quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

"Antes de abrir a boca, abra a mente!!"

Tem sido lamentável algumas atitudes da atual administração municipal: licitações suspeitas, falta de pagamento a fornecedores, invasão de credor a ambiente restrito a funcionários num total desrespeito aos órgãos públicos da cidade. E inaceitável que um fornecedor, por mais direito que ele tenha sobre o produto vendido,  adentre um órgão da Prefeitura Municipal e, sem que ninguém impeça, retire a tal peça motivadora da contenda! Será que os órgãos da prefeitura estão sem comando, sem segurança alguma? Já pensaram se a moda pega? Qualquer um poderia chegar e apanhar, então, as chaves de um dos caminhões ou tratores no pátio da garagem municipal e levar simplesmente! Sabemos que demora muito para um diferencial de caminhão ser retirado. Por que ninguém avisou ao Prefeito? Ou, por onde andaria o gestor? Seu substituto então, por onde andaria? Será que no apagar das luzes a cidade de Mairi virou uma zona ou a "casa da mãe Joana?" Engraçado: nos programas eleitorais o prefeito se gabava de ser um homem honrado, o que não duvido, também se gabava de nunca um agiota ter-lhe batido à porta para cobrar-lhe dinheiro e que sempre honrou seus compromissos! É!! A certeza das vitórias e o egocentrismo nos conduzem, às vezes, para as alturas e, via de regra, não nos preocupamos com a forma que poderemos descer se algo der errado. E deu!! Cadê o tão alardeado rigor na honra aos compromissos? Um agiota não lhe bateu à porta mas sua omissão e ausência permitiu que um credor literalmente invadisse um órgão público e subtraísse algo que já não lhe pertencia. O crédito certamente era seu (do fornecedor) por direito. Mas pra isso a justiça deveria determinar qual procedimento aplicar ao caso. Esse abilolado fornecedor cometeu um crime!! Talvez a sua indignação com a atitude lamentável do honrado prefeito o levasse a cometer tal ato. Mas ainda assim, a justiça seria o caminho. Veja matéria do Mairi News:


Dilapidação do patrimônio publico em Mairi‏

Foi subtraído nesta quarta-feira (26), no pátio da garagem da frota municipal de Mairi o diferencial
 de uma caçamba segundo informações por falta de pagamento. A Prefeitura de Mairi 
comprou um diferencial há cinco meses para colocar em uma caçamba. O fornecedor da peça 
revoltado por não ter recebido o seu dinheiro, veio até Mairi para retirar a peça. Logo em seguida, 
puseram no lugar um diferencial quebrado que não funciona



Nenhum comentário:

Postar um comentário