segunda-feira, 30 de maio de 2011

Uma vela prá Deus... E outra pro diabo!!.

É lamentável que governantes queiram a todo custo se manter no poder! Já virou "ladaínha" a história da instalação do SAMU em Jacobina. Há muitos meses atrás foi liberada uma parcela para início da construção da UPA - Unidade de Pronto Atendimento - e a prefeita sequer apresentou um projeto. Capim Grosso, que bem depois se candidatou a receber tal benefício já está com sua unidade quase pronta. Morro do Chapéu, idem. Já fizeram protesto, reuniões, discussões e nada. Chegaram a enviar duas ambulâncias padronizadas que a prefeita deverá usar como ambulâncias comuns. O que não pode. Por várias vezes a gestora municipal declarou que não tinha interesse em instalar o SAMU Regional. E o Governo do Estado continua insistindo, quase que  obrigando a tal instalação da unidade em Jacobina. Está claro que Leopoldo, dono de um dos hospitais da cidade e "cacique" da prefeitura não permitirá a vinda do SAMU! Não foi à toa que a prefeita fechou vários PSF's no município. Também não é à toa essa insistência do PT: e os planos de ficar 50 anos no poder? Vejam a eleição passada: Lula apoiando Geddel e Wagner! Os dois últimos só faltaram sair no tapa. ACM certamente jamais subiria em palanque que não fosse da sua coligação. E nisso ele era autêntico: amigo é amigo, inimigo é inimigo mesmo! Com interesse que certamente não é o bem estar do povo de Jacobina, Wagner quer a todo custo fazer uma aliança com Waldice. Ora, quantos municípios não gostariam de sediar o SAMU Regional? Mairi, por exemplo, se tivesse prefeito, seria uma alternativa boa visto que conta com um grande hospital que poderia abraçar a demanda da região. E já o faz hoje. Meio capengando mas é a salvação de São José do Jacuípe, Várzea da Roça, Tapiramutá e outros tantos. Não quer o SAMU? Pois bem: devolva o dinheiro liberado e vamos efetivamente instalar onde há interesse. Burrice da prefeita e negligência do governador e do Ministério da Saúde, fonte da tal verba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário