terça-feira, 5 de março de 2013

Tristes notícias!!

Não é uma notícia interessante quando se anuncia a morte de alguém! Principalmente de um Chefe de Estado amado pela maioria do seu País, odiado por outros, polêmico e questionável quanto à sua maneira de administrar seu país, etc. É claro, nem Jesus agradou a todos! Agora, fazer as insinuações que o Vice Presidente da Venezuela fez hoje à tarde, dando conta de que "os Estados Unidos são os grandes culpados pela doença do Presidente Hugo Chávez", são uma piada no mínimo de mau gosto. Sabemos que o Tio Sam promove a miséria no mundo: explora una nação aqui, outra ali, fomenta uma guerrilha aqui, outra acolá, financia um terrorista aqui outro ali, mas, inocular uma doença no organismo do Presidente da Venezuela e na região pélvica, é um pouco demais!! São os desvairios de um Vice acostumado às fanfarronices do "Comandante en Chefe!" Mas, que Deus se apiede da alma desse venezuelano que, volto a dizer, para muitos patrícios seus era um salvador. Mas temos outra triste noticia: Passamos semanas antegozando a condenação dos mensaleiros, confiantes nas decisões corajosas do então Relator do processo, Ministro Joaquim Barbosa. E ele sempre foi alvo de calúnias e pressões dos simpatizantes dos condenados no processo, inclusive teve a tentativa de blindagem dos parlamentares na Câmara dos Deputados, na pessoa do seu Presidente à época, Marcos Maia. Sabemos das dores que o atual Presidente
do STF, Joaquim Barbosa, sente na coluna, fruto de várias horas diárias debruçado sobre processos que, pela importância, teriam de ser analisados com o maior cuidado para que ele não cometesse injustiça. E ao longo da sua carreira Joaquim Barbosa cometeu hoje, ao meu ver, a única injustiça da sua vida. Solicitado por um repórter o Ministro conseguiu ser de uma deselegância que não condiz com suas atitudes que tanto conhecemos, onde a serenidade pela certeza de estar fazendo a coisa certa mantinham sua expressão sempre serena, confiante. Bastava simplesmente ele ter dispensado o repórter como muitos políticos fazem e tudo teria sido evitado. Visivelmente irritado, o Ministro mandou o cidadão "chafurdar no lixo..." E aí, as represálias contra ele já começaram imediatamente: na chamada de um telejornal o apresentador, irritado, saiu em defesa do colega, mesmo após o Ministro ter se desculpado em nota divulgada. Pronto: prato cheio para os "Petralhas" que, juntos com a imprensa a serviço destes, certamente crucificarão o Presidente do STF por um único deslize que, certamente poderia ter sido evitado. Ainda creio e confio plenamente no homem que preside a mais alta Corte desse País.

Nenhum comentário:

Postar um comentário