quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Romeu Tuma Jr.

Assisti segunda, 03/02 na tv Brasil, ao programa Roda Viva, tendo como convidado o ex Secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior. Ele foi sabatinado por vários jornalistas, porque lançou um livro "Assassinato de Reputações". Essa polêmica publicação, segundo seu autor, foi fruto da covardia do Governo Lula em relação à sua pessoa, porque, ao se negar a forjar dossiês, prática comum naquele governo, segundo ele, passou a ser perseguido e, já que não forjava dossiês para agradar ao Chefe Supremo do PT, teve seu nome ligado ao contrabando chinês, numa tentativa de desmoralizá-lo. Resultado: como não assassinou nenhuma reputação, atentaram contra a sua. Indignado, deixou o governo e escreveu o livro. O mais engraçado é que o Lula, segundo Tuma Jr, mantinha estreita relação com o DOP'S no período da ditadura. Escreveu no seu livro e repetiu ontem, que o Lula não saia do DOP'S onde seu pai, Romeu Tuma, trabalhava como Diretor. E passava todas as informações que se faziam necessárias. Não era propriamente um delator mas, com esperteza e para evitar confrontos, contava ao Romeu Tuma onde haveriam manifestações e outras aglomerações, o que dava tempo suficiente para que a polícia se organizasse e as manifestações aconteciam sem maiores percalços. Era do tipo "uma vela pra Deus e outra para o diabo"! Pelo menos, não pesa na conta do "molusco" a entrega de "cumpanheiros" pura e simples. Com relação à fábrica de dossiês falsos, um jornalista perguntou-lhe se "durante os três anos que o senhor ficou à frente da Secretaria, a produção sem seu consentimento, como diz,  de 3 ou 4 dossiês não poderia ser considerada pequena?" A resposta foi perfeita: "E o você acha pouco? Se hovesse apenas um dossiê, apenas um, já seria um absurdo!!" E continuou indignado com a tal pergunta porque é como se o jornalista tivesse perguntado ao Hittler: "mas o senhor não acha pouco ter matado apenas 8 milhões de judeus?" Não! Não era pra ter sido produzido nenhum dossiê e muito menos ter morrido um judeu da forma que a História nos mostrou!! Tanto faz roubar um real como um bilhão: o ato é o mesmo, a intenção é a mesma! Pelo visto, no governo do PT se você não disser "amém" aos pedidos ou ordens dos seus "superiores” (???) sua carreira e sua reputação, se depender da sanha dos tais vermelhos, pode acabar no lamaçal. Aliás, acho isso até normal: eles querem um maior número de pessoas compartilhando seu "status"!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário