terça-feira, 30 de julho de 2013

Quanto Custa?

É verdade!! Se fizéssemos essa perguntinha sempre que fôssemos comprar algo, muitos vexames seriam eliminados das nossas vidas! Temos o péssimo hábito de, por exemplo, chegar num bar e pedir determinada bebida sem antes consultar o seu preço. Chegamos nos restaurantes e a mesma coisa. Esse mau hábito tem causado constrangimentos em várias pessoas. Inclusive a mim, claro! Ontem, em viagem para Seabra com duas colegas, paramos em Feira de Santana para almoçar, visto que saímos de Salvador no meio da manhã. Tudo muito bem: deixei-as no restaurante escolhido e saí em busca de um "cai duro". Perto de onde elas ficaram avistei um restaurantezinho pequeno mas muito acolhedor. Pra facilitar, resolvi almoçar ali, perto das colegas. Apanhei o prato não sem antes me lembrar que estava com vinte reais na carteira, mais que suficiente para pagar o rango, como sempre faço. Aliás, em raríssimas ocasiões eu ultrapasso os quinze reais no almoço. Também pelo meu poder aquisitivo. Pois bem: dirigi-me ao buffet, sortido por sinal, e fui enchendo o prato. Não vi tabela de preço do quilo e somente quando arriei o prato na balança e essa gemeu com os 758 gramas, pude ver o estrago financeiro que eu promovera contra mim mesmo: VINTE E SEIS REAIS, foi quanto me taxou o mostrador impertinente da tal filizola! O jeito foi perguntar desconfiado se "vocês aceitam cartão?" porque, àquela altura, com a comida misturada não haveria como devolvê-la às travessas. Resposta afirmativa, acalmei-me e, enquanto degustava aquela comida metida a besta, torcia para que o banco não tivesse efetuado nenhum débito, como o valor do Pacote de Serviços mensal, o que daria um forte baque no meu saldo de trinta reais que ainda supunha disponíveis para compra. Nem cafezinho aceitei ao terminar a refeição. Corri ao caixa e um alívio enorme percorreu meu ser, quando vi finalmente a fita amarela da "Cielo" sendo impressa, dando-me a certeza de que o rango estava pago. Ô sofrimento, meu Deus! Então, não é melhor perguntar "Quanto Custa" antes? Tô escrevendo esse post às 12:45 hs, imediatamente após o almoço. Perguntem se eu PERGUNTEI o preço do prato? Vai levar um tempo mas vou adquirir o hábito!

2 comentários:

  1. INFELIZMENTE ESSAS COISAS DE VEZ EM QUANDO ACONTECE, EU DEPOIS DE UM CAFÉ DA MANHÃ NO FEIRA PALACE, PATROCINADO PElA EMPRESA QUE TRABALHO PARTICIPEI A SEGUIR DE UMA PALESTRA QUE DURARIA O DIA INTEIRO COM O CHEFE MAIOR E OUTROS NÃO TÃO MAIORES.

    CHEGOU MEIO DIA E LOGO O CHEFE NÃO O SUPREMO MAIS DA REGIÃO DISSE QUE O ALMOÇO SERIA NO FLOR DE MARACUJÁ E LÁ CHEGANDO EU DISSE PRA MIM MESMO "VOU BOTAR PRA LÁ É A EMPRESA QUEM VAI PAGAR MESMO" E ASSIM FIZ UM PRATO A RIGOR COM DIREITO ATÉ UM TAL DE Sashimi(PEIXE CRU), IMAGINE MINHA MONTANHA NA BALANÇA DEU R$48,00 AINDA PENSEI NA SOBREMESA MAIS NÃO TINHA VAGA MAIS NO ESTOMAGO. EU E ALGUNS COLEGAS LEVAMOS A COMANDA PARA O CHEFE QUANDO DELE RECEBEMOS A SEGUINTE RESPOSTA: "AQUI NÃO É POR CONTA DA EMPRESA NÃO CADA UM ASSUME SUAS DESPESAS" O PIOR DE TUDO É QUE EU ESTAVA SEM DINHEIRO E DE REPENTE PENSEI " AGORA A ZORRA PEGOU OU VOU TER QUE LAVAR PRATOS OU VOU PARAR EM UMA DELEGACIA " PIOR AINDA QUE MEU CELULAR ESTAVA SEM CRÉDITO LIGAVA A COBRAR PRA CASA MAIS AS FILHAS NÃO ATENDIAM ENQUANTO ISSO EU OLHAVA PARA CARA DESOLADA DE ALGUNS COLEGAS TAMBÉM VITIMA DA SURPRESA !

    NA ULTIMA TENTATIVA DE LIGAÇÃO POIS ATÉ A BATERIA DO CELULAR JÁ ESTAVA INDO, A FILHA LANE ATENDEU " UUUFA " GRITEI CORRENDO "TEM DINHEIRO AÍ TRAZ AQUI CORRENDO NO FLOR DE MARACUJÁ " AMIGO EU JÁ ESTAVA SOANDO FRIO E FIQUEI NA PORTA DO LADO DO SEGURANÇA ESPERANDO A FILHA CHEGAR E IMPEDIR QUE ELA ENTRASSE E TIVESSE QUE PAGAR ALGO TAMBÉM DAÍ FUI PRA CASA E MANDEI A PALESTRA IR AS FAVAS

    ResponderExcluir
  2. Isso é para a gente aprender que perguntar nunca é demais!! Você passou sufoco bem maior que eu!! kkkk

    ResponderExcluir