domingo, 4 de setembro de 2011

A Casa que Envergonha

O que era prá ser a Casa do Povo tá sendo a casa do "zé povinho". Quando digo "zé povinho" é porque esquecem-se nossos nobres vereadores das suas reais funções ou, pior ainda, de quem lhes paga o altíssimo salário. A história da nossa Câmara de Vereadores é a mesma hoje e sempre: um grupo ataca e o outro  defende. Poderiam gravar um Cd pirata com o conteúdo de uma dessas sessões de mentirinha e reproduzir no dia da reunião. Os discursos são exatamente os mesmos!! Então, para que presença? Melhor: gravariam um DVD e o mandariam reproduzir num telão. Boa parte da comunidade não ia saber qual a diferença mesmo!! O mais triste é que já ouvi pelos bares e no Mercado Municipal alguém animado para assistir à sessão daquele dia porque iria ver a "briga" de Roque com Jenó, por exemplo!! Para esse eleitor, essa peleja inútil e desgastante certamente tem mais valia que a discussão séria de algum projeto como as linhas de crédito que poderiam ser disponibilizadas pela Agência de Fomento ao Desenvolvimento do Estado da Bahia - DESENBAHIA, ou, por exemplo, os anseios pelo calçamento de algumas ruas, como estamos vendo alguns cartazes em forma de banners espalhados pela cidade. Não! Para esse eleitor que prefere ouvir as baixarias que alguns vereadores promovem o crescimento da economia do município e, consequentemente, a  melhoria das condições de vida da população em geral, são perfeitamente dispensáveis! E de gente estúpida como esse "politizado" eleitor certamente que nossos vereadores sabem tirar proveito. Afinal, há quantos mandatos alguns deles aí estão nos tratando como verdadeiros "zé povinho?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário