignidade humana? Tanta coisa para ensinar nas escolas, inclusive o respeito pelas outras escolhas, haja vista que para o homossexual, hoje, tudo é permitido, inclusive afrontar quem "não joga no time"! E o hetero, quando se manifesta pedindo que o respeito seja compartilhado, vê nas novelas e paradas gays as cenas mais aberrantes e gratuitas de desrespeito para com o outro,  justamente para afrontar quem deles discorde? Hoje foi a gota d'água para esse post: a Emenda à lei que determina a prisão em regime fechado para quem não paga a Pensão Alimentícia foi por terra. A emenda previa a prisão do devedor mas que fosse em regime semiaberto, o que possibilitaria ao devedor arranjar uma trabalho para normalizar sua situação com seus dependentes e a Justiça. Pois bem: as cabeças pensantes do nosso País derrubaram essa emenda, entendendo que, na cadeia, o sujeito paga pelo "crime"!! Dá pra entender? Mensaleiros que se reuniram durante meses e bolaram o escândalo que nos envergonha NÃO FORMARAM QUADRILHA, segundo o entendimento da maior parte do STF!! Eles sim, (mensaleiros) podem trabalhar durante o dia. O sujeito que deixou de pagar a Pensão Alimentícia, sabe-se lá por quais motivos, tem de ficar preso, enquanto seus dependentes trincam os dentes de fome e outras necessidades!! Onde estamos? Que País é esse??

sexta-feira, 7 de março de 2014

"FAVELA": O que significa?





AS FAVELAS, 
COMO  HOJE  AS  CONHECEMOS,
E  AS  SUAS  ORIGENS!

Favela, com o Cristo Redentor ao fundo

Você já parou para pensar qual o motivo de chamarmos os bairros pobres e sem infraestrutura de "FAVELAS"?
Muita gente acha que é um nome indígena, ou qualquer coisa assim, mas a história é bem mais interessante, do que isto.
A origem do nome "FAVELA" remete a um fato marcante, ocorrido no Brasil, na passagem do século XIX para o século XX: a Guerra de Canudos.
Na Caatinga nordestina, é muito comum uma planta espinhenta, e extremamente resistente às secas, chamada "FAVELA"

 
FAVELA (Cnidoscolus phyllancatus) - Produz óleo comestível e combustível

 
Entre 1896 e 1897, liderados por Antônio Conselheiro, milhares de sertanejos, cansados da humilhação e dificuldades de sobrevivência, num Nordeste tomado de latifúndios improdutivos e secas, criam a cidadela de Canudos, no interior da Bahia, revoltando-se contra a situação calamitosa, em que viviam.

 
Mapa da região de Canudos - Bahia

 
Em Canudos, muitos sertanejos se instalaram nos arredores do "MORRO DA FAVELA", assim batizado em homenagem a essa planta.
Estátua de Antonio Conselheiro zela pela Nova Canudos
A cidade original foi alagada, para a construção de um açude
Morro da Favela, em dois momentos:
Guerra de Canudos (esquerda) e atualmente (direita)

 
Com medo, de que a revolta minasse as bases da República recém instaurada no país, foi realizado um verdadeiro massacre em Canudos com milhares de mortes, torturas e estupros em massa, num dos mais negros e sangrentos episódios da história militar brasileira, feito com maciço apoio popular.
 
Quando os combatentes republicanos voltaram ao Rio de Janeiro, deixaram de receber os seus soldos (salários) do exército e, por falta de condições para uma vida mais digna, se instalaram em casas de madeira, sem nenhuma infraestrutura, nos morros da cidade (o primeiro foi o atual "Morro da Providência"), ao qual passaram chamar de "FAVELA", relembrando as péssimas condições, que haviam encontrado na sofrida Canudos.

 
Morro da Providência, em foto antiga. Onde tudo começou...

 
                                              Morro da Providência, atualmente
Este tipo de sub-moradia já era utilizado, há alguns anos, pelos escravos libertados que, sem mínimas condições financeiras para viver na cidade, passaram também a habitar as suas encostas.
O termo pegou e todos esses agrupamentos passaram a chamar FAVELAS.
 
Mas, existem vários "mitos" sobre as favelas, que precisam ser avaliados:

01 - Costuma-se achar que as maiores favelas do mundo encontram-se no Brasil, mas é um engano. Nenhuma comunidade brasileira aparece entre as 30 maiores do planeta.
México, Colômbia, Peru e Venezuela lideram o ranking, em mais um triste recorde para a América Latina.

 





Vista aérea da favela de NEZA, nas proximidades da Cidade do México.
A maior do mundo, com mais de 2,5 milhões de habitantes
 
02 - Outro engano comum é se achar que as favelas são um fenômeno exclusivo do chamado "terceiro-mundo", restrito a países subdesenvolvidos ou emergentes. Apesar de que, em quantidade bem menor, países desenvolvidos como, a Espanha também têm suas favelas, chamadas por lá de "Chabolas".
Chabolas madrilenhas, as favelas espanholas

 
03 - E um terceiro mito é o de que as favelas apenas aumentam, não importando o que os governos façam. A especulação imobiliária e planos governamentais já acabaram com algumas favelas, mesmo no Rio de Janeiro. O caso mais famoso é o da favela da Catacumba, ao lado da Lagoa Rodrigo de Freitas, que foi extinta em 1970. A Favela do Pinto também é um outro exemplo.
Favela da Catacumba, na década de 60. Hoje, parque e prédios de luxo ocupam o espaço.
Diz-se que antigamente, no local, existia um Cemitério Indígena.

 
ORIGEM DOS NOMES DE ALGUMAS FAVELAS DO RJ

 
Vista do Morro da Babilônia, com o Corcovado ao fundo

 
Babilônia
A vegetação exuberante e a vista privilegiada de Copacabana levaram os moradores a compararem o local com os "Jardins Suspensos da Babilônia".
Rocinha

 
Rocinha
Nos anos 30, após a crise da Bolsa de 1929, que levou vários produtores de café à bancarrota, o  terreno da Fazenda Quebra-Cangalha foi invadido e dividido em pequenas chácaras, que vendiam toda a sua produção na Praça Santos Dumont, responsável pelo abastecimento de toda a Zona Sul da cidade.
Quando os clientes perguntavam de onde vinham as verduras e os legumes, diziam: "- É de uma tal Rocinha, lá no Alto da Gávea"
Morro da Mangueira

 
Mangueira
Nos anos 40, na entrada da trilha de subida do Morro que, na época, ainda era coberto pela mata, foi colocada uma placa que dizia: "Em breve neste local, Fábrica de Chapéus Mangueira". A fábrica nunca foi construída, mas a placa permaneceu, batizando uma das mais emblemáticas comunidades cariocas.
Morro do Vidigal

 
Vidigal
Em homenagem ao dono original do terreno, onde hoje se localiza a favela, o major Miguel Nunes Vidigal, figura do exército, muito influente durante o Império.

quinta-feira, 6 de março de 2014

Se correr, Joaquim pega. Se ficar...!!

O Senador Álvaro Dias, PSDB, armou uma verdadeira "cama de gato" para a petralhada. Só depende, mais uma vez, de Joaquim Barbosa. Vejam abaixo:

O “Super” Joaquim Barbosa tem tudo para causar ao PT um estrago muito maior que a
“permanente herança maldita” da condenação dos mensaleiros (exceto Lula da
Silva, que foi poupado milagrosamente). Basta que hoje o Supremo Tribunal
Federal acate um mandado de segurança proposto ontem pelo senador Alvaro Dias
(PSDB-PR), exigindo que sejam divulgados todos os detalhes dos empréstimos
secretos do BNDES a Cuba, Angola e outros países.
Se for escancarada a caixa preta dos empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento
Econômico Socialista aos cubanos e africanos, que usa grandes empreiteiras
transnacionais brasileiras como intermediárias, pode ser revelada uma das
maiores fontes de desvio de dinheiro público – muito maior e mais escandalosa
que o Mensalão da Ação Penal 470.
Pior ainda, nos negócios, deve aparecer o dedo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da
Silva – que intermediou as benesses ao regime de Cuba, da Venezuela e de vários
países da África, principalmente Angola e Moçambique. A Odebrecht é a empresa
que aparece em quase todos esses “empreendimentos”.
O pedido do senador tucano é uma ação direta contra a Presidenta Dilma Rousseff,
o ministro Mauro Borges (Desenvolvimento, Indústria e Comércio) e o presidente
do BNDES, Luciano Coutinho. Alvaro Dias fez seu pedido ao STF com base na Lei
nº 12.527, de 2011, (Lei de Acesso à Informação) que, conforme preceitua seu art. 1º,
tem a finalidade de “garantir o acesso a
informações previsto no inciso XXXIII do art. 5º, no inciso II do § 3º do art.
37 e no § 2º do art. 216 da Constituição Federal”. Por tal lógica, Barbosa só
não aceita o pedido se não quiser. Ele o senador tiveram uma reunião fechada
ontem.
O senador tucano prega que o “segredo” sobre tais empréstimos representa um “ato
atentatório à moralidade e transparência pública”: “É uma afronta à
Constituição, que exige transparências nos atos públicos. O governo brasileiro
está escondendo da nação essas informações. Isso compromete, inclusive, o meu
papel de senador da oposição, a quem cumpre fiscalizar o poder público”.
Barbosa vai passar o caso hoje a um relator. Dependendo de quem for “sorteado”,
o governo pode ou não ser poupado.
Alvaro Dias pediu ao STF que faça valer o direito do acesso parlamentar às informações
do governo. Por isso, solicitou “o pleno acesso aos documentos e informações”.
Caso o pedido  anterior não seja deferido, o
senador ainda requereu a concessão de ordem para que os impetrados (Dilma,
Mauro Borges e Luciano Coutinho) forneçam as informações requeridas, com base
no direito avençado, ainda que sob  a proteção do sigilo legal. Em resumo,
o senador armou uma cama de gato para a petralhada.
Como de costume, o maçom Alvaro Dias detonou o governo ontem, no plenário do Senado:
“Não se pode admitir que o governo faça empréstimos vultosos sem que aqueles
que pagam impostos saibam de informações como o valor dos empréstimos, o prazo
de carência para o seu resgate, taxas de juros. Não vejo outro assunto que
revolte tanto a população como saber que o governo empresta dinheiro dos
brasileiros para a construção de um porto em Cuba, para o metrô de Caracas,
para a construção de uma hidrelétrica na Venezuela, entre outras tantas obras
em países controlados por ditadores".
Na petição ao STF, Alvaro Dias é bem objetivo nos argumentos contra o governo:
“Está clara a obscuridade que o Poder Executivo, representado na figura de sua
Presidente, lança sobre os princípios constitucionais da Administração
Pública”. O senador também frisa que o artigo 49 da Constituição Federal deixa
bem claro que “é da competência exclusiva do Congresso Nacional: I - resolver
definitivamente sobre tratados, acordos ou atos internacionais que acarretem
encargos ou compromissos gravosos ao patrimônio nacional;”. O parlamentar
ressalta que não se tem notícia da chancela congressista com relação a tais
acordos internacionais “secretos”.
Nesta ação ao STF, Dias é representado pelo advogado Ricardo Fernandes da Silva
Barbosa (OAB-DF 20.301). O documento de Alvaro Dias ao STF pode ser acessado
integralmente no link: http://migre.me/i1WPy


terça-feira, 4 de março de 2014

Urna Eletrônica Brasileira: Tremendo 171!!

Há alguns dias um Deputado Federal, da tribuna, bradou aos quatro cantos que as urnas eletrônicas brasileiras eram manipuláveis. Desafiou quem o contestasse e ninguém apareceu. O TSE tem "o rabo preso" com a bandalheira. No livro Honoráveis Bandidos, há a denúncia de que Marco Aurélio Melo, então presidente daquela casa e em conluio com Sarney, contribuiu deliberadamente para a cassassão de dois políticos do Amapá injustamente, quando arquivou o processo alegando "falta de verba para reprografia(???)..." dos autos ou coisa parecida. Por isso que no mesmo livro o Marco Aurélio e um número enorme de juízes e ministros de tribunais importantes são qualificados como "togas amigas"!! Vejam abaixo matéria sobre as nossas tão "festejadas" urnas. Vale lembrar que circulou pela internet um suposto comentário do ator Pedro Cardoso, sobre a rapidez da Justiça Eleitoral. Acho que agora tudo fica claro.

Fórum no ICMC discute possibilidade de fraude nas urnas eletrônicas brasileiras


Participantes concluíram que o sistema atual está sujeito a fraudes, e encaminharam ao TSE um memorando apoiando a transição para um sistema mais seguro
forum2
Na última quarta-feira, 17 de abril, o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) promoveu o 1.º Fórum Nacional de Segurança em Urnas Eletrônicas. O evento foi realizado no auditório Fernão Stella de Rodrigues Germano, no campus USP de São Carlos, e contou com especialistas em política e em segurança da informação, que discutiram as possibilidades tecnológicas de ocorrência de fraudes nas urnas eletrônicas utilizadas no Brasil.
Na abertura, o diretor do ICMC, José Carlos Maldonado, agradeceu a presença dos participantes e destacou a relevância do evento: "É um tema de importância nacional e mesmo internacional, pois os destinos do Brasil impactam os do mundo. O ICMC fica muito orgulhoso de sediar essa iniciativa", acrescentou.
O fórum foi iniciado com a palestra do engenheiro Amilcar Brunazo Filho, especialista em segurança de sistemas de informática e moderador do fórum VotoSeguro.org. Ele apresentou os princípios básicos de um sistema eleitoral tradicional eletrônico, e levantou o conflito entre os princípios da inviolabilidade absoluta do voto e da publicidade: “O autor do voto deve ser absolutamente secreto, mas o conteúdo do voto deve ser absolutamente público”, completou. Discorreu também sobre a disponibilidade absoluta. “É necessário que se faça um sistema seguro, mas com objetivo social. O sistema não pode falhar”.
O especialista apresentou ainda o trâmite do projeto de lei cujo artigo 5º regulamentaria o avanço da segurança das urnas brasileiras para a chamada segunda geração, permitindo a auditoria dos resultados por meio da impressão da cédula do voto, bem como suspensão sumária desse artigo pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) logo após a sanção da lei, com alegações de ordem técnica e jurídica.
Ao finalizar sua apresentação, Brunazo Filho emocionou-se ao ver que a mobilização em torno da luta que há tanto tempo tem travado, até hoje com pouco apoio. “A minha expectativa é sensibilizar alguns dos que estão presentes aqui. Gostaria de ver no meio acadêmico uma iniciativa por parte de vocês”, finalizou.
Na segunda palestra, o professor Diego Aranha, da Universidade de Brasilia (UnB), apresentou os detalhes de seu relatório técnico sobre a segurança das urnas eletrônicas, resultado de testes feitos em 2012 por meio de edital do próprio TSE. Segundo o pesquisador, sua equipe conseguiu, com sucesso, atingir o nível de fraude do sistema, pois recuperou a lista de votação completa durante o tempo de análise da urna, além de descobrir que um número muito importante para decodificar todo o registro de votos era justamente a hora de inicio de operação da urna, informação pública, impressa nos boletins de urna que são enviados aos partidos.
O palestrante destacou que o TSE não considerou o ataque como sendo capaz de causar fraude, e sim de causar apenas falhas no sistema da urna, o que, segundo Aranha, não corresponde com os reais feitos de sua equipe. Os membros da banca do edital concordaram com o feito técnico da equipe da UnB e a entenderam o ataque como um sucesso na execução de fraude, demonstrando a fragilidade do sistema de segurança das urnas. Aranha informou que sua equipe apresentou um relatório técnico ao TSE para adequação de todas as irregularidades nas urnas. Segundo ele, o TSE respondeu dizendo que tais requisitos haviam sido atendidos, porém, não divulgou um boletim informando quais detalhes e procedimentos haviam sido tomados.
forum1
Da esq. para a dir.: Kalinka Castelo Branco, Diego Aranha, Mario Gazziro,
Pedro Ribeiro, Oscar Marques, Vilson Palaro Jr. e Amilcar Brunazo Filho
Mesa redonda e resultados
Após as palestras, teve início uma mesa redonda que contou com a participação de Pedro Floriano Ribeiro e Maria do Socorro Braga, pesquisadores em ciência política da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Kalinka Castelo Branco e Mario Gazziro, docentes do ICMC, e Oscar Marques, do Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO). Participou também do debate Vilson Palaro Junior, juíz de direito civil e juiz eleitoral de São Carlos.
Após o debate, a conclusão dos participantes do evento foi que as fraudes podem realmente acontecer, passando despercebidas pela justiça eleitoral. A partir dessa informação, um memorando de apoio ao  projeto de lei que obriga a transição para urnas de segunda geração foi preparado pelos participantes do fórum e será encaminhado ao TSE, em Brasília. O documento na íntegra está disponível em http://goo.gl/BhFgH.
A discussão deve continuar. Os organizadores pretendem realizar em 2014 um congresso nacional de segurança do voto eletrônico, com inscrição de trabalhos, estendendo o tema aos sistemas de transmissão de informações eleitorais, sistemas de totalização de votos, servidores de exibição dos resultados parciais e de pesquisas na web.
A filmagem com a íntegra das palestras e da mesa redonda do fórum está disponível no canal do ICMC no YouTube: http://youtu.be/4_706EoJMjU
Por: Maristela Galati - Assessoria de Comunicação do ICMC
Fonte: ICMC

A "verborréia" da Dilma!!

Vejam senhores, a "eloquência" da pessoa que representa 200 milhões de brasileiros. (matéria de O Estadão):

O Estado de S.Paulo

Até mesmo o lusófono presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, deve ter tido sérias dificuldades para entender os dois discursos da presidente Dilma Rousseff proferidos em Bruxelas a propósito da cúpula União Europeia (UE)-Brasil. Não porque contivessem algum pensamento profundo ou recorressem a termos técnicos, mas, sim, porque estavam repletos de frases inacabadas, períodos incompreensíveis e ideias sem sentido.

Ao falar de improviso para plateias qualificadas, compostas por dirigentes e empresários europeus e brasileiros, Dilma mostrou mais uma vez todo o seu despreparo. Fosse ela uma funcionária de escalão inferior, teria levado um pito de sua chefia por expor o País ao ridículo, mas o estrago seria pequeno; como ela é a presidente, no entanto, o constrangimento é institucional, pois Dilma é a representante de todos os brasileiros - e não apenas daqueles que a bajulam e temem adverti-la sobre sua limitadíssima oratória.
Logo na abertura do discurso na sede do Conselho da União Europeia, Dilma disse que o Brasil tem interesse na pronta recuperação da economia europeia, "haja vista a diversidade e a densidade dos laços comerciais e de investimentos que existem entre os dois países" - reduzindo a UE à categoria de "país".
Em seguida, para defender a Zona Franca de Manaus, contestada pela UE, Dilma caprichou: "A Zona Franca de Manaus, ela está numa região, ela é o centro dela (da Floresta Amazônica) porque é a capital da Amazônia (...). Portanto, ela tem um objetivo, ela evita o desmatamento, que é altamente lucrativo - derrubar árvores plantadas pela natureza é altamente lucrativo (...)". Assim, graças a Dilma, os europeus ficaram sabendo que Manaus é a capital da Amazônia, que a Zona Franca está lá para impedir o desmatamento e que as árvores são "plantadas pela natureza".
Dilma continuou a falar da Amazônia e a cometer desatinos gramaticais e atentados à lógica. "Eu quero destacar que, além de ser a maior floresta tropical do mundo, a Floresta Amazônica, mas, além disso, ali tem o maior volume de água doce do planeta, e também é uma região extremamente atrativa do ponto de vista mineral. Por isso, preservá-la implica, necessariamente, isso que o governo brasileiro gasta ali. O governo brasileiro gasta um recurso bastante significativo ali, seja porque olhamos a importância do que tiramos na Rio+20 de que era possível crescer, incluir, conservar e proteger." É possível imaginar, diante de tal amontoado de palavras desconexas, a aflição dos profissionais responsáveis pela tradução simultânea.
Ao falar da importância da relação do Brasil com a UE, Dilma disse que "nós vemos como estratégica essa relação, até por isso fizemos a parceria estratégica". Em entrevista coletiva no mesmo evento, a presidente declarou que queria abordar os impasses para um acordo do Mercosul com a UE "de uma forma mais filosófica" - e, numa frase que faria Kant chorar, disse: "Eu tenho certeza que nós começamos desde 2000 a buscar essa possibilidade de apresentarmos as propostas e fazermos um acordo comercial".
Depois, em discurso a empresários, Dilma divagou, como se grande pensadora fosse, misturando Monet e Montesquieu - isto é, alhos e bugalhos. "Os homens não são virtuosos, ou seja, nós não podemos exigir da humanidade a virtude, porque ela não é virtuosa, mas alguns homens e algumas mulheres são, e por isso que as instituições têm que ser virtuosas. Se os homens e as mulheres são falhos, as instituições, nós temos que construí-las da melhor maneira possível, transformando... aliás isso é de um outro europeu, Montesquieu. É de um outro europeu muito importante, junto com Monet."
Há muito mais - tanto, que este espaço não comporta. Movida pela arrogância dos que acreditam ter mais a ensinar do que a aprender, Dilma foi a Bruxelas disposta a dar as lições de moral típicas de seu padrinho, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Acreditando ser uma estadista congênita, a presidente julgou desnecessário preparar-se melhor para representar de fato os interesses do Brasil e falou como se estivesse diante de estudantes primários - um vexame para o País.

domingo, 2 de março de 2014

A "Saúde" de Jacques Wagner!!

No dia que o povo brasileiro conseguir desenvolver o senso crítico, 99% dos políticos que estão em cena perderão "a boquinha"!! Quem assiste aos anúncios do Governo Federal e do Governo Estadual - Bahia e que não conhece a realidade, acredita piamente que a Saúde, por exemplo, é coisa "padrão Fifa"!! Mas, saiam da frente da televisão e busquem informação nos hospitais e postos de saúde e depois me digam se a coisa está como mostrado na Tv. Tenho uma amiga, beirando a Terceira Idade, pressão irregular, coração com perda gradativa das funções, enfim, uma senhora que precisa de atendimento e cuidados médicos. Quando falamos "cuidado médico", essa expressão nos remete aos tempos em que os médicos literalmente CUIDAVAM dos seus pacientes, sempre com dedicação e amor.  Tendo seu quadro clínico se agravado, foi levada ao Hospital de Mairi onde recebeu pronto atendimento e, após análises mais detalhadas do seu quadro, os médicos daquela unidade a transferiram para Feira de Santana. A princípio os médicos sugeriram o Hospital Dom Pedro de Alcântara. Não econtrando vaga, levaram-na para o "açougue humano", Clériston Andrade. Depararam-se com uma médica extremamente grossa e estúpida que, vendo a situação da paciente que sequer podia deitar-se por sérios problemas respiatórios, passou a desafiar as pessoas que a acompanhavam , batendo pé firme de que NÃO internaria. Primeiro,"NÃO TEM VAGA"!! Mas depois de se mostrarem determinados a coseguirem atendimento para a senhora, os acompanhantes, finalmente conseguiram que ela ficasse no hospital. Necessitando de um banho, sua filha procurou por toda unidade uma cadeira de rodas e não encontrou. Na ala masculina, um senhor que estava com  o pai também internado, cedeu, sob recomendações expressas de devolução, a cadeira de rodas. Diante de tal dificuldade, outra filha providenciou uma cadeira de rodas e levou para facilitar a vida da sua mãe. No hospital não permitiram, sob nenhum argumento, que ela entrasse com a cadeira!!! Será que alguém pode me explicar tanta estupidez?
Em tempo: estou buscando o nome dessa "doutora" e orientei as pessoas a denunciarem à Ouvidoria do SUS. Se vai funcionar, não sei. Mas, como estamos em ano político, pode ser que Sua Excia. o "galego" resolva fazer alguma coisa. Duvido, mas não custa tentar. Pelo menos o nome dessa que um dia fez um juramento será posto à apreciação das pessoas nas redes sociais.