quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Como dar uma má notícia!!

Segundo Zaca, meu ex colega do BB do Paraná, após estudos "minuciosos" feitos por ele, o baiano definitivamente não serve prá dar notícia ruim: a conversa é truncada... "Pô véi... Nun deu... S'a comé me'rmão? Já foi... Subiu... Fudeu mô pai!!" É, não dá prá entender mesmo. Gaúcho? Nem pensar!! Do jeito que é megalomaníaco, é capaz de ficar frustrado por NÃO TER SIDO ELE o causador da notícia ruim: " Barbaridade, tchê!! Mas como pode  ter acontecido um troço destes? Nem me esperaram para ver o desencarne da Chinoca...!!" Portanto, segundo o Zaca, o melhor cidadão para dar más notícias é o velho e bom mineiro. Vejam o resultado da sua "estafante" pesquisa logo abaixo:


MINEIRO DANDO MÁ NOTÍCIA
                                       
                                           By Zaca



- Alô, Sô Carlos? Aqui é o Uóshito, casêro do sítio. 
- Pois não, Seu Washington. Que posso fazer pelo senhor ? Houve algum problema ? 
- Ah, eu só tô ligano para visá pro sinhô qui o seu papagai morreu. 
- Meu papagaio ? Morreu? Aquele que ganhou o concurso? 
- Êle mermo.
- Puxa! Que desgraça ! Gastei uma pequena fortuna com aquele bicho! Mas...ele morreu de que? 
- Dicumê carne istragada. 
- Carne estragada ? Quem fez essa maldade? Quem deu carne para ele? 
- Ninguém. Ele cumeu a carne dum dos cavalo morto. 
- Cavalo morto? Que cavalo morto, seu Washington?
- Aqueles puro-sangue qui o sinhô tinha! Eles morrero de tanto puxá carroça dágua!
- Tá louco? Que carroça d'água?
- Pra apagá o incêndio! 
- Mas que incêndio, meu Deus? 
- Na sua casa ... uma vela caiu, aí pegô fogo nascurtina!
- Caramba, mas aí tem luz elétrica! Que vela era essa?
- Do velório! 
- De quem? 
- Da sua mãe! Ela apareceu aqui sem avisá e eu dei um tiro nela pensando que fosse ladrão! 
- Meu Deus, que tragédia (começa a chorar) 
- Peraí sô Carlos, o sinhô num vai chorá por causa dum papagaio, vai???

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

O Grande Luthier.

Meus caros amigos, quem gostar de instrumentos musicais sob medida e encomenda, pode acessar esse endereço abaixo. Já encomendei uma viola caipira em Jacarandá Indiano. Grande abraço.




Contatos - www.lucianoqueiroz.com -----------

domingo, 23 de outubro de 2011

Supremo Tribunal Federal!! A piada.

 Meus caros, nosso Brasil é maravilhoso! Disso ninguém duvida. Nem os 11 (onze) Ministros do Supremo. Vejam a matéria abaixo. Não seja preguiçoso e leia até o fim. Só prá começar me responda: quantas recepcionistas servem ao Supremo? Não sabe? Pense um pouco... Ainda não descobriu? Então lá vai: resposta: 239!! É isso mesmo: deve ser a Recepção mais bonita do País. Duvido que entre elas tenha alguma, digamos, esquecida pela Mãe Natureza!! Abraços.
P.S.: Recebi essa matéria por E-mail, enviada por um grande amigo e colega do BB no Paraná, Eduardo Syduloviez o "Zacarias" dos Trapalhões.





Este artigo do historiador Marco Antonio Villa, professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de São Carlos vai tão ao ponto, é tão convincente e apresenta dados tão fortes sobre um tema importantíssimo que, embora publicado no jornal O Globo no dia 27 do mês passado, e republicado, entre outros, pelo blog do meu amigo Augusto Nunes, não resisto em oferecê-lo aos amigos do blog.
O título original é “Um poder de costas para a sociedade”. Os intertítulos, destinados a facilitar a leitura, são de responsabilidade do blog. Vejam se não tenho razão:
Justiça ruim, relatório ótimo
A Justiça no Brasil vai mal, muito mal. Porém, de acordo com o relatório de atividades do Supremo Tribunal Federal de 2010, tudo vai muito bem. Nas 80 páginas – parte delas em branco – recheadas de fotografias (como uma revista de consultório médico), gráficos coloridos e frases vazias, o leitor fica com a impressão que o STF é um exemplo de eficiência, presteza e defesa da cidadania.
Neste terreno de enganos, ficamos sabendo que um dos gabinetes (que tem milhares de processos parados, aguardando encaminhamento) recebeu “pela excelência dos serviços prestados” o certificado ISO 9001. E há até informações futebolísticas: o relatório informa que o ministro Marco Aurélio é flamenguista.
A leitura do documento é chocante. Descreve até uma diplomacia judiciária para justificar os passeios dos ministros à Europa e aos Estados Unidos. Ou, como prefere o relatório, as viagens possibilitaram “uma proveitosa troca de opiniões sobre o trabalho cotidiano”. Custosas, muito custosas, estas trocas de opiniões.
Silêncio absoluto diante do assassinato da juíza
Pena que a diplomacia judiciária não é exercida internamente. Pena. Basta citar o assassinato da juíza Patrícia Acioli, de São Gonçalo. Nenhum ministro do STF, muito menos o seu presidente, foi ao velório ou ao enterro. Sequer foi feita uma declaração formal em nome da instituição. Nada. Silêncio absoluto. Por que? E a triste ironia: a juíza foi assassinada em 11 de agosto, data comemorativa do nascimento dos cursos jurídicos no Brasil.
Mas, se o STF se omitiu sobre o cruel assassinato da juíza, o mesmo não o fez quando o assunto foi o aumento salarial do Judiciário. Seu presidente, Cézar Peluso, ocupou seu tempo nas últimas semanas defendendo – como um líder sindical de toga – o abusivo aumento salarial para o Judiciário Federal. Considera ético e moral coagir o Executivo a aumentar as despesas em R$8,3 bilhões.

A proposta do aumento salarial é um escárnio. É um prêmio à paralisia do STF, onde processos chegam a permanecer décadas sem qualquer decisão. A lentidão decisória do Supremo não pode ser imputada à falta de funcionários. De acordo com os dados disponibilizados, o tribunal tem 1.096 cargos efetivos e mais 578 cargos comissionados. Portanto, são 1.674 funcionários, isto somente para um tribunal com 11 juízes.
Três mil funcionários e mais seguranças do que na Casa Branca
Mas, também de acordo com dados fornecidos pelo próprio STF, 1.148 postos de trabalho são terceirizados, perfazendo um total de 2.822 funcionários. Assim, o tribunal tem a incrível média de 256 funcionários por ministro.
Ficam no ar várias perguntas: como abrigar os quase 3 mil funcionários no prédio-sede e nos anexos? Cabe todo mundo? Ou será preciso aumentar os salários com algum adicional de insalubridade?
Causa estupor o número de seguranças entre os funcionários terceirizados. São 435! O leitor não se enganou: são 435. Nem na Casa Branca tem tanto segurança.
Será que o STF está sendo ameaçado e não sabemos? Parte destes vigilantes é de seguranças pessoais de ministros. Só Cézar Peluso tem 9 homens para protegê-lo em São Paulo (fora os de Brasília). Não é uma exceção: Ricardo Lewandovski tem 8 exercendo a mesma função em São Paulo.
É o tribunal que melhor recebe as pessoas no mundo: 239 recepcionistas
Mas os números continuam impressionando. Somente entre as funcionárias terceirizadas, estão registradas 239 recepcionistas. Com toda a certeza, é o tribunal que melhor recebe as pessoas em todo mundo. Será que são necessárias mais de duas centenas de recepcionistas para o STF cumprir suas tarefas rotineiras?
Não é mais um abuso? Ah, abuso é que não falta naquela Corte. Só de assistência médica e odontológica o tribunal gastou em 2010, R$ 16 milhões. O orçamento total do STF foi de R$ 518 milhões, dos quais R$ 315 milhões somente para o pagamento de salários.
Falando em relatório, chama a atenção o número de fotografias onde está presente Cézar Peluso. No momento da leitura recordei o comentário de Nélson Rodrigues sobre Pedro Bloch. O motivo foi uma entrevista para a revista Manchete. O maior teatrólogo brasileiro ironizou o colega: “Ninguém ama tanto Pedro Bloch como o próprio Pedro Bloch.”
Peluso é o Bloch da vez. Deve gostar muito de si mesmo. São 12 fotos, parte delas de página inteira. Os outros ministros aparecem em uma ou duas fotos. Ele, não. Reservou para si uma dúzia de fotos, a última cercado por crianças. A egolatria chega ao ponto de, ao apresentar a página do STF na intranet, também ter reproduzida uma foto sua acompanhada de uma frase (irônica?) destacando que o “a experiência do Judiciário brasileiro tem importância mundial”.
O Judiciário é o pior dos três Poderes
No relatório já citado, o ministro Peluso escreveu algumas linhas, logo na introdução, explicando a importância das atividades do tribunal. E concluiu, numa linguagem confusa, que “a sociedade confia na Corte Suprema de seu País.
Fazer melhor, a cada dia, ainda que em pequenos mas significativos passos, é nossa responsabilidade, nosso dever e nosso empenho permanente”. Se Bussunda estivesse vivo poderia retrucar com aquele bordão inesquecível: “Fala sério, ministro!”
As mazelas do STF têm raízes na crise das instituições da jovem democracia brasileira. Se os três Poderes da República têm sérios problemas de funcionamento, é inegável que o Judiciário é o pior deles. E deveria ser o mais importante. Ninguém entende o seu funcionamento. É lento e caro.
Seus membros buscam privilégios, e não a austeridade. Confundem independência entre os poderes com autonomia para fazer o que bem entendem. Estão de costas para o país. No fundo, desprezam as insistentes cobranças por justiça. Consideram uma intromissão.




sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Clézio, o Filósofo!!

