quinta-feira, 28 de junho de 2012

A Estrela da Noite

Assisti ao jogo do Corínthians e Boca Junior's. Muito legal. Para variar os argentinos exageram na garra e "bateram" o tempo todo. Normal, afinal são argentinos!! O Corínthians conduziu o jogo sem medo e partindo pra cima. Só que  "La Bombonera" é realmente um caldeirão. Imagino como deve ser jogar ali, ainda mais com a secular rixa entre brasileiros e "los hermanos"! Tudo bem, foi sufoco, levou um gol e a coisa parecia degringolar para uma Libertadores que "bateu na trave"! Qual nada. O locutor e comentaristas falavam o tempo todo num certo Romarinho que fizera dois gols contra o Palmeiras no domingo e que seria uma ótima opção. Faltando mais ou menos 20 minutos para o final do jogo, o treinador corinthiano parece ter ouvido os jornalistas e colocou o tal Romarinho. Um minuto e um toque depois, lá estava a rede balançando, um goleiro no chão e um moleque de 21 anos comemorando o que sinceramente acho, pode ser o gol do título sonhado do Corínthians. O que não entendi foi o renomado jornalista da Globo, em campo: parou o jogador e, num instante de bobeira  que dá aquele "branco", pediu pro moleque se apresentar à torcida. Incontinente, ele falou olhando para a câmera: "aê, Romarinho...pô!" Como um cara que fez dois gols há três dias atrás, contra seu maior rival, ainda pode ser considerado desconhecido da torcida? Fala sério!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário