quarta-feira, 10 de julho de 2013

"I Wanna Fuck You. Can I Do It"?

Depois de nos mandarem toneladas de lixo hospitalar (lembram?), os americanos, como um povo reconhecidamente solidário com os mais pobres (sic), envia sua ajuda ao Haiti. Algumas camisas doadas foram escolhidas pelos fotógrafos Paolo Woods e Ben Depp. Matéria tirada do site operamundi.uol.com.br.
As inscrições das camisetas não têm nada a ver com os seus usuários, conforme verão abaixo:

AMÉRICA LATINA
10/07/2013 - 19h19 | Redação | São Paulo

Fotos mostram haitianos usando camisetas de gosto duvidoso doadas por norte-americanos

Doações feitas a instituições de caridade por norte-americanos acabam ridicularizando população do país, que não fala inglês
 
 
"Beije-me, eu sou loira", "Não sou ginecologista, mas posso dar uma olhada", "Ganhar um milhão de dólares não vai me transformar" e "Eu amo pizza" são algumas das frases estampadas em camisetas doadas por norte-americanos para o Haiti, conforme mostra um projeto fotográfico chamado "Pepe". O que deveria ser um ato de caridade, revelam os fotógrafos, acaba sendo um desrespeito com haitianos carentes.
"Beije-me, eu sou loira" (?)
"Eu amo pizza" (será que esse jovem já viu uma pizza)?
Paolo Woods/Ben Depp


Nas imagens, feitas pelos fotógrafos Paolo Woods e Ben Depp, jovens, crianças e até idosos aparecem com as camisetas -- e as frases "espirituosas" frequentemente impressas por marcas de roupas nos Estados Unidos. Além de a grande maioria dos haitianos não falar inglês -- os principais idiomas no país são o creole e o francês --, a pobreza os leva a usar as camisetas.

Conforme escreveu o site Blue Bus, "o mais irônico disso tudo é que as peças foram fabricadas no Haiti, vendidas para lojas dos EUA como Walmart e depois doadas para instituiçoes de caridade, de onde acabam retornando para seu país de origem". Veja mais fotos abaixo:

Paolo Woods/Ben Depp
"Esta é a minha camisa da sorte" (Será uma camisa toda furada a "camisa da sorte"?
Paolo Woods/Ben Depp
"Eu estou na puta da Virgínia"  o termo "bitch" (bitx = puta) da camisa é um trocadilho ao termo "beach" (biech = praia)
Paolo Woods/Ben Depp
Essa é boa: "Eu não sou ginecologista mas posso dar uma olhada..."!  É esse o respeito que os Estados Unidos têm pelos povos pobres?
   Paolo Woods/Ben Depp

Nenhum comentário:

Postar um comentário