Pessoal, para descontrair um pouco, vejam a que conclusão chegou nosso ilustre Filósofo Mairiense, sobre a essência da alma feminina!! Que descoberta!!



Descoberto ..
Está explicado porque a mulher tem horror a barata!
É porque ela de-tes-ta tudo que leve esse nome...




Roupa barata, sandália barata, bolsa barata, jóia barata, viagem barata...


Mulher gosta é de carinho...




Vestido carinho, sapato carinho, perfume carinho, restaurante carinho, presente carinho, vinho carinho...

Câmara de Vereadores de Mairi!!

Estou ouvindo a sessão de hoje, 21/10, no meu cafofo em Jacobina e gostaria de dar pitaco em alguns pontos, com a permissão de V. Excias, é claro:
1 - Com relação ao acidente do dia 12 com a vítima fatal, a unidade hospitalar de Várzea do Poço não poderia ser responsabilizada pela omissão de socorro!! Sem entrar no mérito, ficou clara a impressão de que querem transferir responsabilidades;
2 - Prá refrescar a memória de alguns vereadores, acidentes em estradas as vítimas devem ser levadas para a cidade mais próxima do local do sinistro!! É uma questão de lógica e de Física: resolvam esse probleminha, por favor: "Em quanto tempo um carro com dois feridos percorre uma distância aproximada de 10 km tendo como piso uma estrada de terra sofrível? E, quanto tempo esse mesmo carro, nessa esma estrada, transportando esses mesmos pacientes levará para percorrer a distância aproximada de 27 km?"
Vemos aí claramente que o problema que vitimou o rapaz NÃO foi a distância. Portanto, a Física não se aplica. A má vontade aliada à falta de celeridade não sei de quem,  foi, sem dúvida, o que o levou a óbito.
3 - Se a prefeitura ou a Secretaria de Saúde não funcionarem nos fins de semana ou feriados, como ficará a população que eventualmente venha a precisar de socorro médico onde seja necessária a interferência direta da Prefeitura/Secretaria de Saúde para equacionar o problema? Não tem Técnico de Enfermagem para o atendimento nos feriados porque só atende à Atenção Básica? Essa é uma questão maior ou uma questão menor? Fico com medo de precisar de atendimento na minha querida Mairi;
4 - O acidente na Av. ACM com uma vítima fatal: O vereador Roque explicou que a família do garoto não poderia processar a Prefeitura porque ele era menor, não tinha habilitação e a moto estava sem documento. Na minha opinião, isso é um mero detalhe técnico. Vejamos então: se a vítima fosse maior, habilitada e a moto devidamente documentada, caberia então o processo? Segundo deixou claro o vereador, sim, caberia. E caberia mesmo! É responsabilidade da Prefeitura patrulhar as ruas e avenidas para recolher os animais que estão à solta, inclusive cães que apresentem sintomas de doenças. É uma questão de saúde pública. Quando Roque disse:  "...bati numa vaca quando retornava de Salvador!!" Se tivesse havido uma fatalidade - felizmente não houve - quem teria de ser responsabilizado? A vaca? Certamente que não.E o que me pareceu é que pouca importância foi dada à dor da família enlutada. Parece até que foi um alívio quando o seu primo, advogado de Jacobina, revelou que não caberia processo;
5 - Por que os nobres vereadores não criam uma lei obrigando a todos os fazendeiros e sitiantes a cadastrarem e "ferrarem" seus animais, como aliás é feito com o gado? Uma coisa que foi falado é que se o acidente não tem tanta gravidade o proprietário do animal aparece e o recolhe. Mas, quando acontece o contrário... Então, por que não tentar uma parceria com a EBDA nesse sentido por exemplo? Um certo Promotor de Anguera obrigou, certa vez,  um fazendeiro a indenizar um caminhão tanque com gasolina, por ter capotado após bater numa rês. O animal estava "ferrado" daí a facilidade de chegar ao seu dono. Pagou o combustível que derramou  e o reparo do caminhão. Justo!! A Polícia Rodoviária Estadual não terá condições de patrulhar todas as estradas, como quer Rui da Sucan. A idéia é boa mas vai esbarrar na falta de contingente e viaturas. E se os prefeitos dos municípios da microrregião acordassem com Ministério Público  e a EBDA um cadastramento e identificação obrigatórios, por exemplo, aliados a uma rigorosa lei onde fosse prevista a indenização por parte do proprietário do animal? Certamente que pensariam duas vezes antes de soltá-los nas nossas estradas. Algo tem de ser feito;
6 - Por fim, quando algum assunto relevante vai ser discutido nessa Casa? Não aguentamos mais a briguinha mesquinha que acontece em todas as sessões! Além de extremamente improdutivas são irritantes e, por vezes, vergonhosas. Lembrem-se que o mundo inteiro pode ouvi-los em tempo real!! Ou não se deram conta disso ainda?

Humanidade!! Para onde vamos?

Estava assistindo ao noticiário televisivo da semana com interesse, para ver o desfecho do rolo Kadafhi. Ontem, 20/10, já sabíamos da sua morte por sumária execução. Hoje, no JN veio a confirmação de que um perito afirmou que o motivo da sua morte  foi um tiro no abdome. Aí o alvoroço por parte da Comissão de Direitos Humanos da ONU em tentar descobrir a verdade e punir os culpados pela execução. Bom!! Louvável atitude!! Estamos no Século XXI e execuções não podem continuar existindo! A pergunta agora é: A nobre CDH da ONU agiu com o mesmo ímpeto em encontrar os culpados pelas mais de 30 mil mortes causadas desde o início dos conflitos na Líbia? Alguém da ONU visitou alguma família ou vila devastada pelos ataques sanguinários do ditador e sua tropa de assassinos? Ou eu sou um completo ignorante ou percebo que essas tais Comissões de Direitos Humanos, seja da ONU, Assembléias Legislativas ou do Congresso Nacional, quando não chegam tarde demais chegam para apoiar o lado podre. Vejam nosso caso onde a família que foi trucidada por bandidos não recebem qualquer apoio da tal Comissão. Já o bandido que, quando é condenado e preso, se tomar dois tapas aí aparece meio mundo de defensores deste, sob a capa protetora da tal Comissão de Direitos Humanos. É prá ficar indignado! Se é para defender os "direitos humanos" pois que defendam os direitos das vítimas também! Ou será que as vítimas não são consideradas "humanas"? É o que parece.
Voltando para a América do Sul: vão acontecer eleições na Argentina. Muito bom! Democracia de vento em pôpa! Aí foi mostrada uma cena que me levou diretamente ao lugar de onde não saí: nos bairros nobres de Buenos Aires nenhuma propaganda de destaque como outdoors, por exemplo. Onde estava "pegando fogo" a campanha da atual presidente Cristina Kirchner, com outdoor's gigantescos? Num bairro periférico onde sequer tem saneamento básico, verdadeira favela de barracos. A cena foi mostrada pela repórter do JN, inclusive a explicação da votação maciça que ela terá naquela comunidade veio do motorista que estava guiando a equipe de Tv: "Não vamos querer perder os benefícios sociais dados pela Presidente". Captaram? A receita adotada pelos nossos hermanos é a mesma adotada pela "cumpanheirada": manter o miserável dentro da miséria, dando-lhe a esmola do Bolsa Família permanente não para lhe devolver a dignidade mas para que essa horda de desassistido lhe seja eternamente grata. E vimos isso acontecer em terras tupiniquins  3 vezes: Lula 2 vezes e agora a "cumpanheira" Dilma. Pelo visto essa receita não falha.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

PCdoB, 90 anos!!

Estou na calmaria da minha República de Um Só, em Jacobina, e vejo o início do programa do PCdoB. Observo o que falam e percebo que os depoimentos são duros nas cidades onde o partido não compõe a administração. Já em outras desse Brasilzão onde o Vermelho pega "ponga", tá tudo às mil maravilhas!! Será? Não visitei outras capitais recentemente mas basta ver o que acontece na Bahia e na capital do Estado. É o mesmo discurso ordinário de que "precisamos fazer mais por quem mais precisa!!" Isso enoja qualquer um que tenha um tiquinho de entendimento, como este redator de meia tigela. Usam imagens de verdadeiros Comunistas e intelectuais, pessoas absolutamente idealistas e não aproveitadores como as que ocupam o horário do insosso Jornal Nacional para nos encher de lorotas e nos sensibilizar. Mostraram, no programa de hoje, fotos de Jorge Amado, Olga Benário, Luis Carlos Prestes e outros. É um insulto a essas pessoas!! Na campanha para prefeito passada, um Deputado Federal de calças curtas que, dependendo da maré diz que "orgulhosamente nasci em Mairi", ou, ainda dependendo da mesma maré, "com muito orgulho sou filho de Várzea da Roça", (??) subiu por várias vezes no palanque do Democratas. Não estranhem, meus amigos que ainda têm memória: subiu e discursou várias vezes de "braços dados" com os algozes dos principais membros do PCdoB! Ora, sabemos que o Democratas era o PFL de ontem, a Arena de anteontem e a UDN de tresantontem que entregou Olga Benário, GRÁVIDA, às forças nazistas. E ela morreu num campo de concentração!! Só esperaram que ela desse à luz sua filha. O Luis Carlos Prestes não resistiu. Aliás, quem resistiria a tanta  barbárie? Fico imaginando como não estarão os Espíritos desses verdadeiros mártires brasileiros. Aliás, imagino: estão (os Espíritos) como verdadeiros iluminados, intercedendo junto ao Altíssimo rogando perdão para essa cambada que emporcalha a História do verdadeiro Vermelho. 90 anos!! É... Tem militante do PCdoB que aposta na velha fórmula, achando que não temos memória!! Pobres diabos vítimas de caduquice precoce!!

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Perseguição consumada.

Senhores, aí está mais uma grande injustiça praticada pela "turma da Dires". Não medem esforços para prejudicar pessoas, atropelam tudo e todos numa arrogância nunca dantes vista. Para o PT que batia tanto no saudoso ACM, fica confirmada a máxima: "Dá o poder à oposição e verás, de fato, do que são capazes!!" Essa turma dá medo!! Vejam o teor da carta abaixo, escrita pelo vigilante "Pantera", demitido da Dires.



Jacobina (BA), 18 de outubro de 2011

Para Emerson Santos (www.bahiaacontece.com)

Nesta.

Trago ao seu conhecimento mais uma injustiça das muitas cometidas pela Diretora de 16ª Dires, Kátia Alves. Essa senhora de modo absolutamente covarde pediu a minha demissão da Empresa de segurança que serve à Dires. Até hoje o Coordenador Administrativo e a própria Diretora não me informaram o motivo do pedido de demissão. Isso se configura como a mais pura e simples perseguição à minha pessoa, pelo simples fato de ser amigo dos funcionários que a denunciaram junto à SESAB. Ela acha que pode perseguir as pessoas, e o faz acintosamente, simplesmente por  serem amigas de quem não reza na cartilha dela. É comum notar no semblante de algumas pessoas as rugas de preocupação quando chegam prá trabalhar. Essa senhora transformou o ambiente da Dires numa coisa ruim e danosa. Não raro vemos funcionárias chorando pelos corredores após serem  maltratadas pela Diretora, numa explosão de arrogância e prepotência sem igual. Nunca em tempo algum, nos meus 09 anos como vigilante daquele órgão presenciei tantas injustiças sendo praticadas. Em qualquer reunião que ela faz a história é a mesma: afirma que tem poder na Sesab e que na Dires  manda ela. Sabemos que como Diretora ela pode dar ordens. Não da forma estúpida como vem acontecendo. Eu imaginava que até mesmo os rancorosos tivessem um pouco de dignidade. Qual nada! Até hoje a Diretoria da Dires não me explicou porque pediu a minha demissão. Tenho aqui o Aviso Prévio do Empregador para confirmar. O que eles pensam realizar com uma atitude tão vil e mesquinha? Sou trabalhador e tenho família para sustentar. Voltamos à época da Ditadura onde se praticava as piores atrocidades e nada acontecia? Qual o prazer que uma pessoa que pratica tal injustiça pode ter? Se podemos dizer “prazer”. Isso só confirma o tipo de índole deles. Certamente eu para me dar bem teria que ficar inimigo de pessoas que nunca me causaram dano algum para me manter no emprego. Ou, na pior das hipóteses, escutar algum comentário e levar aos seus ouvidos, como aliás é pratica corriqueira no órgão: pessoas que são o tempo todo amedrontadas precisam cair “nas graças da Chefe”. E aí levam tudo que podem para fazer média. É lamentável mas é verdade. E é tudo feito à traição, na surdina, como é típico das pessoas que têm a maldade como sua companheira. Ainda tenho esperança de que alguém  esclareça minha demissão. Tenho esse direito, no mínimo.

Abraços,

Antonio Santana Dias

terça-feira, 18 de outubro de 2011

A Covardia Impera!!

Não foi surpresa a demissão do Colega Antonio Santana Dias "Pantera", da Dires. Mais uma vez a covardia, que age na surdina, venceu. Não se sabe até quando tais situações vão acontecer. Pelo visto os aprendizes de Hitler estão de vento em pôpa. E a pior situação é que não tiveram sequer a dignidade de informar o motivo da demissão do colega!! Muita covardia mesmo. Aliás, o que se poderia esperar de uma Diretoria como essa? De um lado um Coordenador Administrativo absolutamente incompetente e frouxo. Acata todas as ordens sem ao menos ponderar. E, junto com a Coordenação Administrativa, vêm a legião de puxa-sacos que tenta agradar a Chefe Maior de tudo que é forma. E tudo isso apenas por vingança!! Só que até para alguém se vingar é necessário um motivo, coisa que não houve. O decepcionante é que nenhum colega se manifesta em apoio pai de família demitido por puro medo. É a dupla covardia: de um lado a face esquálida da perseguição e do outro as cabeças abaixadas pelo peso da omissão. Que lugar!!!


sábado, 15 de outubro de 2011

Fatalidade ou Omissão?

Estava na cidade de Jacobina na quinta-feira, dia 13/10 e escutei no noticiário de uma emissora de rádio, relato do acidente envolvendo duas motos e três jovens no feriado do dia 12/10 em Manguinhas. A gente sempre se entristece com tais notícias. Estamos vendo a nossa juventude ir cada vez mais veloz em direção ao nada, ou melhor, ao fundo do poço! Infelizmente um jovem morreu e aí é que entra a principal questão: esse jovem estava predestinado a morrer mesmo? Houve socorro imediato e adequado? Tenho informações de que dois dos envolvidos no tal acidente foram levados por volta das 13:30hs para Várzea do Poço. Lógico: em casos de acidentes em estradas a recomendação mais prudente é transportar as vítimas para a cidade mais próxima! E assim foi feito. Aí vem a revolta dos familiares e de funcionários do hospital daquela cidade: o jovem que faleceu entrou naquela unidade de saúde ANDANDO!! Todos sabemos, principalmente os motoristas que fazem reciclagem periodicamente, que os socorristas enfatizam veementemente sobre a atenção redobrada que se deve dar àquela vítima que sai do veículo sinistrado andando e dizendo que está "tudo bem". Recomendam que essas pessoas devem aguardar de forma confortável, quando possível, o socorro, por serem as que requerem mais atenção. Quem está com uma fratura exposta, por exemplo, pode ser atendido depois. Eu mesmo achava que a fratura exposta teria prioridade. Após treinamento, concordo plenamente que a vítima que mais precisa de atenção é justamente aquela que está consciente, andando e falando. Problemas nos órgãos internos são mais difíceis de serem notados. Dai a prioridade. Com relação ao jovem que entrou andando no hospital de Várzea do Poço e veio a falecer por volta das 18:00hs, há quem afirme categoricamente que foi por omissão da Prefeitura de Mairi. Há inclusive a informação do registro de um Boletim de Ocorrência por parte da equipe médica daquele hospital. Procedimento correto: a ambulância foi solicitada à Prefeitura de Mairi e, mesmo o pessoal de Várzea do Poço tendo informado a quem de direito de que se tratava de um morador deste município, o veículo foi negado. O município vizinho conta com duas ambulâncias: uma em estado precário, que atende aos chamados da sede e outra nova que, justamente naquele período estava voltando de Salvador. E por volta das 18:00hs daquele feriado o jovem que entrara andando no hospital veio a falecer. Isso não é só um absurdo: é um crime! E como tal deve ser investigado. A família desse jovem certamente aguarda explicações convincentes. Não sei se é o caso do Ministério Público entrar na apuração dos fatos mas, o certo é que alguma providência tem de ser tomada, até mesmo para que fique tudo esclarecido. Onde estavam as ambulâncias de Mairi naquele período? No final da tarde enviaram a ambulância que serve ao Angico e que está em precárias condições de tráfego e o pessoal de Várzea do Poço não aceitou que o veículo enviado fizesse a transferência do outro jovem para Feira de Santana. Sequer um cilindro de oxigênio existia na velha ambulância do Angico. Agora, o mais engraçado é que quando acontece a Conferência Municipal de Saúde todos pedem mais ambulâncias!! Para quê? Se é para deixar a população desassistida as ambulâncias que temos, somadas  à falta de vontade e sensibilidade humanas dos nossos administradores já são o bastante.  "É osso!!!"

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Punições para Estudantes

Finalmente um parlamentar resolveu acordar!! Deus do céu, será que só agora começam a enxergar o mal que o famigerado Estatuto da Criança e do Adolescente causa aos menores? O que era para proteger teve efeito absolutamente contrário: expôs as crianças e adolescentes à total vulnerabilidade, por não permitir que os pais ou professores imponham limites. Essa "proteção" às avessas está dando nisso que vemos: crianças que têm um vocabulário de fazer ficar vermelha a mais velha das prostitutas, o mais calejado cafetão, professores agredidos constantemente e a sociedade exposta à exploração desses menores por velhos marginais que sabem da impunidade que a idade permite. Leiam a matéria abaixo e repassem. Seria bom se todos pensassem um pouco.



Projeto de Lei 267/11


A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 267/11, da deputada Cida Borghetti (PP-PR), que estabelece punições para estudantes que desrespeitarem professores ou violarem regras éticas e de comportamento de instituições de ensino.

Em caso de descumprimento, o estudante infrator ficará sujeito a suspensão e, na hipótese de reincidência grave, encaminhamento à autoridade judiciária competente.

A proposta muda o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) para incluir o respeito aos códigos de ética e de conduta como responsabilidade e dever da criança e do adolescente na condição de estudante. 

Indisciplina
De acordo com a autora, a indisciplina em sala de aula tornou-se algo rotineiro nas escolas brasileiras e o número de casos de violência contra professores aumenta assustadoramente. Ela diz que, além dos episódios de violência física contra os educadores, há casos de agressões verbais, que, em muitos casos, acabam sem punição.

O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Fonte: http://primasfalando.blogspot.com/2011/04/camara-analisa-projeto-de-lei-que-pune.html
PASSEM PARA TODOS OS PROFESSORES e cidadãos  conscientes dessa nação.


segunda-feira, 10 de outubro de 2011

O leitor que me honra!

Quando nos propomos escrever como grandes jornalistas , certamente que gostaríamos de ter nossos artigos criticados. É a forma de melhorar cada vez mais e informar com mais eficiência. Longe de escrever como os jornalistas de verdade, o que me move, sem ser Fiat, é a maior facilidade que encontro para me comunicar. Escrevendo eu sempre consigo passar a mensagem que quero. Quando falo... Bem, aí são mais quinhentos. Me vem à mente um turbilhão de palavras e não consigo selecionar aquelas poucas que seriam suficientes para ser entendido. Daí, a paixão pela escrita. Para minha surpresa, um amigo me disse ontem, após o chocolate do Mairi Júnior's sobre o fortíssimo Centrão (4x1) que está sempre acessando meu blog. Isso realmente me deixou feliz. É sinal que o meu ponto de vista a respeito de todos os assuntos de interesse comum está no caminho certo. É claro que sempre podemos melhorar. E isso eu buscarei sempre. Muito grato meu amigo Quiu.

sábado, 8 de outubro de 2011

O Desespero!

2012 ainda nem chegou e já tem uma turma tentando costurar acordos desesperados, no sentido de tirar o máximo de voto  do candidato do PDT, Raimundo Dentista. O que me deixa perplexo é a mudança de comportamento de alguns eleitores: quando Raimundo era prefeito não havia quem os fizesse mudar de opinião e por dinheiro nenhum. Acho que tenho de concordar, infelizmente, que "cada homem tem seu preço!" E em Mairi não é diferente: há os "homens" que se vendem por um saco de cimento, um botijão de gás, 500 blocos, etc. Não duvido nada um possível aceno para esses "eleitores". Até num dos maiores redutos eleitorais de Raimundo no interior do município há o boato de "racha". Também pode ser boato plantado. Acho que quando bate o desespero usam todas as armas disponíveis, inclusive a covardia. Não estou falando da covardia de um tiro pelas costas, mas da pior covardia: a de fazer o desinformado visualizar a impossibilidade de "fazer a feira" só por vingança. Isso é temeroso para ambas as partes: uma tem o medo da migração eleitoral e a outra de migrar para o rol dos famintos com a família. Nos dois casos o medo é enorme e contrastante. Por um lado um não quer de jeito nenhum perder a abastança que o poder proporciona; o outro só não quer perder a possibilidade de chegar no Mercado Municipal e fazer a sagrada feirinha do sábado! Financeiramente os prejuízos são enormes para os dois lados. O que não deveria acontecer é a exploração do homem pelo homem. Mas, na política suja do Brasil, os exemplos de exploração dos menos esclarecidos campeia impune.  Quanto ao "racha" no maior reduto eleitoral de Raimundo, amanhã os que aceitaram a cooptação por parte de grupos desesperados certamente voltarão de cabeça baixa, arrependidos. E, como uma pessoa que sempre esteve acima  das picuínhas políticas de Mairi,  Raimundo os receberá de braços abertos. Sempre foi assim e não será agora que vai mudar. E todos os desesperados terão, a partir de agora, mais de 12 motivos para se preocuparem... De verdade!!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

O Elevador


O ELEVADOR

Um menino de 15 anos de idade Amish e seu pai entraram em um shopping pela primeira vez. Eles ficaram impressionados com quase tudo o que viram, mas especialmente por duas brilhantes paredes de prata que poderiam abrir e fechar. 
- O menino perguntou: "O que é isto, pai?" 
- O pai (nunca tinha visto um elevador) respondeu: 'Filho, eu nunca vi nada parecido em minha vida, eu não sei o que é." 
Enquanto os dois estavam olhando com perplexidade, uma senhora idosa, gorda em uma cadeira de rodas chegou perto das portas e apertou um botão. As portas se abriram, a senhora rolou entre elas e entrou em um quarto pequeno. As portas fecharam e o menino e seu pai observavam o pequeno número acima das portas acender seqüencialmente. 
Eles continuaram a olhar, até que chegou o último número... e depois os números começaram voltar na ordem inversa. Finalmente, as portas se abriram novamente e uma linda loira de mais ou menos 24 anos, saiu do quartinho. 
 
O pai, sem tirar os olhos da moça, disse calmamente ao seu filho..... 
"Vá buscar sua mãe".

"Império Homossexual"

Recebi um e-mail com um pronunciamento do Excelente(íssimo) Senador Magno Malta  no Congresso, onde com veemência ele repudia o tratamento com privilégios dispensados à minoria homossexual, em detrimento da imensa maioria, a FAMÍLIA! Em alguns trechos ele fala que o respeito a todos deveria ser o norte dos nossos administradores. Mas não: estão indo na contra-mão e com "colisão certa", visto que o Ministério da Saúde elaborou uma cartilha, na época do ministro Temporão, onde, dentre outras coisas, ensinava à garotada como ter relação anal(!!) e fazer um cachimbo para fumar crack!!! Imaginem o desastre dessa publicação oficial!! O próprio Senador relatou um caso no Espírito Santo de um garoto que se viciou no crack porque aprendeu a fazer o cachimbo através da tal Cartilha!! Agora estão querendo distribuir um kit gay nas escolas públicas que é "para proteger o direito dos GLTB's (Gays, Lésbicas, Travestis e Bissexuais)"! O Senador afirma que deram toda munição que "a turma" precisava para fazer muito barulho. E está certo: se alguém discorda de alguma coisa, por menor que seja, pode ser processado por homofobia! Se não aluga a casa a um gay, vai preso e assim por diante. Mas quando um heterossexual é agredido por algum componente do tal GLTB pode processá-lo por heterofobia? Certamente que não! Então, onde ficam os princípios de FAMÍLIA, fundamentados nos ensinamentos de Deus? Respeito é o suficiente para todo e qualquer ser humano. Proteção equivocada e distorcida criará, segundo o Senador Malta, uma Legião de Homossexuais. Basta ver o que aconteceu de novo no Espírito Santo, onde uma garota de 17 anos foi dar um beijo na boca de uma outra garota de 12 e essa se recusou. O final? Bem, a garota de 12 foi espancada. E a tentativa de um relacionamento homossexual por parte da mocinha de 17 está, "calçada na decisão danosa do Supremo Tribunal Federal", afirmou o Senador. Imagino que tal decisão do Supremo tenha validado, por assim dizer, a esculhambação que alguns GLTB's promovem para afrontar a família brasileira. Já viram a baixaria que rola nas Paradas Gays? Melhor não ver para não dar ibope caolho.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

A Grande Pesquisa do Clézio

Pessoal, nem no Aurélio vocês encontrarão a interpretação ou significado de um termo como a precisão do meu amigo Clézio. Vejam abaixo:


O que é CABRUNCO?

Para quem é Nordestino, especialmente Sergipano e para quem se interessa pela lingua portuguesa, segue uma 1ª. Aula.
O que é CABRUNCO?
Cabrunco, para o Sergipano, vem do verbo COISAR. Ou seja, substitui qualquer palavra com maestria.
É uma palavra mágica que serve pra tudo:
Superlativa qualquer coisa. ("Eitcha caminhão do Cabrunco!")
Substitui a exclamação em finais de frases. ("Aconteceu isso? ÔCabrunco!")
Compõe frases interrogativas dando sentido a elas. ("Não é o Cabrunco mesmo?")
Adota muita gente. ("Fio do Cabrunco")
Abriga muita gente também. ("Vá pra casa do Cabrunco")
Define um ser. ("Ô cabrunco feio")
Designa situações substituindo o termo balacobaco. ("Ô mulher do cabrunco")
Serve como simples apelido: bruto e carinhoso. ("Esse cabrunco é gente ruim" ou "O hômi é o cabrunco de gente boa")
Obs.: Aqui vale a interpretação.
Nomina objetos. ("Pegue esse cabrunco aí em cima")
Qualifica as pessoas. ("O cara é o cabrunco na guitarra")
Dá emoção ao diálogo. ("Pra quê cabrunco você fez isso?")
Designa pessoas das quais não sabemos o nome. É importante colocar o"esse" antes. ("Esse cabrunco é doido")
Dá agilidade as frases e ações ("Me dê o cabrunco dessa caneta")
Aleja ("Fio do cabrunco do caraio da peste")
Enfim! O esse cabrunco serve pra tudo.
Pode ser usado por plebeus e príncipes!
OBS:
SE FOR EM ITABAIANA SUBSTITUIR O "CABRUNCO" POR "CANSO" TEM AMESMA
VALIDADE, SÓ QUE COM UM TOQUE ESPECIAL DAQUELA CAMBADA DE FIO DO CANSO
DE ITABAIANA!!!