terça-feira, 13 de setembro de 2011

"Admirável Gado Novo!"

Quando, às vezes, nós falamos que as pessoas despreparadas psicológica e tecnicamente são as que mais galgam funções importantes dentro dos governos, a maioria não acredita! Lembrando o sentido da música do Zé Ramalho (título), vejo que comigo não foi e nem será diferente: serei mais uma "rês" do admirável gado novo! Vale salientar que, até prá ser "gado novo" tem-se que ter habilidades mil: um favorzinho aqui, outro ali, um convite inocente aqui, outro ali, um presentinho no "Dia do Amigo...", nada que configure puxa-saquismo: apenas "bom relacionamento" com o seu  Feitor/Capataz! E, nesse Rancho de segunda categoria, quase todos engordam e se refestelam à custa das migalhas oferecidas. Eu? Bem: como sou "rês" ruim de trato, arisca por natureza , passo "fome". Fome de decência e respeito mútuo, cordialidade sem subserviência. Como os Capatazes engordam suas reses para um dia abatê-las, não será diferente no Rancho de segunda categoria onde estamos. Eu por ser "rês" arredia e desconfiada não recebo "alimento" e por isso sou sempre "rês" magra que não serve para o "abate". No nosso Brasil de várias "Estâncias Superior" - é assim mesmo, conforme verá adiante -, somos obrigados a conviver com a imbecilidade e falta de conhecimento mínimo dos nossos "Capatazes". No último 7 de setembro em Mairi, um pai semi analfabeto leva sua filha de 8 anos prá participar do desfile e, na cerimônia, ou falta dela, Bandeira do Brasil hasteada com as autoridades fazendo pose de velório, cantam o Hino Nacional, o Hino da Bahia e, por fim, o Hino de Mairi. Todos os intelectuais aplaudiram menos o pai semi analfabeto. Havia alguma coisa errada, faltando. No final das comemorações ele se aproxima da professora para receber sua garota e  com calma pergunta: "Pró, não faltou o principal hino não? O Hino da Independência?" E a professora não teve alternativa senão reconhecer a mancada. Mais uma "rês" do Admirável Gado Novo! O trecho que transcrevo abaixo é que motivou a escrita deste  artigo. Como podemos ser felizes sendo "governados" com tanta ignorância. Certamente o autor dessa obra se inspirou no livro adquirido pelo MEC e que será distribuído às escolas públicas dentre em breve. Viram o resultado do ENEM ontem nos telejornais? Abaixo o "texto":




"13 - É terminantemente proibido transportar nos veículos oficiais do Estado a disposição desta Regional, pessoas estranhas ao quadro do Funcionalismo Estadual, excetuando-se quando devidamente autorizados e/ou requisitados por estâncias superior."


Estamos ou não num "Sítio de Quinta Categoria" ? E olhe que isso é parte de um documento redigido recentemente e encontrado no chão  do "Rancho". O sublinhado é por minha conta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário