terça-feira, 15 de outubro de 2013

"Me desculpem, Professores"!!

"Fui eu quem partiu pra cima dos  Professores de cassetete em punho e distribuindo bordoadas para todos os lados"!! Esse pensamento, deve ter passado pela mente podre do policial que mostrou na sua página no facebook o cassetete quebrado, onde ele dizia "...foi mal fessor"!! Esse pobre degenerado não se deu conta de que sem os milagres que os Professores operam diuturnamente, seria impossível ele lograr êxito no concurso da Polícia do Rio! Milagres porque até pessoas como esse sujeito conseguem aprender alguma coisa que lhe servirá mais adiante. Muito emboa nenhum Professor espere reconhecimento por parte desses imbecis, ainda assim, por consciência do dever cumprido, fazem esses milagres acontecerem todos os dias em todos os cantos do Brasil. Os mesmos Governadores, da Bahia ou do Rio, que mandam "descer a lenha" nos Professores, já precisaram desses Mestres. E certamente quem foi Professor desses moleques (Wagner, Sérgio Cabral e Eduardo Paes) e ainda está vivo, deve estar sentindo uma frustração sem tamanho! Certamente estarão muito tristes por verem que "seus projetos de homens" se transformaram nas frutas podres do cesto. Deve ser muito triste para um Professor ver um seu ex aluno trilhar certos caminhos. Por isso, Professores, eu lhes peço desculpas em vez de parabenizá-lo. Reconheço o meu grande erro e venho a público purgá-lo, na esperança de merecer o seu perdão amanhã. Sou culpado por ter votado numa pessoa que soube tão bem nos iludir, que soube tão bem nos devolver a euforia do "bota fora", à época, e hoje, envergonhado, reconheço que nunca nesse País as pessoas foram tão maltratadas, principalmente a mais nobre das classes. Certamente que os dois minutos que passei na cabine eleitoral, representaram aquele cassetete quebrado nas costas ou na cara de um Professor. Por conta desse meu gesto tão pequeno e rápido, vejo a educação caminhar para o abismo total, para não ficar tão destoante da Saúde e da Segurança Pública. Professores, sinceramente, me desculpem, se puderem!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário