segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Pra começar a semana!!!

Achados do Augusto Nunes, de Veja:

10/02/2014
às 9:24 \ Sanatório Geral

Gente que mente (297)

“Quando o Fidel criticou o plantio de cana para produzir etanol, eu mesmo falei pra ele que ele estava errado”.

Lula, na sexta-feira, no palavrório durante o jantar em Ribeirão Preto com empresários que plantam cana para produzir etanol, mostrando que é capaz até de inventar pitos que nunca deu no mestre e guia da companheirada para induzir a plateia ligada ao agronegócio a acreditar que Alexandre Padilha é o poste que faltava para iluminar São Paulo.

10/02/2014
às 6:32 \ Sanatório Geral

Agente duplo

“A fuga do Pizzolato não diz respeito a nada do PT. Esta questão não envolve o PT nem tangencialmente nem lateralmente”.

Emídio de Souza, presidente do PT paulista, recuando pela lateral e saindo pela tangente para insinuar que Henrique Pizzolato é militante da seção italiana do PSDB desde os tempos em que também militava no setor financeiro da quadrilha do mensalão.
 
 
10/02/2014
às 0:10 \ Sanatório Geral

Conversa de 171

“Este partido está sofrendo porque tem uma perseguição contra ele”.

Lula, na discurseira em Ribeirão Preto, ensinando que os companheiros engaiolados na Papuda foram condenados pelo Supremo Tribunal Federal não por corrupção, formação de quadrilha e outras bandalheiras, mas porque são filiados ao PT.
 
09/02/2014
às 20:03 \ Sanatório Geral

Faltou tapete

“Foi nosso partido que não deixou sujeira embaixo do tapete”.

Lula, na discurseira em Ribeirão Preto, lembrando que, como faltou tapete para cobrir tanta sujeira, as patifarias do PT podem ser vistas pelo Brasil inteiro desde a descoberta da quadrilha do mensalão, há quase nove anos.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário