sábado, 25 de fevereiro de 2012

Com água e com sede!!

Todos lembram do sufoco de alguns dias atrás, quando a nossa água desapareceu das torneiras e a conta não falhava: todo mês estava lá!! Devem se lembrar de um fato onde um amigo de Pororó ouviu da representante do órgão (ir)responsável pelo abastecimento de água onde disse textualmente "se vire e vá falar com Jesus...!!" Eu publiquei o fato em postagem anterior. Outro motivo teria sido uma obra de junção de linhas de abastecimento que, ao começar a chover, foi interrompida aos 6 kms de construção, sob a alegação de que "não precisa mais. Já começou a chover!" Não posso afirmar que esse fato seja verdade mas, com tantos absurdos acontecendo... Pois bem: a água está caindo com certa regularidade. Mas continuamos com sede!! Eu sei de fazendas que aos animais não é dada uma água  como a que estamos recebendo. Estamos pagando por água "in natura", bombeada sabe Deus de onde e sem a menor condição de consumo humano e sem  nenhum tipo de tratamento. E mesmo se recebesse continuaria inservível para o consumo humano.  Tente lavar sua roupa ou tomar um banho!! O pior é que parece que  vai continuar assim até que as nossas cisternas se encham. Aí eu pergunto: prá que queremos uma água cara que não serve sequer para lavar roupa ou tomar banho? Para que serve uma  água que não se pode beber, sem ter a impressão que bebeu "água de bacalhau?" Melhor dispensar a incompetente e  exploradora Embasa e partir para o mutirão das cisternas. E é claro que é possível!! Estamos ou não recebendo água salobra, suja e imprestável? Se é assim passemos a consumir novamente a água dos tanques de outrora, como sempre fizemos!! Ah! Mas tem a história das contaminações dessas águas de tanques!! Bobagem! Pega uma amostra da água "tratada" da Embasa e leva num laboratório... É bom ficarmos ligados porque esse ano tem eleição e daqui a pouco é a vez da eleição estadual. Não quero confirmar que, além de não ter memória,  o povo brasileiro também não tem vergonha na cara!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário