quinta-feira, 6 de outubro de 2011

"Império Homossexual"

Recebi um e-mail com um pronunciamento do Excelente(íssimo) Senador Magno Malta  no Congresso, onde com veemência ele repudia o tratamento com privilégios dispensados à minoria homossexual, em detrimento da imensa maioria, a FAMÍLIA! Em alguns trechos ele fala que o respeito a todos deveria ser o norte dos nossos administradores. Mas não: estão indo na contra-mão e com "colisão certa", visto que o Ministério da Saúde elaborou uma cartilha, na época do ministro Temporão, onde, dentre outras coisas, ensinava à garotada como ter relação anal(!!) e fazer um cachimbo para fumar crack!!! Imaginem o desastre dessa publicação oficial!! O próprio Senador relatou um caso no Espírito Santo de um garoto que se viciou no crack porque aprendeu a fazer o cachimbo através da tal Cartilha!! Agora estão querendo distribuir um kit gay nas escolas públicas que é "para proteger o direito dos GLTB's (Gays, Lésbicas, Travestis e Bissexuais)"! O Senador afirma que deram toda munição que "a turma" precisava para fazer muito barulho. E está certo: se alguém discorda de alguma coisa, por menor que seja, pode ser processado por homofobia! Se não aluga a casa a um gay, vai preso e assim por diante. Mas quando um heterossexual é agredido por algum componente do tal GLTB pode processá-lo por heterofobia? Certamente que não! Então, onde ficam os princípios de FAMÍLIA, fundamentados nos ensinamentos de Deus? Respeito é o suficiente para todo e qualquer ser humano. Proteção equivocada e distorcida criará, segundo o Senador Malta, uma Legião de Homossexuais. Basta ver o que aconteceu de novo no Espírito Santo, onde uma garota de 17 anos foi dar um beijo na boca de uma outra garota de 12 e essa se recusou. O final? Bem, a garota de 12 foi espancada. E a tentativa de um relacionamento homossexual por parte da mocinha de 17 está, "calçada na decisão danosa do Supremo Tribunal Federal", afirmou o Senador. Imagino que tal decisão do Supremo tenha validado, por assim dizer, a esculhambação que alguns GLTB's promovem para afrontar a família brasileira. Já viram a baixaria que rola nas Paradas Gays? Melhor não ver para não dar ibope caolho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário