sexta-feira, 30 de setembro de 2011

O Eficiente SAMU de Jacobina!

Todo mundo fala da instalação do SAMU 192 de Jacobina, como se isso não tivesse sido efetivamente acontecido. Vemos as ambulâncias vez por outra em pandemônio para atender essa ou aquela ocorrência, sempre com as luzes piscantes e advertentes, mostrando que estão firmes no batente. Ontem o serviço mostrou novamente a sua "eficiência": aconteceu por volta das 15:30hs um acidente envolvendo um carro e uma moto, no Bairro do Leader, próximo à Escola Emília Brandão. Segundo testemunhas, o tal acidente foi provocado pela falta de atenção do piloto da moto o que provocou sua queda e fraturas da perna esquerda e clavícula. Como é natural do ser humano (alguns, pelo menos), o fato atraiu muita gente. Um dentista ligou para o 192 e rapidamente, "gritando" com sua sirene inconfundível, chega a ambulância vermelha do SAMU. A "equipe" muito bem preparada (pelo menos é o que se imagina de um serviço de nível nacional) faz o primeiro atendimento à vítima que gemia estendida no asfalto. Quando um membro da equipe foi cortar a camisa para imobilizar o braço da dita clavícula quebrada o acidentado implorou que não o fizessem. Preferiu sentir as dores da movimentação(??) do osso fraturado. O engraçado é que os procedimentos de praxe efetuados pelos socorristas que conhecemos ou assistimos pela tv foram irresponsavelmente desprezados: primeiro, prá tirarem a camisa do acidentado os "profissionais" do SAMU de Jacobina SENTARAM a vítima!! Isso mesmo: sem se preocuparem se poderia ter havido outras fraturas - na cervical, por exemplo - movimentaram o rapaz de todas as maneiras. Só depois de colocar a perna na posição correta e imobilizar a clavícula, deitaram a vítima e colocaram a maca sob seu corpo para depois colocar os calços laterais na cabeça e imobilizar realmente o pescoço do pobre coitado. Ou seja, procederam de forma absolutamente inversa ao recomendado. Portanto, não podemos dizer que não temos SAMU que atende com presteza: o que sabemos é que o atendimento NÃO PRESTA. 
Nota de rodapé: "Os socorristas do Brasil advertem: O SAMU de Jacobina faz mal à saúde!!"            

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Aos "Religiosos"

BEM BOLADO !!!!!
cid:C46FBA4B51A8430982DBA32F1149B082@PauloPCcid:C46FBA4B51A8430982DBA32F1149B082@PauloPC
Nova Bandeira do Brasil!!
Gente,quem fez, deveria ter assinado....
é simplesmente genial !!!
 

cid:496253F3E9474F979C67258C9EA72EE0@PauloPC


Senhor, tende piedade de nós!



Senhor, tende piedade de nós!
Pelo Marcos Valério e o Banco Rural
Pela casa de praia do Sérgio Cabral
Pelo dia em que Lula usará o plural
Senhor, tende piedade de nós
Pela jogada milionária do Lulinha com a Telemar
Pelo dia em que finalmente Dona Marisa vai falar

Senhor, tende piedade de nós!
 
Pela "queima de arquivo"
do Toninho (de Campinas) e Celso Daniel
Pela compra do dossiê no quarto de hotel
Pelos "hermanos compañeros" Evo, Chaves e Fidel

Senhor, tende piedade de nós!
Pela volta triunfal do "caçador de marajás"
Pelo Duda Mendonça e os paraísos fiscais
Pelo Galvão Bueno que ninguém agüenta mais

Senhor, tende piedade de nós!
Pela família Maluf e suas contas secretas
Pelo dólar na cueca e pela máfia da Loteca
Pela mãe do presidente Lula,única mulher que nasceu analfabeta
Senhor, tende piedade de nós!
Pela invejável "cultura" da Adriane Galisteu
Pelo "picolé de xuxu" (Alkmim) que esquentou e derreteu
Pela infinita bondade do comandante Zé Dirceu
Senhor, tende piedade de nós!
Pela eterna desculpa da "herança maldita"
Pelo "chefe" Lula abusar da birita
Pelo penteado da companheira Benedita

Senhor, tende piedade de nós!
Pela refinaria brasileira que hoje é boliviana
Pelo "compañero" Evo Morales que nos deu uma banana
Senhor, tende piedade de nós!
Senhor, tende piedade de nós! 
Pelo Ali Babá e sua quadrilha
Pelo Zé Sarney e sua filha

Senhor, tende piedade de nós!


Para que possamos ter muita paciência
Para que o povo perca a inocência
E proteste contra essa indecência

Senhor, dai-nos a paz!
(Autor desconhecido)



terça-feira, 27 de setembro de 2011

Para Lavar a Alma!!

Como é bom quando um estúpido se estatela na própria arrogância!! Deus do céu como é bom!! Finalmente Mairi está rompendo de vez com o ranço imbecil que nos considera um bando de imbecis!! Novos horizontes podem ser vislumbrados, sem a chibata nas costas aplicadas por "feitores" energúmenos a serviço de "patrões" absolutamente despreparados. O medo já preocupa quem dele fez uso! O oprimido de ontem não tem mais medo de romper com a enganação de "Governo de Todos". Continua sendo de todos ...Eles. Que bom ouvir de uma senhora que cuida das nossas ruas como se fosse sua casa: "eles até pode proibir nóis de ir no Sete de Setembro... Mas o que importa é na hora H, na urna!!" Os políticos retrógrados, assessorados por aloprados, não terão a menor chance frente ao turbilhão que atropelará suas toscas pretensões. E eu vou lhes dar 12  motivos prá isso!! Ah, se vou!!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Filósofa russo-americana descobre o Brasil!!

Volta e meia alguém nos presenteia com verdadeiras pérolas  inseridas nos E-mails. Há os que nos enviam apenas baboseiras, fotos de acidentes espetaculares com corpos mutilados e outras idiotices, como se, vendo as tais fotos tivéssemos o poder de reverter imediatamente a situação. O Ruy Barbosa disse que "De tanto ver prosperar as nulidades...!" Será que nosso conterrâneo não usou o recurso "copie e cole" da época, como vou fazer agora? Pelo menos informo o descobridor da pérola e seu autor, no caso específico, autora.

Extraído do Blog do Rigon, jornalista de Maringá - PR.


Frase da filósofa russo-americana Ayn Rand (judia, fugitiva da revolução russa, que chegou aos EUA na metade da década de 1920):
“Quando você percebe que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos mais pelo suborno e influência do que pelo trabalho e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que ficam protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada e a honestidade se converte em auto-sacrifício, então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada!”.
Então, alguém ainda tem dúvida de quem descobriu o Brasil?

  

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Artigo do Augusto Nunes da Veja


14/09/2011
 às 18:08 \ Direto ao Ponto

A queda do ministro do Turismo confirma que a faxina rejeitada pelo governo é feita pela imprensa independente e pelo Brasil que lê

A queda de Pedro Novais transformou o Brasil no novo recordista mundial da modalidade não-olímpica arremesso de ministros bandalhos: com o maranhense que pendura no cabideiro de empregos públicos até a governanta e o motorista da patroa, quatro pais-da-pátria perderam o emprego por envolvimento em casos de corrupção no período de 100 dias. Uma baixa a cada 25 dias é uma proeza de bom tamanho. Mas a presidente Dilma Rousseff não tem nada a ver com a medalha de ouro. A marca foi estabelecida em parceria pela liberdade de imprensa e pela indignação do país que lê. O Brasil é recordista não por causa do governo, mas apesar dele.
Como Antonio Palocci, Alfredo Nascimento e Wagner Rossi, também Novais foi autorizado a despedir-se do cargo com pompas e fitas. Oficialmente, nenhum ministro foi demitido. Todos pediram demissão por escrito, em cartas repletas de referências elogiosas à presidente e si próprios. Todos mereceram afagos retóricos da chefe. Embora sejam todos casos de polícia, até agora nenhum foi convidado a explicar-se ao delegado. Liberado de audiências em tribunais, Novais logo estará exercendo o direito de ir e vir no Congresso. E o substituto terá sido indicado pela mesma turma do PMDB que pinçou do baixo clero da Câmara o inverossímil festeiro de motel.
Na entrevista ao Fantástico, Dilma reafirmou que perdem tempo os que insistem em vê-la de vassoura em punho. Se dependesse dela, reiterou, nenhum ministro seria demitido. Só continuarão a enxergar faxinas éticas, portanto, os ingênuos incuráveis e os cínicos demais. As ações de despejo vão prosseguir porque a imprensa independente seguirá publicando a verdade. E mais despejos serão consumados porque, como alerta uma das frases emblemáticas do movimento contra a corrupção, os padrinhos dos bandidos de estimação podem muito, mas não podem tudo.

Festa da Padroeira 2011

Bonito, muito bonito! A nossa Paróquia está de parabéns mais uma vez. Foi trabalhoso certamente mas valeu a pena: no final ficou BONITO!! Até eu "viajei" no tempo, no dia que o pessoal fez a apresentação linda das Cantigas de Roda. Não resisti, entrei na roda e mandei um versinho. Emocionante. A apresentação do Samba de Roda da Aroeira foi dez! A mulherada mostrou que nosso samba "não tem sexo"; e se tiver, tem dois. A única coisa que não me agradou foi a demora da saída do Cortejo do Bonfim. Não é justo um evento religioso ser marcado e lembrado pelos padres na noite anterior (sexta) como sendo às 9:00hs em ponto e  tudo se atrasar por conta dos cavaleiros que até as 9:30 ainda estavam dando banho em algumas  montarias. Acho falta de consideração para com a igreja, os fiéis e baianas que amargaram um calor fortíssimo fazendo o percurso a pé. Neguinho dos cavalos tava se dando bem e nem aí para a parte religiosa: tome cerveja gelada ao lombo das montarias!! A idéia de Zé Navarro de fazer uma premiação surpresa foi muito legal. Além de incentivar futuramente a participação maior da população no evento, a galera certamente vai caprichar cada vez mais. Até eu fui um dos jurados, com muito prazer e orgulho. Foi bacana ver D. Alaíde com aquela alegria contagiante, Perpétua, Louro, Celúcia, enfim, a Turma da Labuta que "né brinquedo não!!" O samba nosso de cada dia sendo executado na Praça J. J. Seabra, perto da Igreja, foi muito legal: o grupo do João de Sabino tá de parabéns. Foi muito bom ver o empenho de Elineuza em aparar algumas arestas que teimavam em aparecer. Muita luta mas que valeu a pena. Principalmente com a vinda do grupo de teatro de Várzea da Roça que só aumentou o brilho da festa, mostrando coisas novas que bem poderiam ser aproveitadas pelas pessoas que detêm o poder, numa forma de inclusão mais que total da nossa população. Principalmente os jovens que não dispõem de tanto apoio. O grupo de teatro de Várzea da Roça também NÃO tem o apoio que merece. Os integrantes se auto financiam, ou seja, pagam prá estudar, fazer figurino, alugar carro prá viajar, etc., mas por trás tem sempre uma pessoa que não deixa a peteca cair. Vai à luta, incentiva, corre atrás. Precisamos copiar atitudes como essas. No geral da festa, discordo só num ponto: a imagem da querida Nossa Senhora das Dores, Padroeira da cidade e portanto a grande homenageada, não poderia ficar em segundo plano. É certo que ela, como mãe, cedeu seu lugar para seu Filho Ilustre e muito bonito por sinal. Mas, ainda assim, sendo Ela a Mãe e a grande homenageada, também como Padroeira não deveria ter sido retirada do seu posto no Altar. Pensemos, então. Ano que vem tem mais e "mió".

terça-feira, 13 de setembro de 2011

"Admirável Gado Novo!"

Quando, às vezes, nós falamos que as pessoas despreparadas psicológica e tecnicamente são as que mais galgam funções importantes dentro dos governos, a maioria não acredita! Lembrando o sentido da música do Zé Ramalho (título), vejo que comigo não foi e nem será diferente: serei mais uma "rês" do admirável gado novo! Vale salientar que, até prá ser "gado novo" tem-se que ter habilidades mil: um favorzinho aqui, outro ali, um convite inocente aqui, outro ali, um presentinho no "Dia do Amigo...", nada que configure puxa-saquismo: apenas "bom relacionamento" com o seu  Feitor/Capataz! E, nesse Rancho de segunda categoria, quase todos engordam e se refestelam à custa das migalhas oferecidas. Eu? Bem: como sou "rês" ruim de trato, arisca por natureza , passo "fome". Fome de decência e respeito mútuo, cordialidade sem subserviência. Como os Capatazes engordam suas reses para um dia abatê-las, não será diferente no Rancho de segunda categoria onde estamos. Eu por ser "rês" arredia e desconfiada não recebo "alimento" e por isso sou sempre "rês" magra que não serve para o "abate". No nosso Brasil de várias "Estâncias Superior" - é assim mesmo, conforme verá adiante -, somos obrigados a conviver com a imbecilidade e falta de conhecimento mínimo dos nossos "Capatazes". No último 7 de setembro em Mairi, um pai semi analfabeto leva sua filha de 8 anos prá participar do desfile e, na cerimônia, ou falta dela, Bandeira do Brasil hasteada com as autoridades fazendo pose de velório, cantam o Hino Nacional, o Hino da Bahia e, por fim, o Hino de Mairi. Todos os intelectuais aplaudiram menos o pai semi analfabeto. Havia alguma coisa errada, faltando. No final das comemorações ele se aproxima da professora para receber sua garota e  com calma pergunta: "Pró, não faltou o principal hino não? O Hino da Independência?" E a professora não teve alternativa senão reconhecer a mancada. Mais uma "rês" do Admirável Gado Novo! O trecho que transcrevo abaixo é que motivou a escrita deste  artigo. Como podemos ser felizes sendo "governados" com tanta ignorância. Certamente o autor dessa obra se inspirou no livro adquirido pelo MEC e que será distribuído às escolas públicas dentre em breve. Viram o resultado do ENEM ontem nos telejornais? Abaixo o "texto":




"13 - É terminantemente proibido transportar nos veículos oficiais do Estado a disposição desta Regional, pessoas estranhas ao quadro do Funcionalismo Estadual, excetuando-se quando devidamente autorizados e/ou requisitados por estâncias superior."


Estamos ou não num "Sítio de Quinta Categoria" ? E olhe que isso é parte de um documento redigido recentemente e encontrado no chão  do "Rancho". O sublinhado é por minha conta.

domingo, 4 de setembro de 2011

A Casa que Envergonha

O que era prá ser a Casa do Povo tá sendo a casa do "zé povinho". Quando digo "zé povinho" é porque esquecem-se nossos nobres vereadores das suas reais funções ou, pior ainda, de quem lhes paga o altíssimo salário. A história da nossa Câmara de Vereadores é a mesma hoje e sempre: um grupo ataca e o outro  defende. Poderiam gravar um Cd pirata com o conteúdo de uma dessas sessões de mentirinha e reproduzir no dia da reunião. Os discursos são exatamente os mesmos!! Então, para que presença? Melhor: gravariam um DVD e o mandariam reproduzir num telão. Boa parte da comunidade não ia saber qual a diferença mesmo!! O mais triste é que já ouvi pelos bares e no Mercado Municipal alguém animado para assistir à sessão daquele dia porque iria ver a "briga" de Roque com Jenó, por exemplo!! Para esse eleitor, essa peleja inútil e desgastante certamente tem mais valia que a discussão séria de algum projeto como as linhas de crédito que poderiam ser disponibilizadas pela Agência de Fomento ao Desenvolvimento do Estado da Bahia - DESENBAHIA, ou, por exemplo, os anseios pelo calçamento de algumas ruas, como estamos vendo alguns cartazes em forma de banners espalhados pela cidade. Não! Para esse eleitor que prefere ouvir as baixarias que alguns vereadores promovem o crescimento da economia do município e, consequentemente, a  melhoria das condições de vida da população em geral, são perfeitamente dispensáveis! E de gente estúpida como esse "politizado" eleitor certamente que nossos vereadores sabem tirar proveito. Afinal, há quantos mandatos alguns deles aí estão nos tratando como verdadeiros "zé povinho?"

sábado, 3 de setembro de 2011

"Daqui não saio...Daqui ninguém me tira"

Absolutamente desorientada, a diretora da 16ª Dires, na semana passada, convocou uma reunião prá falar de nada. Absolutamente prolixa, fez-se entender apenas quando repetia de forma arrogante e meio enfurecida, que tem poder junto à Sesab. Isso não duvidamos, principalmente pela sua permanência no cargo até hoje. Outra demonstração de arrogância e intolerância aconteceu, também na semana passada, onde duas funcionárias foram submetidas a uma verdadeira sessão de "tortura psicológica". Uma dessas funcionárias foi parar no hospital quase em estado de colapso nervoso ou coisa parecida. Ambas limitaram-se a chorar e o pior, ninguém saiu em defesa das colegas que foram atacadas até em suas preferências sexuais. Isso, além de estúpido, renderia um belo processo para as devidas reparações, se é que se pode reparar os danos causados por palavras erradas proferidas na hora e por pessoa também errada. Essa é mais uma amostra do "poder" da Dires: quem aceita se vender por 40% de uma diária se dá bem. Quem se mantém íntegro é torturado e transferido de setor à revelia, como aconteceu com uma das colegas agredidas. Até quando?