quarta-feira, 4 de julho de 2012

A Bahia não precisa de Wagner

Ao que parece, a situação do (des)governador da Bahia está pra lá de desconfortável: foi vaiado o tempo todo em que participou do Cortejo do 2 de Julho! Não aguentou a pressão e, como todo covarde, fugiu num carro que estava à sua disposição. Ficou muito feio para o governador. Nem atitude de ditador, como o estão qualificando alguns setores grevistas, ele teve. Queria ver um homem de atitude ter abandonado a comemoração da maior data da Bahia, quiçá do Brasil!! Não devemos nos esquecer que a independência do Brasil começou a ser alinhavada após a libertação da Bahia!! Uma amiga minha, citando alguém com atitudes covardes, me perguntou: "se não tem capacidade para administrar um órgão, por que então aceitou a indicação? Ou melhor, se não SABE BRINCAR por que desceu pro PLAY?" Não me contive e larguei boas gargalhadas. Mas não é verdade? Se não tem fibra para enfrentar as dificuldades por que entra no jogo? Será que ele não sabia que tudo isso poderia acontecer? O pior são os escândalos envolvendo o nome dele próprio e de seus correligionários e apadrinhados, como nessa matéria que o Globo publicou. Cliquem o link abaixo e vejam!

http://oglobo.globo.com/pais/auditoria-em-ong-aponta-rombo-de-7-milhoes-na-bahia-4833401#ixzz1yVzMDKR0

Nenhum comentário:

Postar um comentário