quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Para refletir.

Aí está uma bom momento para a reflexão até dos mais céticos sobre a espiritualidade. Não podemos dizer que determinadas comidas são ruins, apenas porque nossos olhos não "se enchem" à primeira vista! Não podemos negar uma crença se não a estudarmos profundamente para entendê-la na sua plenitude! "Não devemos duvidar das forças da Natureza"!! Elas realmente existem, pela simples vontade do seu Criador. Por isso, todos os "alimentos" devem ser "degustados" com paciência e seriedade. Só assim você poderá dizer se seus "sabores" são bons ou não. Que os Espíritos de Luz iluminem você!!






"MINUTO MEDIÚNICO"
( ressurreição e ponte )
 
À ação dolorosa da morte, o amanhecer da ressurreição.
Não houvesse o despertar da vida após o crepúsculo do corpo, e tudo estaria destituído de significado.
O ser, que se enclausura na matéria, terminada a função evolutiva, rompe o casulo e retorna à sua plenitude.
Consoante as experiência vividas, experimenta alegrias, entorpece o sentimento, padece remorsos ou entrega-se à desesperação.
Seja como for, a dádiva da reencarnação traz de volta o aprendiz fracassado, para que recomece; o vitorioso conquistador, para que distribua bênçãos; o sábio, para ensinar que, nesse movimento de ir e vir, o espírito cada vez mais progride e se santifica.
No interregno, porém, entre uma existência corporal e outra, a mediunidade serve de ponte para as lições que procedem do mundo espiritual, a fim de sustentar os corações ergastulados na matéria. Graças a ela, decifram-se enigmas, arrebentam-se grilhões, abrem-se espaços para a luz, e o espírito prossegue no processo da evolução crescendo cada vez mais.
Assim, tornemos nossas faculdades mediúnicas em meios pelos quais viajem as informações libertadoras, do mundo transcendente para a Terra, e desta, as solicitações desesperadas rumem para vida espiritual, na busca incessante da magnanimidade do Pai.
 
Divaldo Pereira Franco
( pelo Espírito João Cléofas )
 (ao repassar a mensagem mantenha os créditos do autor)

Visite o nosso blog e conheça todas as mensagens que já foram publicadas.

Para acessar, basta clicar em: HTTP://minutodepaz.zip.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário