terça-feira, 20 de agosto de 2013

Motociclista ou "Motoqueiro"?

Já faz tanto tempo que as motos circulam aos montes por nossas cidades e estradas mas, até hoje, a grande maioria das pessoas, talvez por desinformação ou preguiça de simplesmente observar as atitudes de quem anda de moto, não sabe distinguir Motoqueiro de Motociclista! Para a imensa maioria, andou de moto é "motoqueiro vagabundo"! Estão absolutamente enganadas essas pessoas que nivelam os condutores desses veículos "por baixo"! Uma simples observação mais atenta mostraria a essas pessoas as diferenças gritantes. Imagine uma avenida mais ou menos longa e, ao trafegar por ela, procure prestar atenção nos pilotos de motos. Uma coisa é certa: a grande maioria realmente deve ser rotulada de "motoqueiro" mesmo!! Mas não são todos os que ziguezagueiam na frente do seu carro, não são todos que forçam a passagem no corredor entre veículos e acabam quebrando seu retrovisor, etc. Preste um pouco de atenção e identifique o motoqueiro e o motociclista. É comum ouvirmos relatos de motoristas dando conta de que "empurrei um sacana de moto...Um desses motoqueiros quebrou meu retrovisor e fui à forra"! Mas, será que o cara que ele "empurrou" era um "motoqueiro"  mesmo? E se fosse um motociclista que estivesse andando na boa, dentro dos limites e padrões necessários para uma segura condução? Mesmo sendo o sujeito "empurrado" pelo motorista um motoqueiro, que direito o condutor do veículo de quatro rodas acha que tinha para atentar contra a vida de outra pessoa? Em que ponto ele foi melhor que o motoqueiro que quebrou, intencionalmente ou não, o seu retrovisor? A observação para identificar ou distinguir um do outro não é para que possamos "punir" o eventual motoqueiro que nos deu um prejuízo, mas nos precavermos de confrontos desnecessários com esse grupo, alguns até com armas, porque dos abusos cometidos pelos motociclistas estamos todos livres. Eu tenho moto e desde moleque comecei no mundo das duas rodas. Mesmo na juventude nunca fiz essas arruaças porque sempre tive e terei sempre medo de moto. Para se dar bem com a moto é preciso respeitar seus limites e os limites da máquina. Consciente disso, considere-se um Motociclista! Esse vídeo deixa claro o que é ser "motoqueiro" e como sempre terminam esses "ases das duas rodas"!



Nenhum comentário:

Postar um comentário