quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Preciso urgentemente de óculos!!

Para leitura eu já uso há muito tempo. Achava que como dizem os mais velhos que não querem dar o braço a torcer, "de longe eu enxergo tudo!!" Hoje confirmei que é mentira. De longe também não estou enxergando bem. Vou tentar explicar o porquê desta postagem. Estava no mercado municipal de Guanambi, ao meio dia, saboreando uma carninha assada no ponto, junto com um cortadinho de abóbora e uma porção de galinha caipira. Mas aí você pergunta: "sim, e daí?" Pois é: ocorre que na mesa em frente à minha sentou um casal. Ele de costas e ela de frente para mim. Normal. O lugar é meio apertadinho pelo grande número de restaurantes. Levanto a cabeça e percebo a moça me olhando. Como sou tímido e medroso - afinal a moça estava acompanhada -, baixei rapidamente as vistas. Sabe aquela coisa que parece o diabinho te futucando "olha besta! Vai, olha!!" Olhei e lá estava ela de novo a me olhar. Aí acho que virei pimentão. A sorte é que o lugar é coberto por telha eternit e o calor é muito grande, apesar da chuva. Na terceira vez que olhei, ela havia se levantado e envolvido o pescoço do rapaz, dando-lhe um rápido beijo no rosto. Foi o tempo suficiente para eu descobrir que o olho direito da moça que eu achava me olhava, era prótese! Pude ver nos seus movimentos que apenas o olho esquerdo tinha vida e que ele ficara o tempo todo encoberto pela cabeça do rapaz. Dei uma risadinha baixa não de gozação, mas de alívio e de punição à minha pretensão de achar que uma moça pudesse me paquerar em plena hora do almoço e ainda por cima acompanhada. Só me restou a imagem daquele olho parado, fixo, "me olhando" como a me dizer "se liga ô mané!!" Cruz credo!




Foto - close-up, olho. 
fotosearch - busca 
de fotos, imagens 
e clipart




Nenhum comentário:

Postar um comentário