terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Cultura ou Modismo?

Estive no fim de semana passado em Juazeiro e Petrolina. Recebi um convite irrecusável para participar de uma reunião de grandes amigos e poetas dos mais variados estilos, em casa de um catarinense/nordestino, em Petrolina, por conta da passagem do seu aniversário, na sexta, dia 3/01. Confesso que fiquei de queixo caído quando vi tanta cultura junta num só espaço. E o mais interessante era que todos os estilos se harmonizavam perfeitamente, como se cada estilo dissesse "seja bem vindo, companheiro!! Puxe a cadeira e se sente"! Houve a perfeita harmonia da Trova de Improviso, com três grandes poetas e violeiros com suas violas dinâmicas, houve o momento MPB de primeira linha, a música nordestina de raiz, a caipira de raiz, etc. O que poderia paracer difícil de acontecer, aconteceu com a maior naturalidade e respeito. Foi muito bonito ver a primeira dupla de violeiros cantadores convidar um terceiro mestre do improviso, Zilmar do Horizonte, que do alto da sua simplicidade nos deixou a todos de queixos caídos, com a sua gentileza e o seu cavalheirismo com seu "oponente" no desafio travado no palco. Para cada lado que olhava lá estava um grande poeta e músico: Paulo Ferreira, Mariano Carvalho, João Sereno, Marcone Melo, Isnaldo Nogueira e seu pai, outro grande poeta, do alto dos seus oitenta e tantos anos e com a perfeita lucidez para declamar uma poesia linda!! Foi tudo fantástico e envolvente. Principalmente quando me dei conta que o aniversariante e dono da festa era um catarinense com a cabeça e o coração mais nordestino que já vi, inclusive "bebendo" na fonte da nossa cultura e fazendo jorrar versos e pensamentos perfeitos, como só o nordestino sabe fazer! É claro que não me lembro o nome de todos os poetas e músicos que lá estavam mas, o que nunca vou esquecer é do "caldeirão cultural" que se transformou, aliás, que se reafirmou ser a casa do Luis Carlos Celante, nosso anfitrião. Quando temos a capacidade de entender o que é Cultura, a alienação não nos afeta. Infelizmente as pessoas, na sua grande maioria, prefere o mundinho do "quadradinho de oito" ou os "nejos universitários" da vida. Então, o que você acha que vale a pena: Cultura ou Modismo? Pense nisso e um abração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário