sábado, 3 de setembro de 2011

"Daqui não saio...Daqui ninguém me tira"

Absolutamente desorientada, a diretora da 16ª Dires, na semana passada, convocou uma reunião prá falar de nada. Absolutamente prolixa, fez-se entender apenas quando repetia de forma arrogante e meio enfurecida, que tem poder junto à Sesab. Isso não duvidamos, principalmente pela sua permanência no cargo até hoje. Outra demonstração de arrogância e intolerância aconteceu, também na semana passada, onde duas funcionárias foram submetidas a uma verdadeira sessão de "tortura psicológica". Uma dessas funcionárias foi parar no hospital quase em estado de colapso nervoso ou coisa parecida. Ambas limitaram-se a chorar e o pior, ninguém saiu em defesa das colegas que foram atacadas até em suas preferências sexuais. Isso, além de estúpido, renderia um belo processo para as devidas reparações, se é que se pode reparar os danos causados por palavras erradas proferidas na hora e por pessoa também errada. Essa é mais uma amostra do "poder" da Dires: quem aceita se vender por 40% de uma diária se dá bem. Quem se mantém íntegro é torturado e transferido de setor à revelia, como aconteceu com uma das colegas agredidas. Até quando? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário